Produção de petróleo do pré-sal cresce 4,6% em outubro

02/12/2019

Foram produzidos 2,39 milhões de barris de óleo

Agência Brasil

A produção de petróleo extraído da camada pré-sal cresceu 4,6% em outubro deste ano, na comparação com o mês anterior. Em relação a outubro de 2018, a alta chegou a 30,1%. No total, foram produzidos 2,39 milhões de barris de óleo equivalente (unidade de medida que inclui gás e petróleo), entre eles 1,9 milhão de barris de petróleo e 77,6 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia.

Essa produção diária corresponde a 63,1% do total de petróleo e gás produzidos no país. Os dados foram divulgados hoje (2) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Considerando-se todos os campos de petróleo (pré-sal, pós-sal e terrestres), a produção nacional ficou em 3,79 milhões de barris de óleo equivalente, sendo 2,96 milhões de barris de petróleo e 132 milhões de metros cúbicos de gás natural.

A produção de petróleo registrou um aumento de 1,3% em relação ao mês anterior e de 13,4% em relação a outubro de 2018, enquanto a de gás natural registrou um aumento de 2,1% em relação ao mês anterior e de 12,4% na comparação com outubro de 2018.

Os campos operados pela Petrobras produziram 92,9% do petróleo e gás do país. O campo de Lula, na Bacia de Santos, foi o campo que mais produziu petróleo, uma média de 1,02 milhão de barris por dia, e gás natural, uma média diária de 43 milhões de metros cúbicos.

A plataforma FPSO Cidade de Itaguaí, do campo de Lula, foi a instalação com maior produção de petróleo no mês (145,6 mil barris por dia). A instalação Polo Arara, que produz nos campos de Arara Azul, Araracanga, Carapanaúba, Cupiúba, Rio Urucu e Sudoeste Urucu, produziu 8,4 milhões de metros cúbicos por dia, sendo a instalação com maior produção de gás natural.

 

Comente

Homem morre em acidente com caminhão da banda Cavaleiros do Forró

02/12/2019

Carro de passeio colidiu com caminhão que voltava de um show

A banda potiguar Cavaleiros do Forró está diante de mais um acidente trágico, dessa vez foi um caminhão que transportava o material do grupo musical de um show realizado em Aroeiras/PB na noite de ontem (1º). O acidente ocorreu no início da manhã na rodovia PB-108, em Aroeiras, quando um carro de passeio colidiu com o caminhão. Os integrantes da banda não estavam no caminhão, mas o motorista do carro morreu no local.

O motorista do caminhão relatou que o condutor do carro invadiu a contramão e bateu de frente ao caminhão, que ainda tentou desviar para o acostamento.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado ao local e constatou a morte do motorista do carro, identificado como José Elpídio da Costa, de 53 anos.

Este não é o primeiro acidente envolvendo a banda Cavaleiros do Forró. Em 2005, uma colisão entre dois ônibus no Rio Grande do Norte provocou a morte de quatro pessoas, entre elas o vocalista, José Inácio Alexandre da Silva e o guitarrista, Edivan Paulo da Silva. Em 2017, Eliza Clívia, outra ex-vocalista morreu num acidente automobilístico em Aracaju/SE, mas ela já não era membro da banda, assim como o cantor Gabriel Diniz, que foi vocalista da banda e morreu em maio passado numa queda de avião, foi a terceira pessoa que já foi vocalista da banda Cavaleiros do Forró, do Rio Grande do Norte, a morrer em acidentes. José Inácio Alexandre da Silva, em 2005. Portal No Ar.

 

Comente

Ceara Mirim: Eleições Suplementar com 65,04% dos Votos Júlio Cesar é Eleito

01/12/2019

Eleição Suplementar 2019

Apuradas 100% das Urnas na Eleição Suplementar em Ceara Mirim Neste Domingo Dia 1 o Novo Prefeito com 65,04% é Júlio Cesar com Mais de 14 Mil Votos. já em Segundo Lugar Ficou Dr. Marcilio com 23,08 de Votos já o Candidato do PV Ronaldo Venâncio que é o atual Prefeito Interino não Teve Votos computadorizados no TRE-RN com a Sua Candidatura Anulada.

 

 

Já o Candidato Marcelo Venâncio não teve seus Votos Computadorizados como Ver ai na Imagem do site do TSE.

 

 

Comente

Suspeito de atirar em ex-namorada no RN aparece em foto segurando a mão da vítima no hospital após o crime

01/12/2019

Renata Almeida tinha 23 anos de idade e morreu nesta sexta-feira (29), depois de passar seis dias internada no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró

Por Inter TV Costa Branca

Suspeito de atirar em ex-namorada no RN aparece em foto segurando a mão da vítima no hospital após o crime — Foto: Redes Sociais

Suspeito de atirar em ex-namorada no RN aparece em foto segurando a mão da vítima no hospital após o crime — Foto: Redes Sociais

O ex-namorado da vendedora Renata Ranyelle Almeida e suspeito de tê-la matado visitou a vítima no hospital depois de atirar nela. Ele aparece em uma fotografia tirada dentro da unidade hospitalar, segurando a mão de Renata. Pela foto, o delegado Júlio Costa, que apura o caso, confirmou que se trata de Paulo Roberto da Silva, o principal suspeito do crime.

Renata Almeida tinha 23 anos de idade e morreu nesta sexta-feira (29), depois de passar seis dias internada no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. No sábado da semana passada, dia 23, a vendedora foi baleada no rosto por um homem que invadiu a loja em que ela trabalhava, na cidade de São Miguel, anunciando um suposto assalto. A ação foi filmada por câmeras de segurança.

Comente

Maior parte do abono salarial beneficia menos pobres, revela Tesouro

01/12/2019

Gastos com benefícios trabalhistas crescerão mais que PIB

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, comenta  o Resultado Primário do Governo Central relativo a maio de 2019

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida - Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Criado para estimular a formalização no mercado de trabalho, o abono salarial está beneficiando principalmente os menos pobres. Essa é a conclusão de estudo do Tesouro Nacional divulgado essa semana sobre os gastos com benefícios trabalhistas.

De acordo com o estudo, 58,3% dos recursos do abono salarial pagos em 2017 foram apropriados pelos 50% menos pobres da população, que ganham mais de R$ 1.220 mensais, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre 1997 e 2017, a fatia paga aos 30% mais pobres caiu de 24% para 17%.

Segundo o estudo, o abono salarial – espécie de 14º salário pago a trabalhadores com carteira assinada que ganham até dois mínimos – tornou-se um benefício mal focalizado por causa de valorização do salário mínimo. Essa política beneficiou os trabalhadores formais mais pobres, porém aproximou o salário mínimo do salário mediano da economia nas últimas décadas, deixando de concentrar-se na parcela mais pobre da população.

Para o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, o benefício passou a ser ineficiente na distribuição de renda. “O filho de bilionário que esteja no primeiro emprego e receba entre 1 e 1,5 salário mínimo pode ter direito a abono. É a regra do benefício. Já o Bolsa Família, pelo contrário, vai de fato para mais pobres, é bem focalizado. O Bolsa Família é um programa barato, que custa cerca de 0,5% do PIB [Produto Interno Bruto, soma dos bens e serviços produzidos]. Temos de tornar o gasto público mais distributivo”, disse Almeida ao divulgar o estudo.

Na reforma da Previdência, o governo tentou restringir o pagamento do abono salarial aos trabalhadores que recebem apenas o salário mínimo. A Câmara dos Deputados aumentou um pouco o limite, para 1,2 salário. O Senado, no entanto, derrubou a mudança na votação em primeiro turno, mantendo as regras atuais e reduzindo a economia com a reforma em R$ 76,4 bilhões nos próximos dez anos.

Gastos

O estudo analisou a evolução dos gastos do abono salarial e do seguro-desemprego. Segundo o Tesouro, as despesas com os dois principais benefícios trabalhistas do país continuarão a aumentar nos próximos anos em ritmo maior que o crescimento da economia e pressionarão cada vez mais o teto de gastos.

De acordo com o estudo, os gastos com o abono salarial subirão 41,6% de 2018 a 2030, numa expansão de 2,9% ao ano. As despesas com o seguro-desemprego saltarão ainda mais: 50,1% no mesmo período, equivalente a 3,4% ao ano.

Para estimar o PIB, o documento considerou as projeções da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, que apontam crescimento da economia de 0,9% em 2019, 2,32% em 2020 e 2,5% ao ano de 2021 a 2023. Não foram divulgadas estimativas do PIB para os demais anos.

O Tesouro não pressupõe a mudança nas regras de concessão dos benefícios. Para o salário mínimo, o estudo considerou o reajuste apenas pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) até 2022 e pelo INPC mais o crescimento do PIB de dois anos antes a partir de 2023.

Evolução

Apenas em 2018, o Brasil gastou R$ 53,6 bilhões (0,78% do PIB) com o abono salarial e o seguro-desemprego. Nos últimos dez anos, aponta o estudo, as despesas com os dois benefícios cresceram, em média, 1,5% ao ano acima da inflação, mais que a média de expansão do PIB de 1,3% por ano nesse intervalo.

O maior aumento ocorreu de 2009 a 2014: 7,9% de crescimento acima da inflação por ano, contra expansão média da economia de 3,4% do PIB. De 2014 a 2018, em contrapartida, os gastos caíram: 5,9% por ano descontado o INPC, enquanto o PIB recuou 1,2% anualmente no mesmo período. Apesar da queda nos anos recentes, o Tesouro considera que, no médio prazo, os gastos com o seguro-desemprego e o abono salarial crescem mais que o PIB.

Contradição

Na maioria dos países, o gasto com o seguro-desemprego cresce em períodos de recessão e caem em épocas de crescimento econômico. O estudo procurou desvendar por que ocorre o contrário no Brasil. “De fato, é bastante difundida a visão de que haveria uma relação direta e positiva entre a despesa com o seguro-desemprego e a taxa de desemprego. Entretanto, a relação observada na última década tem sido justamente a oposta”, destacou o levantamento.

Conforme o estudo, a formalização do mercado de trabalho nos anos de crescimento econômico e a política de aumentos reais (acima da inflação) do salário mínimo explicam o desempenho contraditório dos gastos com o seguro-desemprego. O trabalho destacou que a desaceleração da economia a partir de 2014 e a recessão em 2015 e 2016 interromperam a formalização do mercado de trabalho brasileiro.

Em 2001, 26,5% da população economicamente ativa trabalhava com carteira assinada. A proporção passou para 37,32% em 2013. Dessa forma, a ampliação dos gastos com o abono salarial e o seguro-desemprego decorreu da ampliação do público alvo dos programas. O gasto também foi influenciado pelo aumento real do salário mínimo.

Agencia Brasil.

Comente

Nove pessoas morrem pisoteadas durante baile funk em Paraisópolis

01/12/2019

Confusão começou após a chegada da Polícia Militar no local para uma ação de controle de distúrbios civis; festa abrigava cerca de 5 mil pessoas

Confusão começou após chegada da PM

 
 

Nove pessoas morreram após serem pisoteadas durante um baile funk na comunidade de Paraisópolis, na zona sul de São Paulo, neste domingo, 1.

A confusão começou após a chegada da Polícia Militar no local para uma ação de controle de distúrbios civis. De acordo com as autoridades, a festa abrigava cerca de cinco mil pessoas.

A Secretaria Municipal da Saúde, por meio da Autarquia Hospitalar Municipal, informou que 10 pessoas, que estavam nesta ocorrência, deram entrada na Unidade de Pronto Atendimento e no Pronto Socorro do Hospital do Campo Limpo.  Nove morreram.

 

Comente

Jipeiro mata um e fere dois a tiros na Grande Natal

01/12/2019

Segundo a PM, homens estavam em uma confraternização

Uma confraternização de jipeiros acabou em tragédia na noite desse sábado (30), em Santa Rita, no município de Extremoz, na Grande Natal. Segundo a Polícia Militar, um homem identificado por Ailton Berto da Silva, de 50 anos, efetuou vários disparos de arma de fogo e matou uma e feriu outras duas pessoas que estavam no local.

De acordo com a PM, o acusado estaria visivelmente embriagado quando teria surtado e começado a atirar. A vítima que morreu foi identificada apenas como Fantone Maia. No entanto, a polícia não deu mais detalhes sobre a vítima fatal.

Os homens que ficaram feridos são, segundo a PM: Ivo Bruno, que foi socorrido ao Hospital Walfredo Gurgel para cirurgia de urgência, e ainda Marque Artur Macedo de Lima Cosme, que foi encaminhado à UPA Pajuçara, na zona Norte de Natal.

Após os disparos, Ailton fugiu. Até a publicação desta matéria, ele não foi encontrado, conforme a Polícia Militar comunicou.

Portal NoAr.

Comente

João Câmara : 2° Edição Festival do Batidão é Amanha. Dia 1°

30/11/2019

NO SOCIETY- MORADA NOVA

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, texto TOREÃO 

Comente

Testes em urnas eletrônicas encontram falhas mínimas, diz TSE

30/11/2019

Peritos da PF afirmam que problemas não comprometem sigilo do voto

Urna eletrônica

 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) encerrou nesta sexta-feira (29) o período de cinco dias seguidos de testes públicos para confirmar a segurança do processo de votação das urnas eletrônicas que serão utilizadas nas eleições municipais de 2020. Segundo o TSE, um grupo de peritos da Polícia Federal (PF) conseguiu encontrar falhas superficiais no sistema, que não comprometeram o sigilo do voto. 

Durante o período de testes, o TSE abriu parte dos 30 mecanismos de segurança do equipamento para que os peritos pudessem violar o sistema. Dessa forma, segundo o tribunal, os peritos da PF conseguiram alterar informações secundárias, mas os dados sobre os eleitores e os candidatos permaneceram inviolados. 

Segundo a presidente do TSE, ministra Rosa Weber, as pequenas falhas encontradas são importantes para melhorar o sistema da urna. "O objetivo deste evento foi de fortalecer o sistema eletrônico de votação, verificar se os recursos implementados na urna atendem as necessidades de segurança", afirmou a ministra. 

Agencia Brasil.

Comente

Hoje é Dia D de vacinação contra sarampo para adultos de 20 a 29 anos

30/11/2019

Sábado também marca o fim da campanha de vacinação para esse público

Dia D de mobilização da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo.

Termina hoje (30) a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. O Ministério da Saúde (MS) marcou para hoje o Dia “D” da campanha, iniciada em 18 de novembro. Nessa fase, o ministério quer vacinar 9,4 milhões de adultos entre 20 e 29 anos. Para viabilizar a ação, o MS garantiu a maior compra de vacinas contra o sarampo (tríplice viral) dos últimos 10 anos.

O surto de sarampo ainda se encontra ativo no país. Atualmente, há confirmação de 11.896 casos e 15 óbitos pela doença até o começo de novembro (semana 45 do ano). A maioria dos casos, 11.095 (93,2%) estão concentrados no estado de São Paulo, principalmente na região metropolitana.

Os dados mais recentes da pasta da Saúde mostram que jovens nessa faixa etária são maioria entre os casos registrados – respondem por 30,6% do número total de casos de sarampo este ano no Brasil. E, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pelo ministério, são também o maior transmisso em potencial da doença.

A maior preocupação do governo federal não é a gravidade da doença nesse público, e sim o fator de transmissão para os grupos mais suscetíveis às complicações da doença, como as crianças, por exemplo. Há, entretanto, uma ressalva para o público-alvo da campanha. Gestantes na faixa etária não devem se vacinar contra sarampo, já que o método de imunização se dá por uma versão atenuada do vírus.

Foram distribuídos para os estados 4 milhões de doses da vacina tríplice viral. Segundo o ministério, é quantidade suficiente para complementar o quantitativo necessário para vacinação do público-alvo, que já tinha disponível 2,3 milhões de doses remanescentes da primeira etapa da campanha.

Fonte Agencia Brasil.

Comente

Bandidos furtam equipamentos e deixam cidade do RN sem abastecimento de água

30/11/2019

Caso aconteceu na madrugada desta sexta-feira (29) em duas estações elevatórias que bombeiam água para Caraúbas. Previsão é de que sistema seja religado

Por G1 RN

Quadros de comando elétrico de duas estações elevatórias da Caern foram furtados na madrugada desta sexta (29); crime deixou cidade do RN sem água — Foto: Caern/Divulgação

Quadros de comando elétrico de duas estações elevatórias da Caern foram furtados na madrugada desta sexta (29); crime deixou cidade do RN sem água — Foto: Caern/Divulgação

A cidade de Caraúbas, na região Oeste potiguar, ficou sem abastecimento de água depois que bandidos furtaram os quadros de comando elétrico de duas estações elevatórias. O caso aconteceu na madrugada desta sexta-feira (29), segundo a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern).

De acordo com a empresa, todo o sistema de abastecimento da cidade está paralisado e a expectativa é de que o sistema só seja religado na próxima segunda-feira (2). Os fustos aconteceram nas estações elevatórias de água número 2 e 3, que bombeiam água até a cidade.

"A Companhia está contando com o apoio da polícia civil e militar para descobrir quem são os responsáveis pelo crime não só contra o patrimônio público, mas contra a população de Caraúbas que fica desabastecida. Os furtos com danos estão se repetindo nos equipamentos da Caern naquela cidade", informou a estatal.

 

Comente

Polícia Civil entrega 20 fuzis e 20 submetralhadoras a unidades policiais

30/11/2019

Armamentos foram entregues nesta sexta-feira, dia 29

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte entregou, na manhã desta sexta-feira (29), a várias unidades policias da corporação, 20 fuzis do modelo “T4” da marca Taurus, calibre 556, e 20 submetralhadoras da marca Taurus, modelo smt 40, calibre 40.

A solenidade de entrega aconteceu na sede da Polícia Civil (DEGEPOL), no bairro Cidade da Esperança, na Zona Oeste da Capital Potiguar.

Serão beneficiadas com armamento a Divisão Especializada em Combate ao Crime Organizado (DEICOR), além de unidades vinculadas à Diretoria de Polícia da Grande Natal (DPGRAN), à Diretoria de Polícia do Interior (DPCIN) e à Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Participaram da entrega a delegada-geral, Ana Cláudia Saraiva, o delegado-geral adjunto, Odilon Teodósio, o diretor adjunto da DPCIN, Ben-Hur Medeiros, o diretor da DPGRAN, Marcos Geriz, o diretor administrativo, Herlânio Cruz, e o diretor da DEICOR, Erick Gomes. entre outras autoridades.

Os fuzis são decorrentes de convênio firmado por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP), através do Ministério da Justiça, com a Instituição. Para a delegada-geral, Ana Cláudia Saraiva, a iniciativa fomentará as ações policiais no Estado.

“Estamos passando por processos de extrema reestruturação. Temos como meta a ampliação da qualidade em toda a estrutura de trabalho para os nossos policiais civis. Dessa forma, ofereceremos uma melhor prestação de serviços a toda a sociedade potiguar”, destacou.

Além disso, a delegada-geral agradeceu o empenho dos policiais civis para o alcance dos melhores resultados neste ano. “O aumento no número de prisões e operações é reflexo de todo o esforço diário dos nossos policiais, resultando diretamente na redução dos índices de criminalidade no RN”, ressaltou.

Ana Cláudia Saraiva também destacou que a Instituição está aguardando a destinação de recursos vindos de Emendas Parlamentares para o ano de 2020. Segundo ela, estão previstos mais de 10 milhões de reais que serão investidos na atuação da Polícia Civil do RN. Agora RN.

Comente

Polícia registra triplo homicídio em São Gonçalo no fim da tarde desta sexta

30/11/2019

Versão mais provável é de que um ocupante de um Sandero branco efetuou os disparos

Um triplo homicídio foi registrado no final da tarde desta sexta, 29, em São Gonçalo do Amarante. De acordo com informações iniciais coletadas pela Polícia Militar, a versão mais provável é de que um dos ocupantes de um Sandero branco atirou com um arma de grosso calibre contra três pessoas que estavam na calçada. Crime foi à queima roupa, sem chance de defesa.

A polícia está no local, enquanto buscas estão sendo realizadas em toda a região. Não há ainda quaisquer informações sobre as vítimas. O crime aconteceu na Rua Alexandre Cavalcante, Centro.

Outra versão

Chegou à polícia uma versão de que o crime teria sido cometido por um homem de moto, que teria efetuado os tiros de espingarda calibre 12. A polícia está colhendo testemunhos para chegar à verdade dos fatos. Agora RN.

Comente

Eleitores de Ceará-Mirim e Alto do Rodrigues vão às urnas neste domingo (1)

30/11/2019

Novas eleições ocorrem em virtude da cassação e perda de mandato dos antigos prefeitos e vice-prefeitos de ambas as cidades

Eleições Suplementares em Ceará-Mirim e Alto do Rodrigues acontecem neste domingo, 1.

As eleições suplementares para os cargos de prefeito e vice-prefeito de Ceará-Mirim e Alto do Rodrigues acontecem neste domingo, 1, das 8h às 17h, e a Justiça Eleitoral potiguar já está com tudo encaminhado para que o pleito ocorra conforme o planejado. Ao todo, 62.360 eleitores do RN vão às urnas para escolher os candidatos.

O município de Ceará-Mirim, pertencente à 6ª zona eleitoral, contará com 47 locais de votação, 179 seções eleitorais e 161 urnas eletrônicas para atender à demanda de 51.837 eleitores aptos a votar. Além disso, 644 mesários voluntários atuarão no pleito garantindo a organização. Já em Alto do Rodrigues (47ª zona eleitoral), cujo eleitorado é menor – com apenas 10.523 pessoas aptas a votar, haverá 11 locais de votação, 39 seções e 32 urnas eletrônicas, além dos 128 mesários voluntários.

As novas eleições ocorrem em virtude da cassação e perda de mandato dos antigos prefeitos e vice-prefeitos de ambas as cidades, a partir de recentes decisões do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN).

DIA DE VOTAÇÃO

Os eleitores devem se dirigir aos seus respectivos locais de votação portando o título de eleitor ou, se preferir, o e-Título, que substitui o título de papel. Embora o Rio Grande do Norte já disponha de 100% da biometria, é recomendado que o cidadão leve também um documento oficial com foto para o caso da digital não ser reconhecida. Além disso, a Justiça Eleitoral recomenda que o eleitor faça uso da cola de papel contendo os dígitos de seus candidatos escolhidos para que o processo de votação se torne mais ágil. Lembrando que não é permitido fazer selfies com as urnas e que os eleitores não poderão entrar na cabide de votação portando smartphones. Agora RN.

Comente

Depois da alta na carne, preços de frango e peixe preocupam

30/11/2019

A avaliação é de que a inflação de outras carnes seria um movimento natural de livre mercado

A inflação de outras carnes,como o frango, seria um movimento natural de livre mercado

O efeito do preço da carne vermelha, que subiu quase 20% nos últimos 15 dias no RN, no valor da carne de frango e do peixe está sendo analisado de perto pelo governo. A avaliação é de que a inflação de outras carnes seria um movimento natural de livre mercado, ou seja, com o aumento da procura por frango e também por peixe, é de se esperar que haja reajuste nos preços desses itens, principalmente nesta época de fim de ano.

No Ministério da Agricultura, a análise é de que o preço da carne vermelha deverá se estabilizar em um patamar de preços influenciado diretamente pelo custo internacional da proteína. Hoje, o preço da arroba do boi gordo – o equivalente a 15 quilos de carne – oscila entre US$ 40 e US$ 50. Se considerada a cotação desta sexta-feira, 29, com o dólar a R$ 4,23, chega a um preço de até R$ 201 pela arroba do boi.

Nesta semana, em São Paulo, a arroba, que era vendida até o mês passado por R$ 140, em média, chegou a ser negociada por R$ 231 (algo em torno de US$ 54). Isso leva o governo a crer que haverá, depois da “euforia” com as importações chinesas, uma “acomodação” do preço no mercado nacional, mas sem retornar ao patamar anterior.

Na quinta-feira, 28, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que, além do efeito das exportações, é preciso considerar fatores internos, como o preço nacional cobrado pelo pecuarista, que estava sem reajuste há três anos, além da seca prolongada, que mexeu com a produção do boi gordo. “Sabemos que essa situação decorre de uma conjuntura de fatores. Agora, a arroba não vai baixar mais ao patamar que estava”, disse.

Frango

A ministra ainda brincou com repórteres quando foi questionada se estava consumindo carne vermelha, Tereza Cristina respondeu: “Estou comendo frango. Agora, é só frango”.

O mercado chinês tem apresentado uma variação brusca de preços. A tonelada da carne, que estava sendo exportada ao país asiático pelo preço médio de R$ 7 mil, já é negociada em R$ 6 mil.

O governo refuta qualquer risco de desabastecimento de carne no mercado nacional. O País tem hoje um rebanho de 215 milhões de cabeças de gado, ou seja, há mais bois no pasto que cidadãos no Brasil.

Na avaliação de economistas, a alta não só da carne bovina como de outras mercadorias agrícolas – como feijão (de 38,1%, no atacado, até a metade de novembro), café (5,6%) e frango (3,2%) – deve colaborar para uma aceleração da inflação nos próximos meses.

Agora RN.

Comente

Secretário descarta inconstitucionalidade no Programa Verde Amarelo

30/11/2019

Política de incentivo a geração de vagas já foi usada em governos petistas, afirma Rogério Marinho

Rogério Marinho afirma nega inconstitucionalidade do Programa Verde Amarelo.

O secretário Especial da Previdência e do Trabalho, Rogério Marinho, negou que sejam inconstitucionais as medidas previstas no Programa Verde Amarelo e disse que a mesma política de incentivo a geração de vagas já foi usada em governos petistas.

“Dilma zerou a alíquota da folha de 70 setores da economia. Por que não era inconstitucional? Lula fez o programa Primeiro Emprego e não foi inconstitucional. A Constituição não proíbe nem veda nada, deixa isso em aberto”, afirmou o secretário, que participa de evento na Sociedade Rural Brasileira (SRB), em São Paulo.

Marinho disse ainda que o governo teve a preocupação de buscar uma compensação arrecadatória para a isenção, por meio da taxação do seguro-desemprego, que ele chama de inclusão previdenciária, por permitir que o desemprego continue contribuindo para a aposentadoria. “Não há nenhum desequilíbrio fiscal ou orçamentário, esses não são inconstitucionais”, afirmou.

A política de desoneração da folha de pagamento começou a ser adotada em 2011, durante o governo Dilma Rousseff, com a substituição da cobrança de uma alíquota de 20% de contribuição previdenciária sobre a folha de salários por um porcentual sobre o faturamento.

A ideia inicial era conceder o benefício de forma temporária para segmentos com problemas de competitividade que haviam sido prejudicados pela crise financeira internacional. Ao longo do tempo, porém, o benefício foi sendo estendido a outros setores e renovado sucessivamente. O elevado custo do programa, no entanto, obrigou a União a rever essa política a partir de 2015, em meio à forte pressão contrária do Congresso. Atualmente, 17 setores ainda têm o benefício, que acaba para todos no fim de 2020.

PRIMEIRO EMPREGO

Já o programa Primeiro Emprego, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi criado em outubro de 2003. As empresas tinham direito a auxílio econômico no valor de R$ 1,5 mil (valor à época) por emprego criado. Não houve interesse dos empresários e o programa foi extinto em 2017.

“Qualquer projeto que mexa na estrutura da área do trabalho sempre tem ruído, porque termina atingindo situações que estão estabelecidas há mais de 70 anos, as pessoas estão acostumadas. Mas o Brasil está mudando e o mundo está mudando”, disse Marinho

Na entrevista concedida após o evento, Marinho foi questionado sobre se incertezas relacionadas ao programa Verde Amarelo, como a possibilidade de a isenção ser interpretada como inconstitucional, poderia inibir a adesão das empresas. “Espero que não”, limitou-se a responder. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comente

Bolsonaro inaugura ultracentrífuga em fábrica nuclear em Resende

30/11/2019

Outras 30 cascatas começarão a ser construídas a partir de 2021, na segunda fase do programa

Estadão Conteúdo

Em Resende, no sul fluminense, desde o início da tarde desta sexta-feira, 29, o presidente da República, Jair Bolsonaro, participou da inauguração da oitava cascata de ultracentrífugas da Fábrica de Combustível Nuclear (FCN) da Indústrias Nucleares do Brasil (INB). Ele surpreendeu a todos ao não discursar durante o evento, e saiu na sequência sem dar declarações.

O presidente ficará na cidade até a tarde deste sábado, já que, pela manhã, participará de solenidade na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman). Bolsonaro passará a noite em um hotel de trânsito do Exército.

A inauguração da nova ultracentrífuga foi comemorada pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, que fez questão de citar que o programa começou ainda à época da ditadura militar. “(Essa ultracentrífuga) representa muito mais do que aumentar a capacidade de produção de combustível para as nossas usinas nucleares; significa reconhecer o acerto de uma política de Estado, tomada há pouco mais de 40 anos, durante os governos dos presidentes Médici e Geisel, que permitiu que o País desenvolvesse e alcançasse o domínio do ciclo do combustível nuclear”, discursou.

Segundo a INB, a nova operação fará a produção de urânio enriquecido no País aumentar em 20%, atingindo 60% do necessário para abastecer a Usina Nuclear de Angra 1.

A inauguração faz parte da primeira fase da implantação da Usina de Enriquecimento Isotópico de Urânio, um projeto que conta com a parceria da Marinha e prevê a instalação de dez cascatas de ultracentrífugas. A nona cascata tem previsão de ficar pronta no fim do ano que vem.

Outras 30 cascatas começarão a ser construídas a partir de 2021, na segunda fase do programa.

O projeto, que começou a ser implantado no ano de 2000, deverá levar mais 15 anos até ter todas as suas fases concluídas. A estimativa do INB é de que seja necessário um aporte de mais R$ 2,5 bilhões.

Comente

Conta de luz ficará R$ 2,8 mais barata por kWh em dezembro

30/11/2019

Em novembro vigorou a bandeira vermelha com cobrança extra de R$ 4,169 por kWh

Estadão Conteúdo

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta sexta-feira (29) que as contas de luz vão ficar mais baratas em dezembro. É que a agência reguladora alterou a bandeira tarifária de vermelha patamar 1 para a amarela em dezembro.

A bandeira amarela representa um custo extra de R$ 1,343 para cada 100 quilowatts-hora consumidos (kWh) contra os R$ 4,169 por kWh cobrados quando a bandeira tarifária é vermelha patamar 1.

“Para dezembro, as previsões meteorológicas sinalizam melhora nas condições de chuva sobre as principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN), caracterizando o início do período úmido na região dessas bacias. A previsão hidrológica para o mês é a de que as vazões afluentes aos principais reservatórios se elevem gradativamente, mas ainda atingindo patamares abaixo da média quando comparadas às referências históricas. Essa condição intermediária repercutirá na capacidade de produção das hidrelétricas, ainda demandando acionamento de parte do parque termelétrico, com impactos diretos na formação do preço da energia (PLD) e nos custos relacionados ao risco hidrológico (GSF). O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada”, diz a Aneel em nota divulgada nesta sexta.

No sistema de bandeiras tarifárias, em vigor desde 2015, a cor verde não tem cobrança de taxa extra, indicando condições favoráveis de geração de energia no País. Na bandeira amarela, a taxa extra é de R$ 1,343 a cada 100 kWh consumidos. A bandeira vermelha pode ser acionada em um dos dois níveis cobrados. No primeiro nível, o adicional passa a ser de R$ 4,169 a cada 100 kWh. No segundo nível, a cobrança extra será de R$ 6,243 a cada 100 kWh.

As bandeiras tarifárias indicam o custo da energia gerada para possibilitar o uso consciente de energia. Antes do sistema, o custo da energia era repassado às tarifas no reajuste anual de cada empresa, e tinha a incidência da taxa básica de juros.

 

Comente

Mulher baleada no rosto morre após seis dias internada

30/11/2019

Ex-namorado é suspeito de matar Renata Ranyelle

Renata Ranyelle Almeida não resistiu ao tiro que sofreu no último sábado (23) e morreu nessa sexta-feira (29), após ficar seis dias internadas em Mossoró. Ela foi baleada no rosto e, segundo a Polícia Civil, o ex-namorado é o principal suspeito. O crime aconteceu na cidade de São Miguel, no Oeste Potiguar.

Imagens de uma câmera de segurança registraram o crime. O homem entrou no estabelecimento comercial, com o rosto coberto, e anunciou o assalto. Outras mulheres correram para o fundo da loja, mas o criminoso fez com que Renata pegasse o dinheiro do caixa. No entanto, após a mulher entregar os pertences, ele disparou à queima-roupa no rosto da vítima e fugiu sem levar nada.

Na quinta-feira (28), a Polícia Civil divulgou imagens do homem e pediu ajuda para encontrá-lo. De acordo com as investigações, Paulo Roberto da Silva, de 36 anos, não aceitava o fim do relacionamento e por isso decidiu matar a jovem. Fonte Portal No Ar.

Comente

Bandidos roubam carro e atiram no dono do veículo na Grande Natal

29/11/2019

Crime ocorreu nesta quinta-feira, 28, em São José de Mipibu; homem foi encaminhado para Unidade de Pronto Atendimento (Upa) e tem o estado de saúde estável

Polícia segue em busca dos suspeitos de terem cometido o crime
 
 
 

Bandidos roubaram um carro e atiraram no dono do automóvel, em São José de Mipibu, na Grande Natal, nesta quinta-feira, 28. O homem foi encaminhado para Unidade de Pronto Atendimento (Upa) e tem o estado de saúde estável.

De acordo com a Polícia Militar, os criminosos estavam em outro veículo roubado, que apresentou falhas técnicas na frente da casa da vítima, que fica no bairro Bosque das Colinas. Os criminosos viram o carro do homem e para continuar o percurso, anunciaram o assalto.

O homem, ao se mover para erguer os braços, foi mal interpretado pelos bandidos, que dispararam contra ele, acertando o seu braço.

A polícia segue em busca dos suspeitos de terem cometido o crime.Agora RN.

Comente