Operação da PF investiga desvio de dinheiro para perfuração de poços na Paraíba

25/11/2020

Pelo menos 15 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em João Pessoa e Araruna, na Paraíba, e em Parnamirim, no Rio Grande do Norte.

Por G1 PB

Em João Pessoa, um dos mandados de busca e apreensão é cumprido em um condomínio de luxo — Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco

Em João Pessoa, um dos mandados de busca e apreensão é cumprido em um condomínio de luxo — Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco

Pelo menos 15 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em uma operação da Polícia Federal realizada na manhã desta quarta-feira (25) em João Pessoa e Araruna, na Paraíba, e em Parnamirim, no Rio Grande do Norte. De acordo com a PF, a Operação “Poço Sem Fundo”, investiga desvio de dinheiro destinado à perfuração de poços e instalação de sistemas simplificados de abastecimento de água na Paraíba. 

Em João Pessoa, policiais federais e auditores da Controladoria-Geral da União cumpriram um dos mandados de busca e apreensão em um condomínio de luxo no bairro do Altiplano. Também estão sendo cumpridos mandados no prédio do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) na capital. Pelo menos 70 policiais e sete auditores participam da ação. 

Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão no prédio do DNOCS em João Pessoa — Foto: Felícia Arbex/TV Cabo Branco

Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão no prédio do DNOCS em João Pessoa — Foto: Felícia Arbex/TV Cabo Branco

Comente

Homem suspeito de estuprar idosa de 65 anos é preso na Grande Natal

25/11/2020

Caso aconteceu na Praia de Pirangi. Segundo Delegacia de Atendimento à Mulher, suspeito de 32 anos também descumpriu medida protetiva por violência doméstic

Inter TV Cabugi

Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), em Parnamirim (RN) — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), em Parnamirim (RN) — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Um homem de 32 anos suspeito de ter estuprado uma idosa de 65 anos foi preso nesta terça-feira (24) no município de Parnamirim, na Região Metropolitana. 

O suspeito foi detido num primeiro momento por outra violação. Ele descumpriu uma medida protetiva por violência doméstica contra outra mulher e precisava ficar a uma distância de pelo menos 100 metros da vítima. 

Segundo a delegada Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Panamirim, Luana Aby Faraj, além da prisão pelo descumprimento da medida protetiva, o suspeito confessou o crime de estupro, que aconteceu na praia de Pirangi do Norte, no litoral Sul. 

A delegada explicou que o próximo passo da investigação já foi feito: a solicitação dos exames de comparação biológica para que o estupro seja comprovado. 

De acordo com a DEAM, o suspeito responde a sete inquéritos policiais por violência doméstica. Ele cumpria pena em regime fechado e havia sido solto há pouco tempo. 

O homem detido fez exame de corpo de delito para laboratório de DNA do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) nesta terça-feira (24) e em seguida foi encaminhado ao sistema prisional. 

Comente

Homens armados fazem arrastão em marcenaria em Parnamirim

25/11/2020

Funcionários forma trancados em um cômodo do estabelecimento.

 Inter TV Cabugi

Crime aconteceu em marcenaria no Parque Industrial, Parnamirim — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Crime aconteceu em marcenaria no Parque Industrial, Parnamirim — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Dois homens armados fizeram um arrastão em uma marcenaria em Parnamirim, na Grande Natal, na noite desta terça (24). Pelo menos 9 funcionários do estabelecimento foram roubados. 

Os criminosos chegaram em uma moto na marcenaria que fica no Parque Industrial. Uma das vítimas contou que todos foram trancados em uma sala e que os bandidos foram extremamente agressivos. “Eles fizeram pressão psicológica pedindo mais celulares”, disse a vpitima que pediu para não ser identificada. 

Sete celulares, bolsas, talões de cheques, carteiras, dinheiro e joias dos funcionários foram levados. Os criminosos fugiram. As vítimas pretendem trabalhar de portas fechadas a partir de agora. 

Comente

Edital do concurso da Polícia Civil do RN é publicado; inscrições começam dia 27 de novembro

25/11/2020

Inscrições podem ser feitas até 21 de dezembro. São oferecidas 301 vagas.

Por G1 RN

Quadro da Polícia Civil no RN não é renovado há 12 anos — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Quadro da Polícia Civil no RN não é renovado há 12 anos — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

O edital do concurso público da Polícia Civil foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta (25). São oferecidas 301 vagas, todas de nível superior. As inscrições podem ser feitas pela internet a partir de sexta-feira (27) até o dia 21 de dezembro. 

A taxa de inscrição custa R$ 150 para o cargo de delegado e R$ 120 para os cargos de agente e escrivão. AS provas estão previstas para 7 de março de 2021. 

São 47 vagas para delegado, 230 para agente de polícia e 24 para escrivão. Os salários são R$ 16.670,59 para delegados e R$ 4.731,90 para agente e escrivão. 

O último concurso da Polícia Civil foi em 2008, e o anterior, 15 anos antes. Ou seja, em quase três décadas, só houve dois concursos público para a Polícia Civil do Rio Grande do Norte. 

Na semana passada, a Polícia Militar finalizou um curso com a formação de mais de mil soldados e anunciou uma nova turma para 2021. O último concurso havia acontecido em 2005. 

Anunciado em janeiro deste ano, o concurso público da Polícia Civil previa o começo do curso de formação em agosto - para que os profissionais já fossem contratados no início de 2021. No entanto, por conta da pandemia do coronavírus, segundo o governo, o processo estava parado praticamente desde abril. 

Segundo a Associação dos Delegados de Polícia Civil (Adepol), o RN deveria ter um efetivo de 5.150 servidores na área, mas atualmente conta com 1.325 vagas ocupadas - apenas 26% do ideal. 

 
 

Comente

Amapá: fornecimento de energia é restabelecido e rodízio, suspenso

24/11/2020

Normalização ocorreu após funcionamento do segundo transformador

O Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, realizou uma visita técnica à subestação de Laranjal do Jari, no interior do Amapá.

Vinte e um dias após um incêndio em uma subestação energética de Macapá deixar 13 das 16 cidades do Amapá sem energia elétrica, a empresa privada concessionária do serviço público, Linhas de Macapá Transmissora de Energia (LMTE), conseguiu colocar em funcionamento um segundo transformador, permitindo o restabelecimento do fornecimento de luz. 

Com a restauração da carga de energia de que o sistema necessita para funcionar plenamente, a estatal amapaense responsável pela distribuição da energia elétrica, a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), anunciou o encerramento do rodízio imposto pelo incêndio na subestação pertencente a LMTE. 

“A normalização do serviço ocorreu após a entrada em funcionamento do segundo transformador, esta madrugada”, informa a CEA, em nota. “Com isto, o fornecimento foi garantido em 100% para atender os 13 municípios que foram afetados com o acidente na subestação de Macapá, no dia 3 de novembro […] e o rodízio do fornecimento de energia foi oficialmente encerrado”, acrescenta a companhia. 

Outro transformador da subestação Macapá já vinha operando desde a madrugada do dia 7. Além disso, no último sábado (21), duas usinas termelétricas (UTEs Santana II e Santa Rita), operadas pela estatal Centrais Elétricas do Norte do Brasil (Eletronorte), foram acionadas a fim de reforçar o suprimento energético para o estado. 

Segundo o Ministério de Minas e Energia, o segundo transformador da subestação Macapá foi energizado por volta das 3h30 de hoje (24), possibilitando que o fornecimento de energia elétrica fosse restabelecido. “O sistema elétrico do Amapá conta, atualmente, com o suprimento a partir de dois transformadores na subestação (que conecta o estado ao Sistema Interligado Nacional), da geração da usina hidrelétrica Coaracy Nunes e da geração térmica local instalada nesta semana”, assinala a pasta, também em nota. 

O transformador que começou a funcionar esta madrugada foi transportado do município de Laranjal do Jari, na região sul do Amapá, a bordo de uma balsa, e chegou à capital no fim da noite do último dia 17. Só o transporte pelo rio demorou cerca de 30 horas. 

De acordo com o Ministério de Minas e Energia, outras medidas conjuntas já estão sendo adotadas pelas diversas organizações do setor para “aumentar a confiabilidade” do fornecimento de energia elétrica para a população. Além disso, as razões do incêndio do dia 3, bem como de um segundo blecaute, registrado no último dia 17, estão sendo apuradas. Agencia Brasil.

Comente

Taxa de ocupação de leitos críticos para covid no RN nesta terça-feira é de 49.5%; Grande Natal tem 46,3% e Oeste 62,1%

24/11/2020

Covid-19

(Foto: Reprodução/Regula/Sesap) 

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta terça-feira (24). Quanto à taxa de ocupação geral das unidades de saúde, os números no fim da manhã mostram 49,5%. Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 181. 

Segundo a Sesap, o Seridó registra 33,3% dos leitos ocupados, seguido da Região Metropolitana(46.3%); e a região Oeste tem (62,1%) – em destaque como o índice mais alto. 

Comente

Bolsonaro garante que águas do Rio São Francisco chegarão ao RN em 2021

24/11/2020

Transposição

Foto: Reprodução/Instagram/Jair Bolsonaro 

O presidente Jair Bolsonaro reforçou nessa segunda-feira(23) que o governo federal tem tomado todas as medidas necessárias para que, até 2021, o governo possa levar água do Rio São Francisco até o Rio Grande do Norte. 

“Garantir água para o Nordeste é prioridade para o nosso governo. As águas já chegaram a Pernambuco, Paraíba e Ceará, sem custos para os Estados; e em função das ações do meu governo, chegarão ao Rio Grande do Norte no próximo ano”, disse. 

O presidente ainda completou: 

“Desde a concepção do projeto, em 2005, ficou acordado que os Estados assumiriam os custos da operação e manutenção da transposição, o que já deveria ter acontecido. Apesar de termos atendido a todos os pedidos dos governadores na negociação em curso, até hoje os Estados não assumiram a operação. O governo Jair Bolsonaro nada cobra pela água que chega a esses estados. Os governos de Pernambuco e Paraíba, por sua vez, cobram dos usuários uma tarifa pelo consumo dessa água que recebem de graça do Governo Federal. A parceria com a iniciativa privada não é uma privatização. Estudamos uma alternativa para a eficiente operação e manutenção do sistema. Não abriremos mão das decisões sobre o uso da água e do patrimônio construído pelo governo federal. 

Comente

RN registra 206 novos casos de coronavírus e 01 óbito nas últimas 24 horas

24/11/2020

Covid-19

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta terça-feira (24). Foram mais 206 casos confirmados, totalizando 86.974. Nessa segunda-feira(23) eram 86.768 infectados. 

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 2.664 no total. Uma(01) morte nas últimas 24 horas e outras três(03) após confirmação de exames laboratoriais de dias anteriores. Em investigação estão 406 óbitos. 

Casos suspeitos somam 40.580 e descartados 210.453. Recuperados são 47.431. 

Comente

Correios: brasileiros pagam 224 milhões de reais para manter a estatal

24/11/2020

Correios.

A última greve dos Correios, que durou 35 dias: estatal passa por dificuldades financeiras (Alex de Jesus /O Tempo/Estadão Conteúdo) 

Para cobrir o rombo nas contas dos Correios causado por três anos de prejuízos consecutivos, registrados entre 2015 e 2017, a estatal precisou contrair operações de crédito de 750 milhões de reais junto do Banco do Brasil e consumir aplicações financeiras, aponta um relatório inédito da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest), do Ministério da Economia. 

A estatal também recebeu aportes do Tesouro, no valor de 224 milhões de reais, nos últimos dois anos, para poder continuar operando. 

O estudo preparado pela Sest faz parte do conjunto de esforços para a privatização dos Correios, que deve acontecer no início de 2022. 

O levantamento também revela que em 2018 e 2019 a receita gerada pela empresa, que voltou a entrar no azul, não foi suficiente para saldar as parcelas de empréstimos e financiamentos contraídos entre 2015 e 2017, quando os Correios acumularam um prejuízo de 5,5 bilhões de reais. 

Segundo o Ministério da Economia, hoje os Correios possuem uma capacidade limitada do pagamento de suas obrigações de curto e longo prazo, o que potencialmente a coloca como uma das estatais que correm o risco de se tornarem dependentes do Tesouro. Quando isso acontece, a União passa a bancar os custos totais da empresa, que são contabilizados no teto de gastos. 

O relatório mostra ainda que o custo de serviços e produtos dos Correios é elevado, sendo equivalente a 85,18% do total da venda líquida. 

Tanto o endividamento geral, referente à proporção do ativo comprometida com o pagamento de dívidas, como o de curto prazo aumentaram entre 2015 a 2019. Atualmente, o endividamento geral chega a 98,7% e o de curto prazo, a 33,25%. 

A liquidez geral, que diz respeito à capacidade de honrar as obrigações financeiras totais, é hoje de apenas 0,44%, 18 pontos percentuais menor do que em 2015. 

Nos últimos anos, o patrimônio líquido dos Correios também sofreu uma queda considerável, passando de 1,4 bilhão de reais em 2015 para 146,8 milhões em 2019. 

O rombo nas contas da empresa registrado em 2015, 2016 e 2017 é apontado como umas principais causas do problema, assim como o passivo do fundo de pensão dos Correios, o Postalis, de cerca de 7 bilhões de reais, de acordo com dados da Sest. Os Correios precisam arcar com parte do pagamento da dívida. 

A análise da Siest aponta que o passivo dos Correios chega hoje a 14 bilhões de reais. Quase a metade da dívida corresponde a pendências financeiras com o fundo de pensão dos funcionários, o Postalis, e o plano de saúde da empresa. 

Obrigações sociais e trabalhistas respondem por cerca de 17% do passivo. Outros 7% são compostos de dívidas com fornecedores. 

Já foi dado início ao processo de desestatização da empresa. No dia 10 de outubro, o projeto de lei que acaba com o monopólio dos Correios sobre o serviço postal foi enviado para apreciação da Secretaria-Geral da Presidência da República e da Casa Civil. A expectativa é que seja enviado ainda neste ano para o Congresso. 

Exame 

Comente

Clarão no céu chama a atenção de moradores no RN; astrofísico explica

24/11/2020

A luz pôde ser vista em todos os estados do Nordeste no início da noite desta segunda-feira (23).

  Inter TV Cabugi

Clarão no céu chama a atenção de moradores no RN — Foto: Cedida

Clarão no céu chama a atenção de moradores no RN — Foto: Cedida

Um clarão chamou a atenção de moradores de várias cidades do Rio Grande do Norte na noite desta segunda-feira (23). Vídeos e fotos da ‘luz misteriosa’ foram compartilhadas nas redes sociais. 

Em Natal, o músico André Araújo ficou intrigado com o clarão. “Ninguém sabe do que se trata,Um clarão estranho, todo mundo só falando nisso nas redes sociais. Eu fiquei curioso pra saber o que é, não acho que seja nada sobrenatural, mas sim algo relativo à ciência”, disse. 

Além do RN, o clarão também foi visto em outros estados do Nordeste como BahiaPiauí e Ceará. 

 

O astrofísico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, José Dias do Nascimento Junior, explicou que o clarão era uma sonda que faz parte de uma missão espacial da China para estudar a lua. “O clarão foi causado pelo foguete "Longa Marcha 5" que foi enviado à lua pela China. Faz parte de uma missão chinesa que leva a sonda para estudar vários aspectos da lua”, explicou. 

Comente

Fiocruz: 130 milhões podem receber vacina de Oxford em 2021

23/11/2020

Mas antes é preciso a confirmação de resultados e o registro na Anvisa

vacina Oxford,AstraZeneca

A vacina contra covid-19 que será produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com a farmacêutica Astrazeneca e a Universidade de Oxford deve chegar a 30 milhões de brasileiros a mais em 2021, aumentando o total de pessoas alcançadas no país até o fim do ano que vem para cerca de 130 milhões. O ganho de 30% deve ocorrer porque dados dos testes clínicos divulgados hoje (23) mostram que o protocolo de vacinação mais eficaz inclui uma dose reduzida na primeira aplicação, em vez de uma dose completa. 

Astrazeneca e a Universidade de Oxford anunciaram que o esquema de vacinação que prevê uma dose reduzida e uma dose completa, com um mês de intervalo, obteve eficácia de 90%. Já o protocolo com duas doses completas e o mesmo intervalo atingiu eficácia de 62%. Os dados analisados envolveram 11 mil voluntários, cerca de 2,7 mil com o protocolo mais eficaz e quase 8,9 mil com o protocolo de duas doses completas. 

Não houve registro de eventos graves relacionados à segurança da vacina e nenhum dos voluntários que recebeu a vacina desenvolveu casos graves da covid-19 ou precisou ser hospitalizado. 

O vice-presidente de produção e inovação em saúde da Fundação Oswaldo Cruz, Marco Krieger, classificou a divulgação como uma boa notícia, já que confirmou a eficácia de 90% e trouxe um ganho adicional, uma vez que as 210 milhões de doses que a Fiocruz prevê fabricar no ano que vem poderão chegar a mais pessoas, caso os dados sejam confirmados na conclusão e publicação do estudo. 

Em vez de termos vacina para 100 milhões de brasileiros, poderíamos vacinar 130 milhões. O que é um ganho adicional. Foi uma boa notícia, disse Krieger, em entrevista à Agência Brasil. 

Produção e registro 

A partir de acordo com o governo federal, os desenvolvedores da vacina já iniciaram o processo de transferência de tecnologia para que a Fiocruz produza o imunizante no país. No primeiro semestre, a fundação prevê disponibilizar 100 milhões de doses a partir de ingrediente farmacêutico ativo (IFA) importado, e, no segundo semestre, cerca de 110 milhões de doses serão fabricadas já com IFA produzido na Fiocruz. Krieger explica que a previsão está mantida, e o que deve ocorrer é o fracionamento de doses. 

Todo esse processo depende da confirmação e publicação dos resultados dos testes em humanos, e do registro do imunizante na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Além de produzir a vacina, a Fiocruz também está encarregada de protocolar esse pedido de registro, que tem sido feito de forma parcelada desde outubro, em um processo chamado de submissão contínua. 

A Anvisa já recebeu em outubro e novembro informações como os resultados dos estudos pré-clínicos e dados sobre manufatura e controle nas plantas industriais. No mês que vem, a Fiocruz deve encaminhar os resultados dos testes clínicos, o que inclui o protocolo recomendado a para vacinação.   

"Durante o peticionamento para as autoridades sanitárias, no nosso caso a Anvisa, será colocado que a eficácia de 90% foi utilizada com esse protocolo [com dose reduzida]. E esse protocolo que será o registrado. É muito importante que a gente utilize a vacina de acordo com os resultados no estudo clínico, porque ele garante duas informações: primeiro essa eficácia, que é muito alta; e, segundo, a segurança", disse Krieger, que mais uma vez pondera que isso depende da confirmação dos resultados. 

A Fiocruz deve protocolar o último bloco de documentos em janeiro do ano que vem, quando também deve começar a produzir a vacina, antes mesmo da aprovação final Anvisa. O imunizante será produzido no Complexo Industrial de Bio-Manguinhos, que fica junto à sede da fundação, na zona norte do Rio de Janeiro. O objetivo de antecipar a produção é ter ao menos 30 milhões de doses até o fim de fevereiro, quando deve ficar pronto o parecer final da Anvisa com o registro da vacina, caso todos os testes confirmem a segurança e a eficácia da vacina. Se esse cronograma se confirmar, Bio-Manguinhos deve entregar em março as primeiras 30 milhões doses ao Ministério da Saúde, para que sejam disponibilizadas à população. 

Como funciona a vacina? 

A vacina desenvolvida pela AstraZeneca e a Universidade de Oxford utiliza a tecnologia de vetor viral, em que uma sequência genética do coronavírus é inserido em outro vírus, incapaz de se replicar, para, então, ser injetada no corpo humano e gerar a resposta imunológica.  

O vetor usado é um adenovírus (vírus de resfriado) de chimpanzé, que transporta a sequência da proteína S do coronavírus. Essa é a proteína que forma a coroa de espinhos que dá o nome ao microorganismo, e esses espinhos são fundamentais no processo de invasão das células humanas. Os testes clínicos buscam comprovar que, uma vez vacinado, o corpo humano reconhecerá essa proteína e poderá produzir defesas que neutralizem sua ação, dificultando que uma pessoa adoeça ao ter contato com o coronavírus. 

Até o momento, a mutabilidade do vírus não é considerada uma ameaça à eficácia da vacina, já que as mutações que têm sido observadas pela ciência não apresentam mudanças estruturais na proteína S, o que indica que vacinas que a adotem como alvo podem ser eficazes mesmo diante de mutações do coronavírus. 

Comente

RESULTADO POSITIVO: Superávit da balança comercial soma US$ 50 bilhões na parcial de 2020 e já supera total de 2019

23/11/2020

Economia em Alta

Foto: Ana Paula Paiva/Valor 

A balança comercial registrou superávit de US$ 50,348 bilhões no acumulado deste ano até domingo (22), informou o Ministério da Economia nesta segunda-feira (23). 

O superávit acontece quando as exportações superam as importações. Quando ocorre o contrário, é registrado déficit comercial. 

O resultado positivo registrado é 24,5% maior que o do mesmo período de 2019, quando o paíssomou US$ 42,088 bilhões. Também superou o superávit registrado em todo ano de 2019, de US$ 48,035 bilhões (valor revisado). 

O aumento do saldo comercial acontece em um ano de fraco nível de atividade, por conta da pandemia do novo coronavírus, que diminuiu a demanda por produtos do exterior. A previsão do governo e do mercado é de um tombo de cerca de 4,5% no Produto Interno Bruto (PIB) neste ano. 

Além disso, a forte alta do dólar, de cerca de 35% no acumulado de 2020, também influenciou o resultado, segundo analistas. Com a moeda norte-americana mais valorizada, os exportadores recebem mais por suas vendas externas, ao mesmo tempo em que as compras do exterior ficam mais caras. 

Por conta desses fatores, as importações estão registrando uma queda maior neste ano do que as vendas externas – favorecendo o aumento do superávit da balança comercial. 

Na parcial de 2020, as exportações recuaram 6,1%, para US$ 186,725 bilhões, enquanto as importações caíram mais do que o dobro: 13,9%, para US$ 136,377 bilhões. 

Mês de novembro 

Na parcial do mês de novembro, até este domingo (22), a balança comercial acumula um saldo positivo de US$ 2,920 bilhões, informou o Ministério da Economia. 

No período, as exportações somaram US$ 12,578 bilhões, valor 1,3% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado. Já as importações totalizaram US$ 9,658 bilhões, com queda de 2,6% na mesma comparação. 

De acordo com dados oficiais, houve queda de 15% nas exportações de produtos agropecuários na parcial de novembro; crescimento de 23,7% nas vendas da indústria extrativa, e recuo de 0,1% na indústria de transformação. 

Já no caso das importações, foi registrado crescimento de 6,8% nas compras de agropecuária na comparação com o mesmo período do ano passado. Houve queda de 45,3% nas importações da indústria extrativa, e recuo de 0,1% nas aquisições da indústria de transformação. 

G1 

Comente

COVID: Brasil registra 302 óbitos e 16 mil casos nas últimas 24h

23/11/2020

Covid-19

Imagem: Pixabay 

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta segunda-feira (23): 

– Registro de 302 óbitos nas últimas 24h, totalizando 169.485 mortes; 

– Foram 16.207 novos casos de coronavírus registrados, no total 6.087.608 pessoas já foram infectadas. 

– O número total de recuperados do coronavírus é 5.445.095, com o registro de mais 12.590 pacientes curados. Outros 473.028 pacientes estão em acompanhamento. 

Comente

Polícia Civil fecha casa de jogos de azar e apreende 20 máquinas caça-níqueis em Natal

23/11/2020

jogos de azar

Foto: divulgação/Polícia Civil 

Policiais civis do 5º Distrito Policial (DP) de Natal apreenderam, na tarde desta segunda-feira (23), 20 máquinas caça-níqueis, no bairro Lagoa Nova, localizado na Zona Sul de Natal. As diligências foram iniciadas, no intuito de averiguar denúncias anônimas sobre a existência de uma casa de jogos de azar. 

Ao chegarem no local, os policiais confirmaram a veracidade da denúncia e se depararam com 20 máquinas caça-níqueis em funcionamento. Durante a ação, os policiais civis detiveram a administradora do estabelecimento, um mulher de 42 anos. 

A suspeita foi conduzida até a delegacia, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pela prática da contravenção penal de estabelecer ou explorar jogo de azar e, em seguida, ela foi liberada. 

Comente

Famílias pedem na Justiça prorrogação de 15 dias no prazo para desocupar prédio da UFRN

23/11/2020

Cerca de 60 famílias ligadas ao Movimento de Lutas nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) ocupam a antiga Faculdade de Direito da instituição, na Ribeira, desde

Por G1 RN

Reunião aconteceu nesta segunda-feira (23) — Foto: Cícero Oliveira/UFRN

Reunião aconteceu nesta segunda-feira (23) — Foto: Cícero Oliveira/UFRN

As famílias que atualmente ocupam a antiga Faculdade de Direito da UFRN, na Ribeira, Zona Leste de Natal, vão entrar com uma ação judicial para prorrogar o prazo de reintegração de posse do casarão por mais 15 dias. As famílias são vinculadas Movimento de Lutas nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB). 

A decisão foi acordada em uma reunião com representantes da universidade, do Estado e do Município nesta segunda-feira (23). 

Na sexta-feira (20), a Justiça Federal determinou que as famílias deixassem o prédio em 24 horas e autorizou o uso de força policial caso fosse necessário. As famílias estão no local desde o dia 30 de outubro. 

Na reunião, também ficou acordado que durante os próximos 15 dias o Município e o Estado devem trabalhar para viabilizar um local seguro para as famílias. 

Além disso, devem fornecer cestas de alimento e materiais de higiene e verificar procedimentos para o cadastramento dessa famílias desabrigadas em programas habitacionais. 

Segundo a UFRN, o pedido de desocupação se deu levando em consideração o risco que o imóvel oferece aos ocupantes e o caráter histórico do prédio. O prédio é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). 

O fato foi reforçado pelo presidente da OAB-RN, Aldo Medeiros, que mediou o diálogo. Segundo ele, o relatório técnico realizado pelo Iphan em 2018 aponta risco de ruptura das estruturas. 

A instituição explicou que mantinha a vigilância no local, enquanto dava encaminhamento ao processo de restauração. O MLB ocupou o espaço no dia 30 de outubro alegando que o prédio está desocupado há quase 20 anos e não cumpre qualquer função social. 

Comente

Governo do RN marca retorno das aulas presenciais para fevereiro de 2021

23/11/2020

Compromisso foi assinado em termo do MPRN e determina prazos para compra de insumos e reforma nas escolas da rede pública estadual.

Por Leonardo Erys, G1 RN

Fátima Bezerra assinou termo nesta segunda-feira (23) — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

Fátima Bezerra assinou termo nesta segunda-feira (23) — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

O Governo do Rio Grande do Norte marcou o retorno das aulas presenciais no estado para o dia 1º de fevereiro de 2021. O compromisso foi assinado nesta segunda-feira (23) em um termo de acordo extrajudicial com o Ministério Público do RN e a Defensoria Pública do Estado. 

No documento, foram determinadas as medidas necessárias para que as aulas presenciais em todas as escolas estaduais retornem na data prevista. 

De acordo com o documento, isso só não deve ser cumprido "apenas e tão somente na hipótese de não ser recomendada a retomada das atividades escolares presenciais nesse período pelas autoridades sanitárias do Estado e mediante prévia apresentação de parecer técnico descritivo da situação epidemiológica". 

Nessa caso, uma nova reunião seria feita para decidir uma nova data. 

O termo diz que para o retorno das aulas acontecerem neste período o Estado se compromete a até 20 de janeiro "realizar reformas e adaptações na estrutura predial das escolas da rede estadual necessárias ao cumprimento das exigências contidas no protocolo sanitário". 

Por isso, até o dia 30 de novembro, o governo deve concluir os processo licitatórios para adquirir insumos, como álcool em gel, máscaras, dispensadores, face shields e termômetros. 

Isso porque no dia 20 de janeiro, segundo o documento, as escolas estaduais já devem ter estrutura adequada, dispondo de insumos, materiais e equipamentos de segurança sanitária, além de estarem organizadas fisicamente com sinalizações com faixas e cartazes sobre a utilização dos espaços comuns e processos de higienização. 

Os professores e servidores que apresentarem qualquer indicativo de Covid-19 ou tiverem contato com pessoas com a doença devem ser testados a partir do dia 11 de janeiro. 

O termo indica ainda que, até 18 de dezembro, deve ser feito um diagnóstico da comunidade escolar para se ter ciência dos "aspectos emocionais e de saúde" de professores, alunos e funcionários. 

A intenção é saber se há profissionais em grupos de risco, se tiveram Covid-19 ou contato com pessoas próximas, ou até quem perdeu parentes com a doença. 

O documento, por isso, aponta que até 25 de janeiro, o Estado deve contratar professores e profissionais para substituir os que pertencem aos grupos de risco e não vão retornar às atividades presenciais. 

Caso a situação epidemiológica recomende que o retorno deva ser gradual, o governo deve aplicar rodízio entre as turmas. 

Ensino 

O Governo do RN se comprometeu também a ampliar oferta de atividades não presenciais para os alunos e fazer com que as aulas televisionadas contemplem todas as cidades que tenham alcance de sinal. 

O Estado também garantiu que vai seguir ofertando aulas via televisão e meios digitais ao mesmo tempo em que retornarão as aulas presenciais para garantir o cumprimento da carga horária obrigatória dos anos letivos 2020 e 2021, fazendo com que o ensino seja híbrido. 

Além disso, outras alternativas, como aulas aos sábados, constam no documento. 

O MPRN e o Governo do RN firmaram ainda que as escolas estaduais devem ofertar "programas intensivos de recuperação de aprendizagem" para alunos que apresentarem defasagens de aprendizado em função da paralisação em 2020. 

O Estado ainda deve fazer uma busca detalhada dos alunos que não tiveram a oportunidade de acompanhar as aulas não presenciais. 

 

O termo foi assinado pela governadora Fátima Bezerra, pelo secretário de Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer, Getúlio Marques, e pelo procurador-geral do MPRN Luiz Antônio Marinho da Silva. 

 

 

 

Comente

RN perde mais um comunicador: morre Sílvio José

23/11/2020

LUTO

Foto: Divulgação 

Após a perda do repórter a apresentador Genésio Pitanga, há uma semana, a comunicação do Rio Grande do Norte amanhece novamente de luto. Faleceu nesse domingo(22) Silvio José, vítima de infarto fulminante. 

Radialista, Silvio era conhecido pelo seu jeito alegre e brincalhão. Ficam os sentimentos do Blog aos amigos e familiares. Fonte Blog do BG.

Comente

João Câmara: Os Parabéns de Hoje Vai pra Minha Filha Rebeca Lais

23/11/2020

Parabéns Filha e que Deus Continue Te Abençoando cada Vez Mais Parabéns

Parabéns Filha Que Deus te Abençoe e te Der Muitos Anos De Vida. Rebeca Lais Parabéns.

Comente

Auxílio Emergencial: Caixa paga nova parcela a 4,9 milhões nesta segunda

23/11/2020

Entre os que recebem nesta segunda estão 1,6 milhão de trabalhadores do Bolsa Família, que recebem a terceira parcela de R$ 300.

Por G1

Foto: (CARLOS EMIR/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

Caixa Econômica Federal (CEF) paga nesta segunda-feira (23) mais uma parcela do Auxílio Emergencial a 4,9 milhões de trabalhadores. 

Aos trabalhadores que fazem parte do Bolsa Família, o pagamento já é referente à 3ª parcela de R$ 300 do benefício. Nesta segunda, recebem 1,6 milhão de trabalhadores cujo número do NIS encerra em 5. 

Entre os demais trabalhadores, estão 3,1 milhões que vão receber uma parcela do Auxílio Emergencial extensão, de R$ 300. Outros 200 mil ainda vão receber alguma das parcelas de R$ 600. Os pagamentos desta segunda são para nascidos em fevereiro. 

VEJA QUEM RECEBE NESTA SEGUNDA:

Auxílio Emergencial - Beneficiários do Bolsa Família — Foto: Economia G1

 

Comente

Motorista perde controle de carro, bate e derruba três postes em Natal

23/11/2020

Acidente aconteceu na noite deste domingo (22) na zona Norte de Natal. Postes foram substituídos na manhã desta segunda (23).

Postes foram substituídos na manhã desta segunda (23).  — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Postes foram substituídos na manhã desta segunda (23). — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Um carro conduzido por um homem de 70 anos derrubou três postes na noite deste domingo (22) na Av. Doutor João Medeiros Filho, na Redinha, zona Norte de Natal. O acidente aconteceu próximo ao viaduto que dá acesso à ponte Newton Navarro. 

De acordo com testemunhas, o motorista teria passado mal enquanto dirigia, perdeu o controle do carro e bateu em um poste, que caiu e derrubou outros dois. 

O homem realizou o teste do bafômetro duas vezes. Ambos tiveram resultado negativo. 

Operários de uma empresa terceirizada que presta serviços para a Cosern realizaram a substituição dos postes durante as primeiras horas desta segunda (23). 

O fornecimento de energia do quarteirão onde os postes foram atingidos ficou comprometido. Os demais quarteirões não foram afetados. 

 

Comente