Homem é condenado por estuprar a própria irmã de 11 anos no RN

21/02/2020

Segundo Justiça, crimes aconteceram entre 2012 e 2013 no município de São José do Seridó.

Por G1 RN

Casos de estupro contra crianças e adolescentes - foto ilustrativa — Foto: Kemmido/Freepik

Um homem foi condenado pela Justiça estadual do Rio Grande do Norte pelo estupro da sua própria irmão, de 11 anos, no município de São José do Seridó, na região Seridó potiguar. Os crimes aconteceram entre os anos de 2012 e 2013, segundo a Justiça. A pena determinada foi de 15 anos e seis meses de reclusão em regime fechado.

A sentença foi determinada pelo juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, da comarca de Cruzeta. Segundo o processo, o réu aproveitava os momentos em que a mãe da vítima saía de casa, para agarrá-la e tocá-la, chegando a tirar sua roupa e a masturbar-se na frente dela. A sentença é da última quarta-feira (19).

“As pessoas da casa não puderam perceber de imediato o quadro que se desenhava, muito embora a genitora tenha narrado que a presença do réu em determinado cômodo da casa, afastava a presença da vítima. Aliás, restou demonstrado que as investidas se davam quando a genitora e sua companheira não estavam na casa, e que a menina tinha receio de revelar os fatos por temer acontecer algum mal”, afirma o magistrado.

Em sua sentença, o magistrado aponta que a materialidade do delito foi comprovada por meio do depoimento da vítima, pelas cartas encontradas escritas pela vítima, bem como pelo relatório do caso expedido pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), que informam a ocorrência da prática de atos libidinosos pelo acusado, inclusive com análise do perfil psicológico da vítima após os crimes.

“Tendo em vista que o delito em tela geralmente ocorre em oculto, às escuras, na clandestinidade, muitas vezes sequer deixando vestígios, o que acarreta enorme dificuldade na produção de provas, para evitar que tutela do bem jurídico em questão se torne inócua, a jurisprudência é pacífica no sentido de conferir especial relevância à palavra da vítima, não se vedando a condenação que nela se apoie, desde que o depoimento seja firme, coerente, hígido e harmônico, sem contradições dignas de notas, sendo compreensível, até certo ponto, que detalhes de menor importância colidam ou mesmo sejam omitidos devido aos traumas insuperáveis suportados por parte da pessoa ofendida”, explicou o magistrado.

Comente

Homem é preso enquanto fazia arrastão em casa na Grande Natal

21/02/2020

Comparsa conseguiu fugir e a polícia segue tentando encontrá-lo. Crime aconteceu nesta sexta-feira (21), em Parnamirim.

Por G1 RN

Caso foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim, na Grande Natal — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

Caso foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim, na Grande Natal — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

Um homem foi preso enquanto fazia um arrastão em uma casa na cidade de Parnamirim, na Grande Natal, nesta sexta-feira (21). O comparsa dele conseguiu fugir e a polícia segue tentando encontrá-lo.

Os assaltantes renderam a dona no imóvel na frente da residência, no bairro Passagem de Areia, e a obrigaram a entrar. Do lado de dentro, estavam o marido e a filha, além de um cliente. A família vende jogos de videogame.

Dentro da casa, os bandidos começaram a recolher celulares, joias, relógio, TV, a chave de uma moto e também do carro do cliente que estava no local. Foi quando a vizinha percebeu a ação e acionou a Polícia Militar.

A PM entrou no imóvel e prendeu um dos criminosos. O outro fugiu a pé. Com o detido, os policiais recuperaram um simulacro de arma de fogo, dinheiro, celulares, uma faca peixeira, um carregador portátil, uma chave de uma motocicleta e um capacete. A polícia acredita que é tudo fruto de outros roubos.

Comente

Exército envia 200 militares do RN para patrulhar ruas de Fortaleza durante motim da PM

21/02/2020

Militares da 7ª Brigada de Infantaria Motorizada de Natal começam a trabalhar nesta sexta (21) na capital cearense.

Por G1 RN

Agentes do Exército realizam a segurança em ruas no Centro de Fortaleza — Foto: José Leomar/SVM

Cerca de 200 militares da 7ª Brigada de Infantaria Motorizada do Exército Brasileiro, localizada em Natal, foram enviados a Fortaleza para participar da operação de garantia da lei e da ordem na capital cearense. De acordo com a corporação, o comando, o estado-maior e uma parte da tropa já estão na cidade. O efetivo completo deve estar em condições de operar a partir das 16h desta sexta-feira (21).

As informações foram confirmadas ao G1 pela assessoria de comunicação da 10ª Região Militar. De acordo com a corporação, cerca de 2.500 pessoas serão empregadas na operação, até a sexta-feira (28). Além de militares do Rio Grande do Norte, há tropas do Ceará, Paraíba e Pernambuco. A medida foi tomada por causa de um motim de parte dos policiais militares do estado.

A violência disparou no estado. Entre as 6h de quarta-feira e as 6h de quinta, o estado teve 29 homicídios – quase cinco vezes a média diária de 2020, de seis por dia.

"O Comando da Operação terá sob seu Controle Operacional efetivos das Forças Armadas e dos Órgãos de Segurança Pública federais, estaduais e municipais, disponibilizados para a operação. Esse esforço tem por finalidade a preservação da ordem pública e a incolumidade das pessoas e do patrimônio, contribuindo para o restabelecimento das condições de normalidade no Estado do Ceará, com foco no município de Fortaleza", informou.

Os militares deverão atuar no patrulhamento ostensivo, com revista de veículos e pessoas. Denominada Operação Mandacaru, a ação cumpre determinação do decreto publicado pelo presidente Jair Bolsonaro, após pedido do governador Camilo Santana, para Garantia da Lei e da Ordem em Fortaleza.

Comente

Escola muda rotina após caso de menina que morreu ao bater cabeça durante brincadeira em 2019 no RN: 'fica o medo'

21/02/2020

Escola Municipal Professor Antônio Fagundes, em Mossoró, começou ano letivo com palestras para estudantes e mudou horários de intervalos para facilitar vigi

Por Inter TV Costa Branca

Emanuela Medeiros, de 16 anos, morreu após cair e bater a cabeça durante brincadeira com colegas na escola em Mossoró — Foto: Arquivo da Família

Emanuela Medeiros, de 16 anos, morreu após cair e bater a cabeça durante brincadeira com colegas na escola em Mossoró — Foto: Arquivo da Família

No início do ano letivo de 2020, a Escola Municipal Professor Antônio Fagundes, em Mossoró, na região Oeste potiguar, mudou algumas das suas rotinas para evitar um novo acidente como o que vitimou a estudante Emanuela Medeiros, de 16 anos, em novembro do ano passado. A menina caiu e bateu a cabeça no chão durante uma brincadeira conhecida na internet como roleta humana. Ela não resistiu e morreu. De acordo com os próprios estudantes, o caso gerou um medo entre eles.

Desde que o caso aconteceu, a rede pública do município se mobilizou para fazer uma campanha para evitar a propagação de brincadeiras perigosas. Na escola, os horários de intervalo foram divididos para que os profissionais possam acompanhar melhor as crianças. Os mais novos, são liberados primeiro. Depois os maiores. São cerca de 250 alunos por turno na instituição.

"Nós estamos conscientizando o alunos, através de palestras com psicólogo, com a própria direção, com os professores, para que eles (estudantes) tenham cuidado ao utilizar a internet, as redes sociais, para que não acompanhem aqueles tipos de brincadeira", afirma o diretor da instituição, José Altemar.

"Nós nos reunimos e a preocupação e os cuidados com os alunos estão dobrados. Estamos sempre observando os grupos para evitar que algo de grave como o que aconteceu, venham a acontecer novamente", aponta o professor Aldo Firmino.

Emanuela era do último ano do Ensino Fundamental. Se estivesse viva, estaria cursando o Ensino Médio em outra instituição, porque a escola municipal só tem turmas até o 9º ano. Mesmo com a tristeza do caso, a fatalidade deixou ensinamentos para os alunos que ficaram na instituição.

"Depois do que aconteceu aqui, a gente só alerta as pessoas, comenta na internet que é perigoso, porque foi uma coisa que deixou todo mundo com medo, muito assustado, porque, por mais que a gente não tivesse contato, era alguém da escola que fez falta", diz a estudante Layla Santiago.

"Você toma mais cuidado. Essas brincadeiras são desnecessárias. Fica um receio, um medo", comenta a estudante Rayssa Victória.

Emanuela Medeiros era aluna do 9º ano da Escola Municipal Antônio Fagundes, em Mossoró — Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca

Emanuela Medeiros era aluna do 9º ano da Escola Municipal Antônio Fagundes, em Mossoró — Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca

Comente

Meteorologista explica 'nuvem rolo' que apareceu no interior do RN; veja imagens

21/02/2020

Nuvem deixou moradores de Upanema e Caraúbas ficaram impressionados. Fenômeno é provocado por rajadas de ventos de aproximadamente 60 quilômetros por hora a

Por G1 RN

Morador de Upanema registrou 'nuvem rolo' na cidade de Upanema, Oeste potiguar — Foto: Cedida

Morador de Upanema registrou 'nuvem rolo' na cidade de Upanema, Oeste potiguar — Foto: Cedida

. Moradores do interior do Rio Grande do Norte registraram um fenômeno natural que aconteceu nesta quinta-feira (21), nas cidades de Caraúbas e Upanema, Oeste potiguar. Trata-se de uma novem mais baixa e arredondada, que chamou a atenção das comunidades dos dois municípios. É a nuvem do tipo rolo.

De acordo com o meteorologista José Espínola, o fenômeno é mais comum nas regiões Sul e Sudeste do país. “A nuvem do tipo rolo forma uma espécie de rolo e se desloca horizontalmente. São nuvens que têm uma altura muito baixa. A base dela tem de um a dois quilômetros de altura e ela pode ter até mil quilômetros de extensão”, detalha.

Ainda segundo Espínola, a nuvem rolo é provocada por rajadas de ventos de aproximadamente 60 quilômetros por hora atuando em direções contrárias. “É uma combinação de ventos em altitudes diferentes e soprando também em direções contrárias. É o vento que dá essa configuração para ela”, acrescenta.

Fenômeno da nuvem do tipo rolo também foi registrado em Caraúbas, na região Oeste — Foto: Cedida

Fenômeno da nuvem do tipo rolo também foi registrado em Caraúbas, na região Oeste — Foto: Cedida

Comente

RN economiza R$ 4,1 mi em novos contratos de alimentação para presos

21/02/2020

Substituição da empresa fornecedora desde 2012 resultará em economia de R$ 692 mil por mês ou R$ 4,1 milhões nos seis meses do novo contrato

Governo do RN firmou novos contratos para fornecimento de alimentação ao sistema prisional após auditoria encomendada pela Secretaria de Administração e promovida pela Controladoria Geral do Estado em parceria com a Polícia Civil. A substituição da empresa fornecedora desde 2012 resultará em economia de R$ 692 mil por mês ou R$ 4,1 milhões nos seis meses do novo contrato, se comparado ao valor pago anteriormente.

O valor diário com refeição passou de R$ 16,00 para o valor médio de R$ 13,73, proporcionando uma economia de R$ 2,27 para 10.173 refeições diárias ou 1.831.140 ao longo dos próximos 180 dias.

O controlador geral do Estado, Pedro Lopes, ressalta que a contratação atual tem caráter emergencial. “A orientação do Núcleo de Combate à Corrupção do Governo, integrado pela Controladoria e a Polícia Civil, é pela anulação da licitação porque o processo apresentava cláusulas que inibiam a concorrência, o que é expressamente proibido pela legislação”.

Segundo Pedro Lopes, no maior lote houve proposta desclassificada no valor de R$ 31 milhões, e o certame já se encaminhava para avaliar proposta de R$ 41 milhões, com possibilidade de chegar até R$ 44 milhões anuais, o que poderia proporcionar prejuízo de R$ 80 milhões ao longo de 60 meses, considerando todos os lotes.

“A nova licitação será aberta nos próximos dias por se tratar de uma contratação de grande vulto. E a orientação do Gabinete Civil é acompanhar todas as fases do processo para assegurar a ampla concorrência, estimando uma economia mensal superior a R$ 1 milhão por mês após a conclusão do novo certame”, concluiu Pedro Lopes.

A auditoria

A auditoria constatou restrições à ampla e efetiva concorrência no pregão eletrônico (nº 018/2019) realizado pela Secretaria de Administração (SEAD) para atender demanda da Secretaria da Administração Penitenciária (SEAP).

A principal cláusula desrespeitada exigia à empresa vencedora uma estrutura pronta e com alvará expedido para atender demandas dos municípios potiguares. Uma empresa de Natal, por exemplo, não poderia fornecer o produto para uma penitenciária em Parnamirim. Como explica Pedro Lopes, essa estrutura precisaria estar pronta após a conclusão da licitação, mas não como exigência antecipada.

Esta cláusula foi responsável pela desclassificação de empresas com valores mais baixos. A de menor valor apresentou lote por R$ 31 milhões, quando a vencedora ofereceu outro de quase R$ 42 milhões. E de acordo com outras cláusulas de exigência, essa empresa vencedora seria dada como inapta e a segunda colocada – a atual fornecedora do produto no Estado –, com proposta de R$ 46 milhões, seria vencedora. Uma diferença de R$ 16 milhões sob a menor proposta.

Agora RN.

Comente

Polícia prende homem com 120 garrafas de lança-perfume em Natal

21/02/2020

Homem confessou que comprou os frascos pela internet, pelo valor unitário de R$ 50 e que revenderia, durante o carnaval de Pirangi, cada frasco por R$ 80

120 garrafas da droga foram apreendidas

Um homem de 24 anos foi preso nesta sexta-feira (21) com 120 garrafas de lança-perfume. A prisão aconteceu no bairro de Nova Descoberta, na Zona Sul de Natal.

Os policiais civis da Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC) informou que o homem confessou que comprou os frascos pela internet, pelo valor unitário de R$ 50 e que revenderia, durante o carnaval de Pirangi, cada frasco por R$ 80, o que iria gerar um valor de R$9.600 com a venda das drogas.

O flagrante foi realizado após o recebimento de denúncia anônimas, informando que o suspeito receberia as drogas. No momento da prisão, foi constada a entrega, que estava sendo realizada por meio de um carteiro dos Correios. O homem foi conduzido até a delegacia e encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça. Agora RN.

Comente

Caminhão carregado de cerveja tomba e tem carga saqueada no interior do RN

21/02/2020

Acidente aconteceu nesta sexta-feira (25) na RN-003, entre os municípios de Santo Antônio e São José do Campestre

 

Motorista do veículo não ficou ferido

Um caminhão carregado com cervejas tombou nesta sexta-feira (21) em um trecho da RN-003, entre os municípios de Santo Antônio e São José do Campestre, na região Agreste potiguar. Parte da carga foi saqueada, de acordo com a Polícia Militar.

Segundo a PM, o motorista perdeu o controle do caminhão, que tombou fora da rodovia. Antes da chegada dos policiais, algumas pessoas que passavam pelo local saquearam parte da carga.

Em seguida, os proprietários da carga levaram outro veículo para realizar o transporte das cervejas que sobraram. O motorista do caminhão não ficou ferido, de acordo com a PM. Agora RN.

Comente

PMs e bombeiros do RN chamam senador Cid Gomes de “truculento e covarde”

21/02/2020

Cid Gomes, atualmente licenciado de suas funções parlamentares, foi atingido por dois disparos de arma de fogo ao tentar furar um bloqueio feito por policiais

Cid Gomes, atualmente licenciado de suas funções parlamentares, foi baleado na última quarta-feira (19)

A Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do Rio Grande do Norte (ASSPMBMRN) divulgou nota de repúdio, nesta sexta-feira (21), contra o senador licenciado Cid Gomes (PDT-CE), que avançou com uma retroescavadeira contra bloqueio feito por policiais no 3º Batalhão da Polícia Militar do município de Sobral (CE).

Segundo a entidade, o senador cearense agiu “com truculência e covardia contra os defensores da sociedade, de forma que não representa o interesse da nação brasileira”.

Cid Gomes, atualmente licenciado de suas funções parlamentares, foi atingido por dois disparos de arma de fogo, na última quarta-feira (19), ao tentar furar um bloqueio feito por policiais grevistas no 3º Batalhão da Polícia Militar do município.

O senador está internado em uma enfermaria no Hospital do Coração, em Sobral. Os tiros atingiram a clavícula do senador. Uma saiu e a outra, alojada no pulmão, teve que ser retirada.

Veja a nota ASSPMBMRN:

A Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN) externa o total repúdio e indignação contra o senador licenciado Cid Gomes que, de uma forma despreparada e descompromissada com o interesse público, tentou assassinar dezenas de policiais e bombeiros militares do estado do Ceará, e seus familiares, na cidade de Sobral/CE, durante ato público da categoria nesta quarta-feira (19). Na ocasião, o senador avançou com uma retroescavadeira contra um bloqueio feito por policiais no 3º Batalhão da Polícia Militar do município.

Enquanto os militares estaduais exercem seu direito democrático de reivindicação por melhores condições de trabalho, em busca de melhor prover a segurança da população cearense, este senador age com truculência e covardia contra os defensores da sociedade, de forma que não representa o interesse da nação brasileira. Ao senador Cid Gomes, só resta o nosso desprezo.

Os diretores e associados da ASSPMBMRN registram também solidariedade aos irmãos policiais militares e bombeiros militares do estado do Ceará que, de forma abnegada e com muito sacrifício, vêm defendendo a vida e o patrimônio da população cearense. Neste sentido, conclamamos toda a sociedade cearense e também norte-rio-grandense a apoiar e unir-se aos militares nesta luta por uma Segurança Pública melhor.

Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN)

Comente

Poço Branco: Comunicado Feira Livre Deste Domingo de Carnaval Dia 23 Será no Sábado Dia 22.

20/02/2020

Comunicado Feira Livre em Poço Branco/RN Será no Sábado Dia 22

Resultado de imagem para fotos da feira livre de Poço Branco

A Feira Livre de Poço Branco/RN No Domingo Dia 23 de Fevereiro será no Sábado Dia 22 

Comente

Arrecadação de impostos de R$ 174,9 bi é recorde para mês de janeiro

20/02/2020

O valor é 4,69% maior que o registrado em 2019

Moeda Nacional, Real, Dinheiro, notas de real,Cédulas do real

A arrecadação total das Receitas Federais atingiu, em janeiro deste ano, R$ 174,991 bilhões, registrando acréscimo real (descontada a inflação) de 4,69% em relação ao mesmo mês de 2019. Esse é o maior valor já arrecadado para o mês de janeiro.

As Receitas Administradas pela Receita Federal (impostos e contribuições federais) chegaram a R$ 163,948 bilhões, no mês passado, resultando em crescimento real de 4,69%.

As receitas administradas por outros órgãos (principalmente royalties do petróleo) totalizaram R$ 11,043 bilhões, em janeiro, com expansão de 4,65%.

Segundo a Receita Federal, a arrecadação de janeiro foi impactada pelo recolhimento atípico de R$ 2,8 bilhões de Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). Esse valor, de acordo com a Receita, é considerado atípico por estar acima do esperado para o mês, conforme análise do que as empresas vinham recolhendo.

O recolhimento dos tributos é feito pelas empresas com base em uma estimativa de lucros. Após fazer o recolhimento com base em estimativas, nos meses de janeiro a março, as empresas têm que fazer a declaração de ajuste. Caso o lucro suba mais que o esperado, as companhias pagam mais dos dois tributos. Se o lucro vier abaixo do projetado, as empresas são restituídas pelo Fisco por meio de compensações tributárias.

“Sem considerar os pagamentos atípicos, haveria um crescimento real de 2,91% da arrecadação no mês de janeiro de 2020. Esse desempenho pode ser explicado pelo comportamento da economia e pelo crescimento da arrecadação do IRPJ/CSLL, especialmente, das empresas que fecharam seus balanços no mês de dezembro de 2019”, explica a Receita no relatório.

Em janeiro, a arrecadação de IRPJ/CSLL totalizou R$ 52,071 bilhões, com crescimento real de 16,45%. Esse desempenho é explicado pelo crescimento real de 46,94% no item Declaração de Ajuste, que se refere ao lucro já apurado ao longo do ano de 2019, e de 7,90% do item Estimativa Mensal, principalmente por parte das empresas não financeiras, disse a Receita.

Em janeiro, a Receita também destacou o crescimento da arrecadação com o Imposto de Renda de Pessoa Física, que chegou a R$ 2,043 bilhões, representando crescimento real de 27,14%. “Esse resultado decorre dos acréscimos reais nos itens Ganhos de Capital na Alienação de Bens, de 47,03%, e Ganhos Líquidos em Operações em Bolsa, de 207,18%.

Outro destaque foi o Imposto sobre a Importação e Imposto sobre Produtos Industrializados que incide sobre importação de bens (IPI-Vinculado), com arrecadação de R$ 5,838 bilhões, representando crescimento real de 6,46%. “Esse resultado é explicado pela conjugação dos seguintes fatores: elevação de 5,02% no valor em dólar (volume) das importações e de 10,90% na taxa média de câmbio, combinado com a redução de 5,83% na alíquota média efetiva do Imposto sobre Importação e de 4,85% na alíquota média efetiva do IPI-Vinculado”, disse a Receita.

Agencia Brasil.

Comente

Carnaval terá céu nublado e chuvas em todas as regiões potiguares, prevê Emparn

20/02/2020

Previsão é que temperatura varie entre 24ºC e 32ºC em Natal e alta umidade, que aumenta sensação de calor.

Por G1 RN

RN terá período de carnaval chuvoso, segundo Emparn (arquivo) — Foto: Bruno Andrade

RN terá período de carnaval chuvoso, segundo Emparn (arquivo) — Foto: Bruno Andrade

A previsão do tempo para o fim de semana e o carnaval é de predominância de céu parcialmente nublado com pancadas de chuvas em todas as regiões potiguares, apontam as análises da Unidade Instrumental de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), divulgadas nesta quinta-feira (20).

No litoral e região metropolitana de Natal, a expectativa é de que as chuvas ocorram a qualquer hora do dia até sábado (22). Já no interior, as precipitações são esperadas durante o período da tarde e início da noite, e poderão ser acompanhadas de trovoadas e descargas elétricas.

A temperatura, na capital, deve variar entre 24ºC e 32ºC e no interior, nas regiões serranas, devem ficar entre 22ºC e ultrapassar os 35ºC.

“Com a umidade relativa do ar acima do normal (85% a 90%), a sensação térmica (de mais calor) aumenta”, alerta o chefe da Unidade, o meteorologista Gilmar Bristot.

Veja as previsões da Emparn

·         Sexta-Feira (21/02) - Céu parcialmente nublado em todo o Estado com pancadas de chuvas em todas as regiões. No interior, chove durante a tarde e noite.

·         Sábado (22/02) –Céu parcialmente nublado a claro em todo o Estado com pancadas de chuvas.

·         Domingo (23/02) - Céu parcialmente nublado a claro em todo o Estado com pancadas de chuvas fracas.

·         Segunda-Feira (24/02) - Céu parcialmente nublado a claro em todo o Estado com pancadas de chuvas fracas.

·         Terça-Feira (25/02) - Céu parcialmente nublado a claro em todo o Estado com pancadas de chuvas em todas as regiões.

Comente

Inmet emite novo alerta de chuva intensa com 'perigo potencial' em todos os municípios do RN

20/02/2020

Chuvas terão entre 20 e 30 milímetros por hora ou 50 por dia. Ventos devem atingir até 60 km/h.

Inter TV Cabugi

Chuva Natal  — Foto: Inmet emite novo alerta de chuva intensa com 'perigo potencial' em todos os municípios do RN

Chuva Natal — Foto: Inmet emite novo alerta de chuva intensa com 'perigo potencial' em todos os municípios do RN

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um novo alerta de chuvas intensas, com perigo potencial, em todos os municípios do Rio Grande do Norte. O Inmet já havia feito um primeiro alerta nesta quarta-feira (19), que agora foi renovado. O novo aviso é válido das 10h25 desta quinta (20) até as 10h da sexta (22).

De acordo com o Instituto, as chuvas terão entre 20 e 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros por dia. Além disso, os ventos serão intensos, atingindo de 40 a 60 km/h.

Em caso de rajadas de vento, o Instituto Nacional de Meteorologia orientou que a população não se abrigue debaixo de árvores e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Outra recomendação é evitar usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

Média de chuva de fevereiro é superada em Natal

De acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), a média de chuva esperada para o mês de fevereiro inteiro em Natal já foi superada até esta quinta-feira (20). O esperado era de 100 a 110 milímetros e já foram contabilizados 121 milímetros.

O meteorologista Gilmar Bistrot afirma que a intensidade das chuvas deve diminuir nos próximos dias. Segundo ele, deve chover até a segunda-feira (24) na capital potiguar, porém não com o mesmo volume que tem sido registrado nos últimos dias.

Comente

Centenas de cidades estão à beira do colapso financeiro; RN tem destaque

20/02/2020

Levantamento da Confederação Nacional dos Municípios aponta que 69 prefeituras decretaram calamidade nas contas públicas em 2019; outras 229 devem seguir me

Município de Bento Fernandes, no RN, tem cerca de 5,5 mil habitantes, segundo o IBGE

Em ano eleitoral, centenas de cidades brasileiras estão próximas do colapso financeiro. Levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) – divulgado nesta quinta-feira (20) pelo portal de notícias G1 – revela que 229 prefeitos devem decretar calamidade nas contas públicas em 2020. O número esperado para este ano é bem maior do que o observado em 2019, quando 69 prefeituras emitiram esse tipo de decreto. No Rio Grande do Norte, a cidade de Bento Fernandes ganhou destaque nacional.

Na prática, o dispositivo serve para alertar governos estaduais, União e sociedade de que serviços públicos municipais serão afetados devido à crise financeira, mas não exime o gestor local da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“Por meio desse decreto, o gestor está dizendo para a população que vai ter de cortar serviços, que não está conseguindo, com o orçamento, cumprir as obrigações que foram atribuídas (ao município) nos últimos anos”, diz o presidente da CNM, Glademir Aroldi.

O pedido de calamidade financeira é só a ponta de uma profunda crise enfrentada pelos municípios brasileiros. Desde a promulgação da Constituição, em 1988, as prefeituras passaram a assumir um papel maior na prestação de serviços públicos, sem que os orçamentos dessem conta das novas obrigações.

Isso porque a maioria das cidades não tem autonomia financeira. Um estudo conduzido pela pesquisadora Lorreine Messias evidencia bem esse quadro. Os principais tributos arrecadados pelas prefeituras – IPTU, ISS e ITBI (Imposto Predial Territorial Urbano, Imposto sobre Serviços e Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis) – não são suficientes para equilibrar os orçamentos. E quanto menor o município, em geral pior a situação.

De acordo com o levantamento, nas cidades com até 5 mil habitantes a arrecadação desses três impostos representa apenas 2,26% da receita total. Numa faixa superior, entre 5 mil e 20 mil habitantes, a soma de IPTU, ISS e ITBI corresponde a 3,67% da receita.

Em geral, o quadro vai se atenuando conforme os municípios vão crescendo de tamanho. Entre as cidades com mais de 1 milhão de habitantes, por exemplo, a arrecadação dos três tributos chega a 26,86% da receita total.

“Mais da metade dos municípios possui população inferior a 20 mil habitantes e, nesses municípios, a gente nota que a receita própria não alcança 4% da arrecadação total. Ou seja, essas cidades têm hoje poucas condições de custear as suas despesas correntes”, diz Lorreine.

“O quadro só começa a melhorar quando a gente olha para municípios de maior porte, a partir dos médios e grandes, nos quais a receita própria assume uma posição entre 20% e 30% da receita total”, afirma.

Falência no RN

Em agosto do ano passado, o prefeito de Bento Fernandes, Júnior Marques, tomou uma medida extrema: decretou a falência do município. Na cidade de 5,5 mil habitantes, os salários dos servidores ficaram atrasados e serviços básicos, como aulas nas escolas públicas, foram interrompidos. À época, Marques disse que a solução seria fechar a prefeitura.

A situação de Bento Fernandes se complicou bastante, porque a cidade se enrolou com a Justiça. No passado, a administração municipal deixou de repassar as contribuições sociais descontadas dos salários dos servidores para o Fundo de Seguridade Social da Receita Federal.

Em junho de 2019, a Justiça determinou a execução do pagamento da dívida do município com o Fisco por meio de precatórios. A situação só começou a ser normalizada em outubro.

“A gente conseguiu superar esse problema porque os precatórios foram suspensos”, diz o prefeito de Bento Fernandes. “Se ainda estivesse do mesmo jeito, a cidade estava parada, sem sombra de dúvidas.” Agora RN.

Comente

MPF reforça denúncias contra grupo que desviou mais de R$ 5 milhões no RN

20/02/2020

Operação Êpa! desvendou esquema de contratação irregular de empresas com recursos que deveriam promover a capacitação de pessoas carentes

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou as alegações finais da denúncia decorrente da chamada Operação Êpa!, deflagrada em 2011. Um grupo de oito pessoas estava envolvido no desvio e apropriação de verbas públicas relacionadas a 16 convênios firmados entre os ministérios do Trabalho e Emprego (MTE) e do Desenvolvimento Agrário (MDA) com o Instituto Espaço de Produção ao Desenvolvimento Sustentável (Instituto Êpa!) e a Cooperativa dos Trabalhadores Autônomos (CTA).

As irregularidades ocorreram entre setembro de 2006 até aproximadamente outubro de 2011 e os desvios totalizaram R$ 5.429.454,73, fruto de convênios que previam qualificação profissional da população mais carente, desenvolvimento da agricultura familiar e dos territórios rurais, entre outros serviços, tanto no Rio Grande do Norte, quanto na Paraíba, Pernambuco e Alagoas.

As alegações finais do MPF, de autoria do procurador da República Fernando Rocha, pedem a condenação de Aurenísia Celestino Figueiredo Brandão, Cid Celestino Figueiredo Sousa, Ângelo Márcio Fernandes de Sousa, Valter de Carvalho, José César da Costa Calado Filho, Wagner de Lima Costa, Jairo Duarte Pinheiro e Flávio de Aquino Carvalho por dispensa indevida de licitação (art. 89, da Lei nº 8.666/93) e peculato (art. 312 do Código Penal). Os quatro primeiros também serão julgados por associação criminosa (288 do Código Penal) e todos os oito poderão ainda ser condenados a restituir de forma solidária o prejuízo causado aos cofres públicos.

Dos 13 nomes incluídos inicialmente na denúncia – que tramita na Justiça Federal sob o número 0812298-73.2016.4.05.8400 -, o MPF pede a absolvição de quatro deles (Ciro Celestino Figueiredo Sousa, Pedro Ratts de Ratis, Maria Adelaide Del Rei Costa Santos e Marcelo José Predis dos Santos) e ainda benefícios de redução de pena em favor de Sidney Rodrigues dos Santos, em decorrência de colaboração premiada.

Funcionamento – De acordo com o MPF, Aurenísia Celestino comandava o esquema, tendo presidido o Êpa! na época das irregularidades. O diretor financeiro do instituto era seu irmão, Cid Celestino. Ela também atuou como presidente da CTA de maio de 2006 a maio de 2014. A investigação teve início em maio de 2010, a partir de fiscalização realizada pela Controladoria Geral da União (CGU), e culminou na deflagração da “Operação Êpa!”, em 14 de dezembro de 2011, pela Polícia Federal, com apoio da CGU e do MPF. Nas buscas, chegou a ser encontrada, na sede da CTA, uma espécie de “cartilha” de como fraudar uma proposta em uma licitação/cotação.

O grupo simulava cotações de preços, fraudando diversos documentos, para efetivar os desvios de recursos vindos dos ministérios. Incluíam como concorrentes empresas dos próprios dirigentes e ainda de amigos e parentes, além de outras às quais eram repassados os recursos – sem que houvesse a prestação de serviços – com a condição de que 85% do dinheiro fosse devolvido para os dirigentes do instituto ou da cooperativa.

Aurenísia Celestino, que também trabalhava como contadora, chegava a usar documentos de empresas de seus clientes particulares, sem conhecimento destes, para fazer parecer que havia, de fato, concorrência nas cotações de preço. A autenticação era providenciada por Sidney Rodrigues, tabelião substituto no 2º Ofício de Notas do Município de Santo Antônio.

Ângelo Márcio, por sua vez, foi presidente da CTA e responsável pela empresa A M F de Sousa – ME e pela Associação de Promoção ao Desenvolvimento Local – APDL, ambas beneficiadas. Ele chegava a figurar, ao mesmo tempo, como coordenador do convênio e contratado das entidades. De forma semelhante agia Valter de Carvalho, diretor do Instituto de Assessoria à Cidadania e ao Desenvolvimento Local Sustentável (IDS). Sogro de Ângelo, ele foi ligado à APDL e chegou a atuar como coordenador de convênios tanto para a CTA quanto para o Instituto Êpa!, tendo nessa função solicitado pagamentos em favor de suas próprias empresas (IDS e Assocene). Ele recebeu recursos através de contas de sua esposa, da nora e de seu filho, Flávio de Aquino, outro dos réus.

Comissão – Favoreceram-se ainda dos desvios de recursos, figurando como “vencedores de cotações de preços artificiosamente montadas ou meramente concorrentes”, José César (representante da Clarit Comercial Ltda.); Wagner de Lima (Medeiros & Cavalcanti Ltda. ME), Jairo Duarte (J D Pinheiro) e o próprio Flávio de Aquino (Aquino e Gonçalves Ltda. – Freela).

Wagner de Lima e Jairo Duarte confessaram ter emitido notas fiscais contendo informações falsas, a pedido de Aurenísia e em troca da “comissão” de 15%.

Miscelânea – Os convênios previam qualificação profissional nas áreas de Construção Civil, Petróleo, Gás e Turismo, além de outros serviços a serem executados no Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas. As empresas envolvidas nas fraudes em sua maioria sequer contavam com os serviços e produtos aos quais “concorreram”. Estes eram fornecidos por terceiros contratados diretamente pelos denunciados, “de maneira precária, sem qualquer obediência a critérios qualitativos”.

Houve empresa de construção contratada para realizar transporte de alunos da zona rural. Papelaria concorrendo na locação de automóveis e pizzaria a contratos de qualificação de pessoal. A própria Aurenísia chegou a ser registrada como contratada para prestação de serviço de transporte escolar. O endereço de uma de suas empresas, a Celestino & Figueiredo Ltda, era o mesmo informado como sendo a sede da CTA, bem como o escritório de contabilidade da ré e lá funcionava ainda o telefone pertencente à A. M. F de Sousa, do réu Ângelo Márcio.

Agora RN.

Comente

Após deixar UTI, Cid Gomes é transferido para Fortaleza

20/02/2020

Senador licenciado está conversando e respirando normalmente

Nesta quarta (19), Cid Gomes foi atingido por dois disparos de arma de fogo ao tentar furar um bloqueio feito por policiais

Após receber alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Coração de Sobral, no Ceará, o senador licenciado Cid Gomes foi transferido no final da manhã desta quinta-feira (20) para uma unidade de saúde de Fortaleza. Em nota, a assessoria informou que Cid está conversando e respirando normalmente e que a transferência do senador ocorre por “questões familiares”.

“O senador licenciado Cid Gomes recebeu, no Hospital do Coração de Sobral, todos os cuidados necessários para que sua integridade física e sua vida fossem preservadas. Permaneceu na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) durante 12 horas por cautela e, na manhã deste quinta-feira (20/02) foi transferido pra o quarto. Está bem, conversando e respirando normalmente. Por questões familiares, está sendo transferido para Fortaleza”, diz a nota.

Nesta quarta (19), Cid Gomes foi atingido por dois disparos de arma de fogo ao tentar furar um bloqueio feito por policiais grevistas no 3º Batalhão da Polícia Militar de Sobral.

Os tiros atingiram a clavícula do senador licenciado. Uma saiu e a outra, alojada no pulmão, teve que ser retirada. Após sofrer o ferimento, o senador foi levado para o Hospital do Coração de Sobral onde passou por procedimentos de estabilização. Ele chegou a ser transferido para a Santa Casa de Misericórdia de Sobral para realizar um exame de tomografia que não constatou alterações neurológicas ou cardíacas. Em seguida, retornou para o Hospital do Coração.

Força Nacional

No início da manhã, um grupo de militares da Força Nacional de Segurança Pública embarcou do Aeroporto Internacional de Brasília com destino ao estado do Ceará. O avião da Polícia Federal transportando os militares decolou às 8h. Um segundo grupo embarca às 15h, devendo chegar na capital cearense às 17h45.

O envio da Força Nacional ao Ceará foi determinado pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, após solicitação do governador Camilo Santana. A portaria, autorizando a medida, está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (20).

Em pronunciamento divulgado nessa quarta-feira (19) nas redes sociais, o governador Camilo Santana disse que vai punir todos os militares envolvidos em atos de indisciplina e vandalismo.

“Diante desses atos de indisciplinas e vandalismos, praticados por alguns grupos, determinei, já ontem, que todos os policiais envolvidos em atos que configurem crime militar sejam afastados, respondam a inquérito policial militar instaurado pelos comandos também a processos administrativos disciplinar e que tenham o salário cortado imediatamente.”Agora RN.

Comente

Caixa anuncia financiamento imobiliário com juros fixos

20/02/2020

Condições são válidas para imóveis residenciais novos e usados; cliente poderá escolher entre os sistemas de amortização SAC ou PRICE

Em 2019, a Caixa concedeu R$ 26,6 bilhões em crédito imobiliário pelo Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE)

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quinta-feira (20) o lançamento de uma nova linha de crédito habitacional com taxa fixa. As contratações podem ser feitas a partir desta sexta (21) com juros de 8% a 9,75% ao ano, dependendo do tempo de financiamento e do relacionamento do cliente com o banco.

“Vamos permitir que as pessoas tomem empréstimos por 20 anos, 30 anos, sabendo desde o primeiro dia quanto elas vão pagar”, disse o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, durante cerimônia de lançamento da nova linha de crédito, no Palácio do Planalto.

As condições são válidas para imóveis residenciais novos e usados, com quota de financiamento de até 80% do valor do imóvel. O cliente poderá escolher entre os sistemas de amortização SAC (com parcelas decrescentes), para contratos de até 360 meses, ou Price (parcelas fixas), para financiamento de até 240 meses.

No ano passado, o presidente da Caixa havia adiantado a intenção do banco em adotar o crédito habitacional pré-fixado. Nesta quinta-feira, ele explicou que agora, os clientes têm três opções de contratação: com correção pela Taxa Referencial (TR), definida pelo Banco Central; pela inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA); ou sem correção.

“O que nós queremos oferecer para a sociedade? Opções. Nós não queremos dizer para o cliente o que ele tem que fazer. Então, nós oferecemos o crédito por TR, oferecemos pela inflação, que neste governo está no nível mais baixo, e agora oferecemos sem inflação e sem TR”, disse.

O crédito habitacional com contratos corrigidos pela inflação foi adotada em agosto do ano passado pela Caixa. Nessa modalidade, os juros variam de 2,95% a 4,95%. Já pela TR, as taxas vão de 6,5% a 8,5%.

Durante seu discurso, o presidente Jair Bolsonaro comentou as facilidades atuais do financiamento habitacional. “Quem podia pensar um dia alguém falar em credito imobiliário com taxa fixa? Meu pai morou em 20 imóveis de aluguel. Não precisa falar que ficou inadimplente para mudar tanto assim. Hoje em dia não teria esse problema”, brincou.

Para o ministro da Economia, Paulo Guedes, medidas como as anunciadas hoje pela Caixa, mostram que o governo está democratizando o acesso ao crédito, ao incluir “os brasileiros das camadas mais humildes” no financiamento imobiliário. E isso só é possível, segundo ele, pois as reformas estruturantes que estão sendo implementadas estão permitindo que os juros desçam e a economia comece a girar.

Hoje, a taxa básica de juros, a Selic, está em 4,25% ao ano, o menor nível da história.

“Quando fazemos política econômica estamos pensando em todos os brasileiros e particularmente nos mais humildes. O modelo antigo, com juros lá em cima, transformava os empresários, os empreendedores brasileiros, em rentistas, em vez de fazerem investimentos e criarem empregos. E justamente as famílias mais humildes, empregadas domésticas inclusive, a quem eu peço desculpa se puder ter ofendido, dizendo que a mãe do meu pai foi empregada doméstica. Qual o problema de fazer uma referência como essa, mostrando que os preços estão empurrando a população em direções equivocadas? Um Brasil cheio de belezas naturais e as pessoas pensando em não viajar para o Nordeste, por exemplo, porque estava 50% mais caro ir para o Nordeste brasileiro do que ir para o exterior”, disse Guedes

A fala do ministro foi uma referência ao discurso que ele fez na semana passada dizendo que o dólar mais alto desestimula a viagem de brasileiros ao exterior. Na ocasião, ele aconselhou os turistas que deixem de ir para outros países todos os anos e conheçam mais o Brasil.

Sistema de poupança e crédito

Em 2019, a Caixa concedeu R$ 26,6 bilhões em crédito imobiliário pelo Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE), que têm recursos captados, principalmente, dos depósitos de poupança pelos bancos e outras instituições financeiras.

Os clientes podem fazer simulações e sabe Agencia Brasil.

Comente

Comissão mista da reforma tributária é instalada

19/02/2020

Primeira reunião da comissão ocorrerá logo após o carnaval

Congresso Nacional

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, instalou, na tarde de hoje (19), a comissão mista especial que discutirá a reforma tributária. Alcolumbre recebeu a informação de que todos os partidos já haviam indicado os 50 membros (25 senadores e 25 deputados) do colegiado e, com isso, deu sinal verde para o início dos trabalhos, o que ocorre com a instalação.

A primeira reunião da comissão ocorrerá logo após o carnaval, de acordo com seu presidente, o senador Roberto Rocha (PSDB-MA). Serão 45 dias para que os 50 parlamentares cheguem a uma proposta única, utilizando elementos de textos já existentes na Câmara e no Senado sobre o assunto. A palavra de ordem de Rocha e do relator da comissão, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) é convergência.

Segundo o presidente da comissão, a ideia é simplificar a tributação aos consumidores e também para as exportações. “Nós temos que desonerar os mais pobres, desonerar exportações e, ao mesmo tempo, fazer com que esse sistema ofereça ao Brasil competitividade no plano mundial”.

O senador tucano também afastou a possibilidade do governo mandar uma outra proposta de reforma tributária. Seriam, nesse caso, três propostas na mesa. “Ao final, quem tem três não tem nenhuma”, disse. Ele disse já ter conversado com o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o orientado a apresentar sugestões de pontos interessantes ao governo.

Já Aguinaldo reforçou que os empresários também precisarem fazer sua parte nas reformas, em alusão a uma declaração feita há alguns dias pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Ao mesmo tempo, o deputado disse que nenhum setor deve temer a proposta de reforma. “Ninguém tem o que temer. Quem tem o que temer é a sociedade brasileira no sistema atual. Uma sociedade extremamente desigual, onde quem é mais rico paga menos e quem é mais pobre paga mais”.

Após os 45 dias, a Proposta de Emenda da Constituição (PEC) já preparada pela comissão vai à Câmara dos Deputados, onde passará pelos trâmites tradicionais: Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), comissão especial e plenário. Caso aprovada, segue para o Senado, onde seguirá para CCJ da Casa e, em seguida, para o plenário.

Atraso

A comissão estava prevista para ser instalada no começo deste mês, um dia depois do início do ano legislativo. Entretanto, a falta de acordo entre os representantes da Câmara e do Senado atrasou o início dos trabalhos.

O presidente da comissão já adiantou que o tempo será curto. “Esse ano só tem até o meio. Porque na outra metade temos eleições municipais e essa comissão vai concorrer com a agenda de pré campanha”. Ele, no entanto, afirmou que já existem discussões sobre a proposta e consensos já estão sendo formados.

Prioridade do governo no Congresso, em 2020, a discussão em torno de uma reforma tributária ganhou força no ano passado após a aprovação da reforma da Previdência. Tanto a Câmara dos Deputados quanto o Senado têm propostas de emendas à Constituição sobre a reforma tributária, a PEC 45/2019 e a PEC 110/2019, respectivamente.

Ambas propõem a extinção de diversos tributos que incidem sobre bens e serviços, que seriam substituídos por um imposto único sobre o valor agregado. Os textos serão discutidos agora na comissão mista especial.

Agencia Brasil.

Comente

Receita antecipa pagamento de lotes de restituição do Imposto de Renda

19/02/2020

A partir deste ano, contribuinte receberá declaração pré-preenchida

 IMPOSTO DE RENDA, Declaração IRPF 2019

A partir deste ano a Receita Federal antecipará o pagamento dos lotes de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). Tradicionalmente paga em sete lotes, de junho a dezembro, a restituição será paga em cinco lotes, do fim de maio ao fim de setembro.

Pelo cronograma anunciado hoje (19) pela Receita Federal, o primeiro lote será pago em 29 de maio. Os lotes seguintes serão pagos em 30 de junho, 31 de julho, 31 de agosto e 30 de setembro.

Também a partir deste ano, o próprio programa gerador da declaração do Imposto de Renda fornecerá a declaração pré-preenchida para os contribuintes com certificação digital. As informações da base de dados da Receita vão diretamente para o programa gerador, cabendo ao contribuinte apenas validar os dados e transmitir a declaração.

Em vigor desde 2014, a declaração pré-preenchida estava disponível no Centro de Atendimento Virtual (e-CAC) da Receita, e o contribuinte com certificação digital precisava gerar um arquivo, salvá-lo no computador e somente então o importar para o programa gerador.

Doações

Outra novidade é a realização de doações de até 3% do imposto devido a fundos controlados pelos conselhos municipais, estaduais e nacionais do idoso diretamente na declaração anual. Instituída pela Lei 13.797/2019, a novidade vale para declarações a partir de 2020. Até agora, as doações poderiam ser feitas no ano corrente, mas não diretamente na declaração, como ocorre com os fundos para os direitos da criança e do adolescente.

Por causa da perda de validade da lei que regulamentava o benefício, as contribuições dos patrões para a Previdência Social de empregados domésticos não poderão ser mais deduzidas. De 2006 até o ano passado, o contribuinte poderia abater R$ 1.251,07, correspondente à contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social dos trabalhadores domésticos correspondente ao salário mínimo.

A Receita também ampliou o prazo para o contribuinte agendar o débito automático da primeira cota ou cota única do imposto. Até agora, quem entregava a declaração até o fim de março tinha direito ao agendamento. A partir deste ano, a funcionalidade estará disponível para quem transmitir o documento até 10 de abril.

Obrigatoriedade

O prazo de entrega da declaração começará às 8h de 2 de março e irá até as 23h59min59s de 30 de abril.

A Receita Federal espera receber 32 milhões de declarações do Imposto de Renda. O programa gerador poderá ser baixado na página da Receita na internet a partir das 8h desta quinta-feira (20).

Deve entregar a declaração 2020 (ano-base 2019) o contribuinte que recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano passado, o equivalente a R$ 2.196,90 por mês, incluído o décimo terceiro. Também deve apresentar o documento quem teve receita bruta de atividade rural superior a R$ 142.798,50; contribuintes com rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte de mais de R$ 40 mil, e contribuintes com patrimônio de mais de R$ 300 mil em 31 de dezembro.

Também deve entregar a declaração quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos ou fez operações na bolsa de valores; quem passou à condição de residentes no Brasil em qualquer mês no ano passado e quem optou pela isenção de Imposto de Renda incidente sobre o ganho de capital na venda de imóveis residenciais e comprou outro imóvel até 180 dias depois da venda.

Deduções

Exceto no caso das contribuições de empregadas domésticas e de fundos para direitos de idosos, os valores de deduções não mudaram em relação a 2019. O limite de abatimentos na declaração simplificada continuará em R$ 16.754,30. As deduções por dependente, em R$ 2,275,08. As deduções de gastos com educação, em R$ 3.561,30. As contribuições para a previdência complementar poderão totalizar até 12% do rendimento tributável.

Agencia Brasil.

Comente

Senador Cid Gomes foi vítima de dois tiros de arma de fogo por parte de PMs

19/02/2020

Novos exames estão sendo feitos, mas Cid não corre risco de morte

Senador após ser baleado em Sobral (CE)

O senador Cid Gomes (PDT-CE), de 56 anos, foi atingido por dois tiros de arma de fogo, e não com tiros de borracha, conforme havia sido divulgado anteriormente. Cid foi baleado na tarde desta quarta-feira (19) em meio a um protesto de policiais que reivindicam aumento salarial. O senador pilotava uma retroescavadeira e tentava furar um bloqueio feitos por policiais militares no Centro de Sobral.

Ciro Gomes (PDT), irmão de Cid e ex-governador do Ceará, comentou em sua conta no Twitter sobre o caso. Segundo Ciro, o senador foi vítima de dois tiros de arma de fogo “por parte de policiais militares amotinados e mascarados”.

“Até aqui as informações médicas são de que as balas não atingiram órgãos vitais apesar de terem mirado seu peito esquerdo. Novos exames estão sendo feitos, mas a palavra aos familiares e amigos é de que Cid não corre risco de morte”, informou Ciro Gomes.

Ciro Gomes
 
@cirogomes
 
 

Meu irmao Cid Gomes foi vitima de dois tiros de arma de fogo por parte de policiais militares amotinados e mascarados em Sobral, nossa cidade. Até aqui as informações médicas são de que as balas não atingiram órgãos vitais apesar de terem mirado seu peito esquerdo. (...)

Comente