Bandidos colocam arma na cabeça de passageiro e fazem arrastão em ônibus de Natal

01/08/2019

Crime aconteceu no Bairro Nordeste, na zona Oeste da capital

A noite foi de terror para passageiros que estavam em um ônibus da linha 76 (Felipe Camarão/Parque das Dunas). Dois bandidos entraram no veículo antes da Ponte de Igapó e se passaram por passageiros.

Em seguida, já na altura do Bairro Nordeste, segundo a PM, eles anunciaram o assalto. Para cometer o crime, eles ameaçaram os passageiros e o motorista do transporte.

Os criminosos roubaram dinheiro, celulares e outros objetos de valor dos passageiros e do motorista. O funcionário do sistema de transporte público contou que pensa em deixar a profissão. Foi o segundo assalto em 15 dias.

A Polícia Militar foi acionada, fez buscas na região da comunidade do Mosquito, mas ninguém foi preso. Fonte Portal No Ar.

Comente

Policial militar atira em cobra e responderá a inquérito.

01/08/2019

Corporação disse que militar será afastado das suas funções

Começou a circular nas redes sociais um vídeo de um policial militar atirando em uma cobra. O caso teria acontecido há cerca de duas semanas, na zona rural de Pedra Pedra.

Além do animal atingido, as imagens mostram uma segunda cobra que teria sido morta a pauladas. “Eu estava com essa munição aqui”, diz outra pessoa, que grava o vídeo, ao mostrar um pedaço de madeira.

Segundo a Polícia Militar, um inquérito policial militar será instaurado e os policiais envolvidos no caso serão afastados. A lei diz que matar animais silvestres pode ocasionar em detenção de seis meses a um ano, além de multa.Portal No Ar.

Comente

Câmara de Natal aprova lei que prevê 'Seguro Anticorrupção' para contratos do município

31/07/2019

De acordo com parlamentares, seguradora deverá garantir fornecimento de obras e serviços contratados.

Por G1 RN

Câmara Municipal de Natal — Foto: Elpídio Júnior/Divulgação/CMN

Câmara Municipal de Natal — Foto: Elpídio Júnior/Divulgação/CMN

A Câmara Municipal de Natal aprovou um projeto de lei que obriga a utilização de um seguro-garantia para execução de contratos públicos para obras, fornecimento de bens ou de serviços. Denominado como "Seguro Anticorrupção", o instrumento teria a finalidade de assegurar que um contrato assinado após licitação seja cumprido.

De acordo com o Legislativo, após a contratação do seguro, se a empreiteira ou prestadora de serviços não concluir a obra ou ofertar o serviço no prazo devido ou de forma inadequada, a seguradora deverá promover os meios necessários para que isso ocorra, seja ela própria contratando terceiro que solucione o problema, ou indenizando o Poder Público, na qualidade de segurado, para que este contrate outra empreiteira para concluir a obra.

Segundo os vereadores, a seguradora tomará todas as medidas e cuidados necessários para não ser obrigada a realizar o pagamento. Dessa forma, o município passaria a ter mais um aliada na luta contra a corrupção, somando esforços ao Tribunal Contas, Câmara Municipal e Ministério Público, por exemplo.

“Nossa cidade depara-se com contratos de obras e serviços constantemente denunciados à esta Câmara ou então questionados perante as autoridades fiscalizatórias. Nas licitações de serviços temos observado a contratação de empresas que apresentam propostas inexequíveis, onde iniciam um contrato e não o terminam, trazendo graves prejuízos para sociedade como um todo", disse a propositora da lei, a vereadora Eleika Bezerra.

"Ao obrigar a ocorrência de uma seguradora, que fiscalizará o projeto, elimina-se a possibilidade de editais direcionados, brechas para utilização de materiais inferiores e/ou aditivos inesperados, bem como o fiel cumprimento dos prazos. Enfim, acredito que é o momento ideal para apresentar um projeto inovador, que contribui para a construção de um novo Brasil", completou.

O G1 questionou sobre os custos da adesão do município ao seguro e se eles seriam pagos pelo próprio Poder Executivo ou pelas empresas contratadas. Até a publicação desta matéria, a resposta ainda não havia chegado.

Comente

Blogueira do RN é condenada a devolver dinheiro recebido em cargo público que ocupava

31/07/2019

Thalita Moema Alves terá que ressarcir R$ 13 mil ao erário e pagar multa de R$ 10 mil. Ela está proibida de contratar com o Poder Público ou receber benefí

Por G1 RN

Thalita Moema foi condenada a devolver dinheiro de cargo público que ocupava — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Thalita Moema foi condenada a devolver dinheiro de cargo público que ocupava — Foto: Reprodução/Redes Socia

Uma blogueira potiguar foi condenada a devolver o dinheiro que recebeu quando ocupava cargos públicos em Natal. Ela estava lotada em dois cargos no mesmo horário de trabalho. Thalita Moema de Freitas Alves terá que ressarcir o valor de R$ 13 mil, equivalente aos salários recebidos de associação mantida com recursos públicos no período compreendido entre setembro de 2011 e janeiro de 2012. A blogueira também foi condenada ao pagamento de multa civil no valor de R$ 10 mil.

O G1 tentou falar com Thalita Moema Alves por telefone, entretanto não conseguiu contato. Segundo o Ministério Público, que moveu uma ação por ato de improbidade administrativa contra ela, a blogueira também está proibida de contratar com o Poder Público, ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de 10 anos.

Ainda de acordo com o MP, Thalita Moema ocupava o cargo de supervisora administrativa na Associação de Atividades de Valorização Social (Ativa), que é pessoa jurídica de direito privado, mantida com recursos de convênios firmados com a Prefeitura de Natal. A blogueira recebeu pela Ativa entre 6 de setembro de 2011 e 2 de janeiro de 2012.

Apesar de ser contratada para exercício de jornada de 44 horas semanais na Associação e ter de cumprir expediente das 8h às 12h e das 14h às 18h, segundo o MP, a blogueira também ocupava cargo comissionado na Câmara Municipal de Natal e exercia por lá as suas atividades no período vespertino (12h às 18h). Além disso, cursava Direito em uma faculdade privada pela manhã (8h30 às 12h10).

Na sentença, a Justiça destaca que é “impossível que a promovida tenha cumprido sua jornada de trabalho no turno vespertino” na Ativa. Em relação ao turno matutino, a universidade enviou à Justiça os registros de Thalita apontando que em metade das disciplinas cursadas não foi registrada nenhuma falta. “Evidenciando que a blogueira também não trabalhava diariamente na Ativa no período da manhã”, diz o Ministério Público.

Para a Justiça potiguar, “ao agir desta forma, a conduta da demandada se enquadrou no ato de improbidade, na medida em que auferiu vantagem indevida, com acréscimo ao seu patrimônio, em detrimento de associação mantida com recursos públicos”.

Comente

Operação da Polícia Militar detém cinco pessoas em Nova Cruz/RN

31/07/2019

Na operação, ainda foram apreendidas drogas, celulares e dinheiro fracionado

Os acusados foram conduzidos à 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil

Nas primeiras horas desta quarta-feira, 31, uma operação deflagrada pela Polícia Militar cumpre mandados de busca e apreensão e de prisão na cidade de Nova Cruz, Agreste Potiguar.

Realizada no bairro Cidade do Sol, a ação contou com cerca de 30 policiais militares do 8º Batalhão, que culminou na detenção e apreensão de cinco pessoas, sendo dois adolescentes.

Na operação, ainda foram apreendidas drogas, celulares e dinheiro fracionado.

Os acusados foram conduzidos à 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil, onde foram tomadas as medidas cabíveis. Fonte Agora RN.

Comente

Equipe econômica volta a bloquear recursos do Ministério da Educação

31/07/2019

Bloqueio de R$ 1,443 bilhão havia sido anunciado na semana passada, na tentativa de atingir a meta de déficit primário de R$ 139 bilhões

A necessidade de contingenciamento foi apontada pelo Ministério da Economia no Relatório Bimestral de Avaliação de Receitas e Despesas

Agência Câmara

A equipe econômica do governo federal voltou a bloquear recursos do Ministério da Educação, no montante de R$ 348,5 milhões. A medida faz parte do novo contingenciamento de recursos do Orçamento de 2019, de mais de R$ 1,433 bilhão, anunciado na semana passada. Desta vez, o ministério mais afetado foi o da Cidadania, que perdeu R$ 619,2 milhões.

Em março, quando foram bloqueados R$ 34,955 bilhões – que incluíram uma reserva de R$ 5,373 bilhões para pleitos dos ministérios –, a área mais atingida foi a educação. Houve protestos nas ruas, e a equipe econômica liberou em maio recursos para cobrir as despesas do dia a dia das universidades e institutos de ensino, como contas de água e luz e serviços de limpeza.

Com esse novo bloqueio de despesas discricionárias, a equipe econômica busca os recursos necessários para cumprir a meta fiscal prevista para este ano – um déficit primário de R$ 139 bilhões. A necessidade de contingenciamento foi apontada pelo Ministério da Economia no Relatório Bimestral de Avaliação de Receitas e Despesas com dados de maio e junho.

Indicadores econômicos
O relatório bimestral divulgado no último dia 22 trouxe nova revisão de alguns indicadores. A equipe econômica reduziu ainda mais a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, para 0,8%. No bimestre anterior, o dado já havia sido reduzido de 2,2% para 1,6%.

No caso da inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a taxa esperada é de 3,8%, abaixo da previsão anterior (4,1%) – a meta deste ano é 4,25%. A taxa de juros Selic média para 2019 caiu para 6,2%, ante os atuais 6,5%. O Comitê de Política Monetária do Banco Central mantém esse patamar da Selic, o menor da história, desde março de 2018.

Conforme o relatório, no terceiro bimestre tanto as receitas como as despesas previstas para este ano foram reavaliadas para baixo. O déficit primário do governo central – que abrange as contas do Tesouro Nacional, da Previdência Social e do Banco Central – aumentou em R$ 2,486 bilhões em maio e junho, em relação aos dois meses imediatamente anteriores.

Comente

Juiz dá cinco dias para Bolsonaro e Eduardo explicarem indicação para embaixada

31/07/2019

Qualificação e parentesco e Eduardo são questionados

 Estaddão Conteúdo

O juiz André Jackson de Holanda Maurício Júnior, substituto da 1ª Vara Federal Cível da Bahia, deu cinco dias para o presidente Jair Bolsonaro e seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), se manifestarem sobre a nomeação de Eduardo ao cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos.

A decisão foi tomada na segunda-feira (29), no âmbito de uma ação popular ajuizada pelo deputado federal Jorge Solla (PT-BA). No despacho, o magistrado determina que o presidente e seu filho se manifestem sobre a medida liminar requerida na ação.

No texto, o deputado pede que seja determinada “a imediata inibição do ato de indicação de Eduardo Bolsonaro, por seu pai, Presidente da República, para exercer o cargo de Chefe de Missão Diplomática nos Estados Unidos da América”.

A ação pede ainda que a Justiça determine que os réus “se abstenham de realizar novos atos de mesma natureza, sob pena de multa diária de R$ 500 mil”.

O texto afirma que o preenchimento de cargos relevantes como Chefe de Missão Diplomática Definitiva em território estrangeiro por parentes próximos do Chefe do Executivo violam “todos os mandamentos constitucionais referentes à impessoalidade e à moralidade” “A vedação ao nepotismo não é mera recomendação constitucional, mas sim verdadeiro mandamento, não devendo ser desprezada”, indica a ação. A íntegra foi publicada no site jurídico Conjur.

Solla aponta que a nomeação se trata de uma “tentativa de promover pessoalmente Eduardo, a fim de que lhe sejam auferidos todos os benefícios do cargo”. O deputado diz ainda que a iminência do ato tem “caráter despótico”.

Na ação, o deputado questiona a qualificação de Eduardo para o cargo: “Como pode ser adequado ou até legal a nomeação de seu descente, sendo que este aduz ser adequado para o cargo por ter realizado intercâmbio e fritado hambúrgueres?”

A indicação remete à fala de Eduardo sobre o possível cargo na embaixada.

“É difícil falar de si próprio, né? Mas não sou um filho de deputado que está do nada vindo a ser alçado a essa condição, tem muito trabalho sendo feito, sou presidente da Comissão de Relações Exteriores, tenho uma vivência pelo mundo, já fiz intercâmbio, já fritei hambúrguer lá nos Estados Unidos, no frio do Maine, Estado que faz divisa com o Canadá, no frio do Colorado, em uma montanha lá. Aprimorei o meu inglês, vi como é o trato receptivo do norte-americano para com os brasileiros”, disse o deputado no início do mês.

A questão foi reiterada por Bolsonaro – “Eduardo fala inglês, espanhol e frita hambúrguer também”, indicou o presidente após cerimônia de hasteamento das bandeiras em frente ao Palácio do Alvorada no último dia 16.

Nesta terça-feira, 30, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que considera o filho do presidente Jair Bolsonaro, deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), “um jovem brilhante” e que está “muito feliz pela indicação” do parlamentar para assumir a embaixada do Brasil em Washington.

Comente

Ventos de 60km/h podem atingir litoral do RN

31/07/2019

Previsão da Marinha é para esta quinta (1º) e sexta-feira

A Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte, emitiu novo alerta na tarde desta quarta-feira (31) para a ocorrência de ventos fortes com velocidade de 60km/h e rajadas entre o Rio Grande do Norte e o Maranhão.

A previsão aponta para esta quinta-feira (1º) e sexta-feira (2).

A Marinha recomenda que as embarcações de pequeno porte “evitem a navegação” e que as demais embarcações redobrem a atenção quanto ao material de salvatagem, estado geral dos motores, casco, bomba de esgoto do porão, equipamentos de rádio e demais itens de segurança.Fonte Portal No Ar.

Comente

Caixa anuncia redução de até 40% nos juros do cheque especial

31/07/2019

Banco também lança pacote de serviços com taxas menores

Agência Brasil

Os clientes da Caixa Econômica Federal pagarão menos juros nas principais linhas de crédito e terão acesso a um pacote de serviços com taxas mais baixas. A redução valerá tanto para pessoas físicas como para empresas.

A taxa máxima do cheque especial passará de 13,45% ao mês (pessoa física) e 14,95% ao mês (empresas) para 9,99% para os dois tipos de clientes. Os correntistas que aderirem a um novo pacote de serviços, o Caixa Sim, pagarão juros ainda menores para o cheque especial: 8,99% ao mês.

O banco público também diminuiu a taxa mínima do crédito pessoal de 4,99% ao mês para 2,29% ao mês, o que representa redução média de 21%. Nessa modalidade, as taxas variam conforme o perfil do cliente.

A Caixa anunciou ainda a isenção da anuidade no cartão de crédito para pessoas físicas. Segundo a instituição, a isenção melhora a competitividade do banco num momento de liberação de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Para as empresas, haverá redução de 11% nos juros de linhas para capital de giro nas operações com aval de sócios (com taxa mínima de 1,69% ao mês) e de 13% nas operações de capital de giro com aval de sócios para quem tem imóvel ou aplicação financeira na caixa (com taxa mínima de 0,99% ao mês ou 0,95% ao mês, respectivamente).

Caixa Sim
Para os clientes do pacote Caixa Sim, a redução dos juros do cheque especial chegará a 40% para empresas e 33% para pessoas físicas. Disponível tanto para pessoas físicas como para empresas, o novo pacote de serviços estará disponível a partir de 19 de agosto e custará R$ 25 por mês. A tarifa poderá ser convertida em bônus para linhas de celular.

Para os demais clientes, o corte nos juros do cheque especial ficará em 26% (pessoas físicas) e 33% (pessoas jurídicas). Além dos juros de 8,99% ao mês no cheque especial, os clientes pessoa física do Caixa Sim pagarão juros de 2,29% no crédito pessoal e terão direito a um cartão de crédito internacional sem anuidade com juros do rotativo em 8,99% ao mês. Os juros podem ficar ainda mais baixos caso o cliente tenha conta salário ou investimentos no banco.

As empresas que aderirem ao pacote terão linha de capital de giro a partir de 0,95% ao mês, antecipação de recebíveis de a partir de 1,85% ao mês e cartão de crédito com a primeira anuidade gratuita.

Comente

Infarto mata primeira dama do Uruguai

31/07/2019

Morte por Infarto.

María Auxiliadora Delgado, esposa do presidente uruguaio, Tabaré Vázquez, faleceu na madrugada de hoje (31). O corpo será velado durante toda a manhã em uma empresa especializada em serviços fúnebres. O sepultamento está marcado para as 15h, no cemitério La Teja. Segundo a imprensa uruguaia, a causa da morte foi infarto.

María Auxiliadora e Tabaré Vázquez comemoraram 50 anos de casados em 2015. Tiveram três filhos e adotaram mais um. O casal tinha onze netos.

Como primeira-dama sempre se manteve discreta. O único evento oficial em que participou, representando o seu marido, foi o funeral do Papa João Paulo II, em abril de 2005.Fonte Agencia Brasil.

Comente

Bolsonaro diz que conversa com Adélio se ele “abrir o jogo” sobre ataque

31/07/2019

Presidente da República insistiu que Adélio “tem o que falar” sobre atentado à sua vida e que pode ser morto como “queima de arquivo”

Presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL)

O presidente Jair Bolsonaro levantou mais uma vez dúvidas sobre a conclusão do inquérito da Polícia Federal apontando que Adélio Bispo agiu sozinho quando o atacou com uma faca durante a campanha eleitoral do ano passado, e afirmou, nesta quarta-feira, que está disposto a conversar com Adélio se ele “abrir o jogo” sobre o crime.

“Ele agora vai para o manicômio, prisão perpétua. Ele tem a chance de falar agora. Eu estou me dispondo a ele, se ele quiser conversar comigo, abrir o jogo, eu vou conversar com ele, com familiar dele. Com advogado não converso”, disse o presidente ao sair do Palácio da Alvorada para uma viagem a Anápolis (GO).

A conclusão do inquérito da PF foi de que Adélio agiu por conta própria ao atacar o presidente com uma faca em Juiz de Fora (MG), ainda durante a campanha eleitoral. Laudos psicológicos posteriores apontaram ainda que o homem teria problemas mentais.

Na semana passada, a Justiça decidiu pela condenação de Adélio à internação em uma clínica psiquiátrica. Os advogados de Bolsonaro não recorreram e a sentença foi confirmada. Segundo o próprio presidente, não foi apresentado recurso porque se Adélio fosse julgado por tentativa de homicídio estaria solto em pouco tempo. A sentença de internação não tem prazo e a dispensa é feita depois de avaliações médicas periódicas.

Bolsonaro insistiu que Adélio “tem o que falar” e que pode ser morto como “queima de arquivo”.

“Não, não é visitar. Visita eu vou visitar minha mãe. Eu vou lá para ele me contar o que aconteceu”, disse. “Então eu estou dando uma chance a ele, porque ele está condenado. E ele com toda certeza tem o que falar. Alguém acredita que ele está maluco? Se estivesse maluco estava esfaqueando todo mundo, não só eu.”

Mais uma vez, apesar de não terem sido encontrados indícios, o presidente acusou partidos de esquerda de tramarem contra sua vida.

“É um jogo de poder por parte da esquerda, que sempre buscou o poder absoluto não interessa como. Os métodos, os meios, valem para tudo para chegar. Eu estou atrapalhando muita gente? Estou. Repito: até hoje não chegou ninguém para dizer ‘muda essa vírgula desse decreto que a gente conversa lá fora’”. Fonte Agencia Brasil.

Comente

Desemprego no Brasil recua 0,7%, de acordo com pesquisa do IBGE

31/07/2019

São 12,8 milhões de pessoas sem trabalho no país e 28,4 milhões que trabalham menos horas do que poderiam

Houve ligeira queda na comparação com o trimestre anterior

A taxa de desocupação no Brasil, no trimestre encerrado em junho de 2019, ficou em 12% e a subutilização foi de 24,8%.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio – Contínua (Pnad Contínua), divulgada hoje, 31, no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

São 12,8 milhões de pessoas sem trabalho no país e 28,4 milhões que trabalham menos horas do que poderiam.
 
Houve ligeira queda na comparação com o trimestre anterior, quando a desocupação estava em 12,7% e a subutilização em 25%. No mesmo período do ano passado, as taxas eram de 12,4% e 25,5%, respectivamente.
 
O rendimento real habitual apresentou queda de 1,3%, caindo de R$ 2.321 no primeiro trimestre do ano para R$ 2.290 na última medição.
 
O número de desalentados – pessoas que desistiram de procurar trabalho – se manteve recorde no percentual da força de trabalho, com 4,4%, que soma 4,9 milhões. Fonte Agencia Brasil.

Comente

Polícia Rodoviária Federal apreende quase 300 Kg de maconha na BR-304

31/07/2019

Homem que conduzia o veículo que, de acordo com os agentes, tem 34 anos, disse não saber que estava transportando a droga

Apreensão aconteceu por volta das 23h, e o carro viajava sentido Natal

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na noite da última terça-feira, 30, 299,5 kg de maconha no quilômetro 193 da BR-304, na altura do município de Lajes, na região central potiguar.

O homem que conduzia o veículo que, de acordo com os agentes, tem 34 anos, disse não saber que estava transportando a droga.

Segundo a PRF, os entorpecentes estavam escondidos no banco traseiro e no porta-malas do veículo, modelo Logan. A apreensão aconteceu por volta das 23h, e o carro viajava sentido Natal.

A PRF afirmou que o condutor do veículo não possuía carteira de habilitação. A ocorrência foi encaminhada à Superintendência de Polícia Federal, em Natal. Fonte Agora RN.

Comente

Fase 62 da Lava Jato mira em grupo de cervejas famosas

31/07/2019

Operação apura propinas pagas por empresas do Grupo Petrópolis

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, dia 31, a 62ª fase da Operação Lava Jato, denominada Rock City. A ação apura o pagamento de propinas disfarçadas de doações de campanha eleitoral realizada por empresas do Grupo Petrópolis, empresa brasileira fabricante de bebidas. Segundo a PF, o grupo teria auxiliado a Odebrecht a realizar pagamentos ilícitos por meio de operações ‘dólar-cabo’, troca de reais no Brasil por dólares em contas no exterior.

Cerca de 120 Policiais federais cumprem um mandado de prisão preventiva, cinco mandados de prisão temporária e 33 mandados de busca e apreensão em 15 diferentes municípios: Boituva, Fernandópolis, Itu, Vinhedo, Piracicaba, Jacareí, Porto Feliz, Santa Fé do Sul, Santana do Parnaíba, em São Paulo – além da capital paulista; Cuiabá (MT); Cassilândia (MS); Petrópolis e Duque de Caxias (RJ); e Belo Horizonte (MG).

As ações são realizadas em cooperação com o Ministério Público Federal e com a Receita Federal. Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara Federal de Curitiba. A Justiça também determinou o bloqueio de ativos financeiros dos investigados.

A suspeita da Polícia Federal é de que offshores relacionadas à Odebrecht realizavam, no exterior, transferências de valores para offshores do Grupo Petrópolis, que por sua vez disponibilizava dinheiro em espécie no Brasil para realização de doações eleitorais.

De acordo com a PF, um dos executivos da Odebrecht, em colaboração premiada, afirmou que utilizou o Grupo Petrópolis para realizar doações de campanha eleitoral para políticos de outubro de 2008 a junho de 2014. As operações teriam resultado em uma dívida não contabilizada de R$ 120 milhões entre a construtora e o Grupo investigado. Em contrapartida, a Odebrecht investia em negócios da cervejaria.

Os presos serão levados para a Superintendência da Polícia Federal no Paraná, onde serão interrogados, informou a PF.

Defesa

A reportagem tenta contato com o grupo Petrópolis. O espaço está aberto para manifestações de defesa. Fonte Portal Noar.

Comente

Três são presos e dois adolescentes apreendidos no interior

31/07/2019

Além das detenções, policiais apreenderam drogas, celulares e dinheiro

Uma operação policial deflagrada nesta quarta-feira, 31, em Nova Cruz, no Agreste Potiguar, resultou na prisão de três pessoas e na apreensão de dois adolescentes. Além das detenções, os policiais apreenderam drogas, celulares e dinheiro.

Os presos foram José Wandson Henrique da Silva, de 19 anos, que é conhecido como ‘Boca’; Josemberg Domingos da Silva, o Berg, de 29; e Reginaldo do Nascimento, que atende por Regis, 32. Ambos os adolescentes têm 15 anos.

A operação foi realizada no bairro Cidade do Sol e contou com cerca de 30 policiais do 8º Batalhão da Polícia Militar. Fonte Portal Noar.

Comente

Projetado para Copa de 2014, túnel da Rua São José será concluído semana que vem

31/07/2019

Obra custou R$ 8 milhões em parceria entre Prefeitura e Governo Federal

Na próxima semana, serão finalizados os serviços do túnel de drenagem do cruzamento da Avenida Capitão Mor Gouveia e rua São José, em Lagoa Nova, zona Sul de Natal. A informação foi divulgada pela Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semov). De acordo com o secretário da pasta, Tomaz Neto, os serviços na rede de drenagem para acabar com alagamentos entre a rua São José e as avenidas Jaguarari e Jerônimo Câmara já estão prontos.

“Essa parte da obra já está finalizada e colocamos em funcionamento. O que iremos liberar na próxima semana será o tráfego completo na avenida Capitão Mor Gouveia e na rua São José. Na última semana, retiramos a estrutura metálica que estava localizada no cruzamento das duas vias e que era um de nossos poços de visita. O que está faltando é apenas um pequeno ajuste no asfalto e também a poda de algumas árvores na Av. Jerônimo Câmara. Com isso, o tráfego estará livre”, explicou Tomaz Neto.

Ainda de acordo com a Semov, as árvores que foram retiradas para realização das obras serão todas plantadas novamente. A Prefeitura possui o projeto Planta Natal, que ultrapassou as 1.400  mudas plantadas na cidade. A meta é plantar 20 mil mudas em todas as regiões de Natal até 2020.

Sonho antigo

A obra, que custou R$ 8 milhões de reais, em uma parceria da Prefeitura do Natal e o Governo Federal, acabará com alagamentos nos bairros de Lagoa Nova, Dix Sept Rosado, Nazaré, Candelária e Nova Descoberta. “Essa obra é um sonho antigo dos moradores da região. Um projeto impactante e que dará maior qualidade de vida para todos. As imagens que observamos em temporadas chuvosas acabará. Toda aquela água irá agora para as lagoas do Centro Administrativo, com toda uma estrutura operacional”, finalizou o secretário.

* Com informações da Prefeitura do Natal

Comente

TRE-RN cassa diploma do deputado Sandro Pimentel, mas ele permanece no cargo

30/07/2019

Condenação reprovou contas de campanha de Pimentel em 2018. Parlamentar vai recorrer ao e fica na Assembleia enquanto aguarda decisão do TSE.

Por G1 RN

Deputado estadual Sandro Pimentel (Psol) fala durante sessão da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.  — Foto: João Gilberto/ALRN

Deputado estadual Sandro Pimentel (Psol) fala durante sessão da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. — Foto: João Gilberto/ALRN

Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte (TRE) determinou, por 5 votos a 2, a cassação do diploma do deputado estadual Sandro Pimentel (PSOL), em sessão realizada nesta terça-feira (30). Apesar da decisão, Pimentel ainda pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e manter suas atividades parlamentares enquanto o caso não estiver transitado em julgado.

Para a Justiça, o deputado realizou captação ilícita de recursos para a campanha. O julgamento envolveu a prestação de contas apresentada pelo deputado à Justiça Eleitoral após as eleições realizadas no ano passado. Sandro Pimentel era vereador de Natal e concorreu ao cargo de deputado estadual, alcançando 19.158 e se tornando o primeiro parlamentar do PSOL a assumir uma vaga na Assembleia Legislativa Estadual.

"Temos total convicção da falta de elementos que justifiquem esta condenação, ao mesmo tempo que respeitamos o processo legal. Inclusive abrimos o sigilo bancário de assessores e o meu próprio, deixando a disposição todos os dados que provam que não há ilegalidade nos recursos utilizados durante a campanha", afirmou o deputado, em nota. O parlamentar ainda garantiu que vai recorrer ao TSE.

Caso perca na última instância, o deputado não poderá seguir no cargo, porém os votos continuarão com a legenda e quem assumiria no lugar dele será o Professor Robério Paulino, também do PSOL.

Comente

Esqueleto de animal com mais de 7 metros é encontrado em praia do RN

30/07/2019

Carcaça foi achada na praia de Muriú. Elevado estado de decomposição não permitiu definição da espécie, mas especialistas apontam que há semelhanças c

Por G1 RN

Carcaça foi encontrada na praia de Muriú, no litoral Norte — Foto: Divulgação

Carcaça foi encontrada na praia de Muriú, no litoral Norte — Foto: Divulgação

O esqueleto de um animal com 7,66 metros de comprimento foi encontrado na praia de Muriú, no município de Ceará-Mirim, no início da tarde desta terça-feira (30).

Segundo o Projeto Cetáceos da Costa Branca, da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), não é possível definir a espécie do animal, nem a causa da morte devido ao "elevado estado de decomposição". Apesar disso, o projeto aponta que a carcaça encontrada apresenta semelhanças com uma baleia jubarte.

A carcaça foi visualizada por colaboradores do projeto dentro do mar. Ao chegarem no local, os biólogos e veterinários do projeto aguardaram o encalhe do animal na praia para em seguida fazer a avaliação, seguindo os protocolos internacionais sobre atendimento a cetáceos.

Materiais biológicos da carcaça foram coletados para análises detalhadas em laboratório. Após o encalhe e o recolhimento do material necessário, o animal foi enterrado em um terreno liberado pela Prefeitura de Ceará-Mirim.

Neste período do ano, é comum o aparecimento de baleias jubartes - de nome científico Megaptera novaeangliae - no litoral brasileiro. Os animais migram com o objetivo de se reproduzirem.

A baleia jubarte está entre as espécies ameaçadas de extinção na lista do Ministério do Meio Ambiente.

Comente

chefe de facção ordena que comparsas atirem em policiais e instalem câmeras em comunidade de Natal

30/07/2019

Interceptações telefônicas foram obtidas pelo Ministério Público com autorização judicial. Informações levaram a deflagração da Operação Conexão R

Por G1 RN

Operação foi deflagrada na manhã desta terça (30) para combater crimes cometidos em Natal por ordem de preso do RJ — Foto: Klênyo Galvão/Inter TV Cabugi

Interceptações telefônicas obtidas pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) com autorização judicial mostram, um dos chefes de uma facção criminosa ordenando crimes mesmo estando preso no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na capital do Rio de Janeiro. Os áudios foram gravados durante as investigações realizadas no âmbito da operação Conexão RJ, deflagrada na manhã desta terça-feira (30) pelo MPRN e pela Polícia Militar.

A operação cumpriu oito mandados de busca e apreensão no Passo da Pátria, comunidade na zona Leste natalense. Quando os policiais chegaram ao local para cumprir os mandados, criminosos ainda não identificados soltaram fogos de artifício para alertar os comparsas da presença da PM.

Em um dos áudios, Wildson Alves da Silveira orienta os comparsas a atacar viaturas da PM. Em outro, o homem ordena que integrantes que ficam nas entradas do Passo da Pátria juntem "peças" (armas) e sugere a instalação de câmeras para monitorar a comunidade. Por fim, os investigadores ainda encontraram um áudio no qual ele ordenou que seus subordinados promovessem eventos, para melhorar o caixa da organização criminosa.

As ordens para os crimes, segundo as investigações do MPRN, foram dadas por Wildson Alves da Silveira, conhecido como Binho Beque ou Leão, que está preso em Bangu desde maio de 2017. Ele é fugitivo da cadeia pública Raimundo Nonato Fernandes, em Natal. Binho é apontado como sendo um dos chefes de uma facção criminosa que surgiu dentro de unidades prisionais potiguares.

Comente

Mulher morre e marido fica em estado grave após serem baleados durante assalto no interior do RN

30/07/2019

Crime aconteceu por volta das 20h desta segunda-feira (29) em uma granja na zona rural de Pedro Velho.

Por G1 RN

Professora Ana Télia Ambrósio Soares tinha 47 anos e foi morta no assalto — Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

Professora Ana Télia Ambrósio Soares tinha 47 anos e foi morta no assalto — Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

 

Uma mulher morreu e o marido dela ficou ferido depois de serem baleados em um assalto que aconteceu em uma granja na cidade de Pedro Velho, distante aproximadamente 80 quilômetros de Natal. A professora Ana Télia Ambrósio Soares, de 47 anos, chegou a ser socorrida ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. O marido dela está internado em situação grave. O crime aconteceu por volta das 20h desta segunda-feira (29).

De acordo com a polícia, pelo menos quatro criminosos participaram da ação. Armados, eles invadiram a casa do casal no Sítio Porteiras, na zona rural da cidade, e iniciaram o assalto. Durante o roubo, os homens atiraram no casal.

Segundo a polícia, os bandidos fugiram em seguida, levando uma televisão, três celulares e duas espingardas de caça do marido de Ana Télia. A professora morava em Pedro Velho desde a infância. Ela ensinava na escola municipal da cidade e também em outra em Canguaretama.

O hospital que recebeu o casal ficou cheio de moradores de Pedro Velho na frente, que buscavam por informações do estado de saúde dos dois. O marido de Ana Télia Soares foi transferido para o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal.

A Polícia Militar realizou buscas na região em que aconteceu o crime na tentativa de encontrar os assaltantes, no entanto ninguém foi preso.

Comente