George e Carla Ubarana ganham liberdade graças a indulto de Temer

28/07/2019

Casal foi condenado por desvio de R$ 14 milhões de precatórios do TJRN

Carla Ubarana e George Leal casal que foi condenado por liderar um esquema que desviou R$ 14, 1 milhões do setor de Precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) ganharam o direito à liberdade. Eles foram agraciados com o indulto assinado pelo ex-presidente Michel Temer em 2017 que estendeu o perdão de pena a condenados por crimes de corrupção.

A extinção da pena foi concedida pelo Juiz Henrique Baltazar. Ele chama a tenção para o fato de que os condenados, agora libertos, não pagaram a multa a que foram condenados, no valor de R$ 7 milhões, porém, ressalta que uma parte já foi paga e que há bens do casal pendentes de alienação para tanto. Na sentença, Henrique Baltazar diz que o indulto não alcança a pena das multas, apenas da reclusão.

Carla cumpria pena em regime fechado e George já estava livre, porém, monitorado pela justiça. Eles cumpriram um quinto da pena sem antecedentes e o fato do  crime não ter grave ameaça ou violência, se enquadrou no indulto de Temer. Este indulto já beneficiou, inclusive, condenados de outros escândalos de corrupção, como os do Mensalão e da Lava Jato.

O casal foi preso na “Operação Judas”, efetuada pela Polícia Civil e Ministério Público. Cara era chefe da Divisão de Precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. Ela foi, inicialmente, condenada a 10 anos e 4 meses de reclusão em regime fechado pelo crime de peculato. George Luís de Araújo Leal, marido dela, recebeu pena de 6 anos e 4 meses de reclusão no regime semiaberto.

Fonte Portal Noar.

Comente

Governo publica novas regras para deportação de estrangeiros

27/07/2019

Pessoas consideradas perigosas poderão ser deportadas ou ter seu visto de permanência no Brasil reduzido ou cancelado sumariamente

O ministro Sergio Moro assina a portaria

Agência Brasil

Portaria publicada nesta quinta-feira, 25, no Diário Oficial da União estabelece que pessoas consideradas perigosas “ou que tenham praticado ato contrário aos princípios e objetivos dispostos na Constituição Federal” poderão ser deportadas ou ter seu visto de permanência no Brasil reduzido ou cancelado sumariamente. Os procedimentos administrativos para decidir o destino destas pessoas serão instaurados pelos delegados responsáveis por unidades da Polícia Federal (PF).

O texto da Portaria nº 666 lista entre “pessoas perigosas” os estrangeiros suspeitos de envolvimento com terrorismo; grupo criminoso ou associação criminosa armada; tráfico de drogas, pessoas ou armas de fogo; divulgação de pornografia ou exploração sexual infantojuvenil ou envolvimento com torcidas com histórico de violência em estádios.

Assinada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, a portaria institui que fatos que justifiquem, não só a deportação, mas também o impedimento de ingresso no país, a repatriação do estrangeiro para seu país de origem ou mesmo a redução ou cancelamento do prazo de estadia no Brasil poderão ser averiguados em informações oficiais obtidas por meio de acordos de cooperação internacional.

As autoridades brasileiras também poderão recorrer à informações de órgãos de inteligência nacional ou estrangeir, investigação criminal em curso ou sentença penal condenatória, além de listas de restrição decorrentes de decisão judicial.

Ninguém será impedido de ingressar no país, repatriado ou deportado sumariamente, por motivo de raça, religião, nacionalidade, por integrar determinado grupo social ou manifestar opinião política. Garantias válidas também para pessoas perseguidas em seu país por acusação de terem praticado crime puramente político ou de opinião.

A pessoa obrigada a deixar o país será pessoalmente notificada para que se defenda ou se retire voluntariamente do território brasileiro em até 48 horas. O recurso apresentado em até 24 horas da notificação terá efeito suspensivo sobre a decisão de deportação. Já a não manifestação do deportando ou de seu representante legal dentro dos prazos não impedirão o cumprimento da medida.

De acordo com o texto, a decisão em grau recursal não será passível de novo recurso administrativo.

A divulgação dos motivos para o Estado brasileiro aplicar qualquer uma das sanções previstas na portaria estará sujeita às limitações da chamada Lei de Acesso à Informação nº 12.527, bem como à necessidade de preservar investigações criminais nacionais ou estrangeiras e informações sigilosas.

A Polícia Federal (PF) poderá pedir à Justiça Federal que autorize a prisão ou outra medida cautelar durante qualquer fase do processo de deportação, devendo observar o que estabelece o Código Penal e comunicar à embaixada ou consulado representante do país de origem do deportando.

Legislação

Publicado em novembro de 2017, para regulamentar a chamada Lei de Migração n° 13.445 do mesmo ano, o Decreto n° 9.199 trata da repatriação, deportação e expulsão de estrangeiros como medidas de retirada compulsória do país.

O artigo 182 estabelece que o procedimento de deportação dependerá de autorização prévia do Poder Judiciário no caso de migrante que esteja cumprindo pena ou respondendo a processo criminal em liberdade.

Além disso, deverá ser observado os princípios do contraditório, da ampla defesa e da garantia de recursos. O decreto estabelece o prazo de dez dias para que o deportando ou seu defensor recorram da decisão e impede a deportação se a medida “configurar extradição não admitida pela lei”.

Já o artigo 192 determina que a expulsão só se aplicará a imigrantes ou visitantes com sentença condenatória em julgado pela prática dos crimes de genocídio, de guerra, de agressão, contra a humanidade ou crime comum doloso passível de pena privativa de liberdade, consideradas a gravidade e as possibilidades de ressocialização no território nacional.

Mesmo nestes casos, contudo, o decreto proíbe a expulsão de pessoas que tenham filho brasileiro sob sua guarda ou dependência econômica ou socioafetiva; cônjuge ou companheiro residente no Brasil; que tenham ingressado no país antes de completar 12 anos de idade e aqui residam desde então ou que tenham mais de 70 anos e vivam no país há mais de dez anos.

Comente

PRF/RN começa a utilizar bafômetro que detecta embriaguez pela respiração

27/07/2019

Nos primeiros seis meses deste ano (2019), a PRF registrou um aumento de mais de 10% nas autuações de alcoolemia nas rodovias federais do RN

O aumento da fiscalização reflete na diminuição da quantidade de acidentes nas rodovias do Estado

A Polícia Rodoviária Federal já está realizando fiscalizações nas rodovias federais do Rio Grande do Norte, com o uso dos etilômetros passivos, aparelhos recém-chegados. Além de dar celeridade à fiscalização e permitir que mais pessoas sejam abordadas, o aparelho representa economia para a instituição, pois reduz os gastos com os bocais.

Em apenas alguns segundos, o etilômetro passivo é capaz de indicar se o condutor fez ou não o uso de bebida alcoólica. Após o motorista assoprar na direção do aparelho, uma luz verde, amarela ou vermelha se acende. Com a luz verde, o motorista é liberado. Com a luz amarela e vermelha, o condutor realiza o teste no etilômetro tradicional, para quantificar o valor da ingestão.

O novo aparelho funciona como uma espécie de triagem, liberando rapidamente o motorista que não apresenta nenhum vestígio de álcool e direcionando a fiscalização para aqueles com indícios da ingestão.

Nos primeiros seis meses deste ano (2019), a PRF registrou um aumento de mais de 10% nas autuações de alcoolemia nas rodovias federais do RN, comparado com o mesmo período de 2018. Em relação à quantidade de testes, no ano passado foram realizados 24.276 e neste ano, 29.041, somente no primeiro semestre.

O aumento da fiscalização reflete na diminuição da quantidade de acidentes nas rodovias do Estado. Nos primeiros seis meses deste ano, a PRF registrou 25 acidentes envolvendo embriaguez ao volante e duas pessoas mortas. No ano de 2018, foram 33 acidentes e quatro mortes, para o mesmo período.Fonte Agora RN.

Comente

SMS confirma primeiro caso de sarampo em Natal após 19 anos

27/07/2019

Secretaria Municipal de Saúde comunicou que vai realizar uma coletiva na manhã de segunda-feira, 29, para comentar o caso

Este é o primeiro registro da doença em 19 anos na capital potiguar

Um homem foi diagnosticado com sarampo em Natal, a informação confirmada nesta sexta-feira, 26, pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Segundo a secretaria, este é o primeiro registro da doença em 19 anos na capital potiguar.

O homem viajou para São Paulo e retornou à Natal com os sintomas do sarampo. Ele procurou atendimento médico e foi constatada a doença.

A SMS comunicou que vai realizar uma coletiva na manhã de segunda-feira, 29, para comentar o caso.Agora RN,

Comente

Conta de luz terá bandeira vermelha em agosto

27/07/2019

Custo extra será de R$ 4 por cada 100 kWh consumidos

Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou, nesta sexta-feira (26), que a bandeira tarifária para o mês de agosto será a vermelha, no patamar 1, onde há uma cobrança extra de R$ 4 para cada 100 quilowatts-hora consumidos. Em julho, a cobrança foi da bandeira tarifária amarela, quando há um acréscimo de para R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos.

De acordo com a agência, a medida foi tomada pela possibilidade de aumento no acionamento das usinas termelétricas, que têm custo de geração de energia mais alto. Também pesou na decisão, a diminuição do volume de chuvas, com a chegada da estação seca.

“Agosto é um mês típico da estação seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN). A previsão hidrológica para o mês sinaliza vazões abaixo da média histórica e tendência de redução dos níveis dos principais reservatórios”, disse a Aneel.

De acordo com a Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

O cálculo para acionamento das bandeiras tarifárias leva em conta, principalmente, dois fatores: o risco hidrológico (GSF, na sigla em inglês) e o preço da energia (PLD).

No dia 21 de maio, a Aneel aprovou um reajuste no valor das bandeiras tarifárias. A bandeira amarela passou de R$ 1 para R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos, a bandeira vermelha patamar 1 passou de R$ 3 para R$ 4 a cada 100 kWh e no patamar 2 passou de R$ 5 para R$ 6 por 100 kWh consumidos.

A bandeira verde não tem cobrança extra.

Os recursos pagos pelos consumidores vão para uma conta específica e depois são repassados às distribuidoras de energia para compensar o custo extra da produção de energia em períodos de seca. 

Comente

Hackers da Lava Jato ficarão presos mais cinco dias

27/07/2019

Juiz acredita que soltos eles atrapalhariam as investigações

 Da Agência Brasil Brasília

O juiz Vallisney de Souza Oliveira, titular da 10ª Vara Federal de Brasília, decidiu há pouco prorrogar a prisão temporária dos quatro presos pela Polícia Federal (PF) sob suspeita de invadir o telefone celular do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e de outras autoridades.

Com a decisão, os suspeitos Danilo Cristiano Marques, Gustavo Henrique Elias Santos, Suelen Priscila de Oliveira e Walter Delgatti Neto deverão continuar presos por mais cinco dias.

Os acusados foram presos na terça-feira (23), por determinação do magistrado, na Operação Spoofing, expressão relativa a um tipo de falsificação tecnológica, que procura enganar uma rede ou uma pessoa fazendo-a acreditar que a fonte de uma informação é confiável quando, na realidade, não é.

Até o momento, somente a defesa do casal Gustavo e Suellen se manifestou publicamente sobre o caso. Segundo o advogado Ariovaldo Moreira, Gustavo nega ter invadido telefones e participado da divulgação das supostas conversas feitas pelo então juiz federal da 13ª Vara Federal, Sergio Moro.

Comente

Maxaranguape: Polícia prende 20 em festa de facção

27/07/2019

Foram apreendidas armas e drogas no local

Na noite desta sexta-feira (26), policiais militares realizaram diligência no bairro Pantanal, município de Maxaranguape, local onde acontecia uma festa que segundo a Polícia era de uma facção criminosa.

A ação contou com policiais militares de Maxaranguape, Pureza, BPCHOQUE e CIPAM. Foram realizadas buscas pessoaias nos participantes do evento e encontradas armas de fogo, drogas e balança de precisão.

Todo o material foi levado à delegacia de planMtão da Zona Norte, como também vinte suspeitos, que possivelmente são donos dos produtos, além do proprietário do imóvel locado para a festa.Fonte Portal Noar.

Comente

Bolsonaro quer fim das aulas em autoescolas

27/07/2019

Ele acha desnecessário porque diz que aprendeu a dirigir sozinho

Por Estadão Conteúdo

Depois das polêmicas em torno da redução de radares nas estradas e do fim da exigência de cadeirinhas de segurança para crianças nos carros, o presidente Jair Bolsonaro levantou mais uma polêmica relacionada à trânsito. Dessa vez defendeu o fim das aulas de direção nas autoescolas.

Pelo Facebook, Bolsonaro disse: “Eu, com 10 anos de idade, aprendi a dirigir trator na fazenda em Eldorado Paulista. E acho que nem devia ter exame de nada. Parte escrita apenas e ir para prática logo. Não tem de cursar autoescola, ter aula de um monte de coisa que já sabe o que vai acontecer. Mas vamos deixar isso para um segundo momento”.

Especialistas em segurança no trânsito já estão criticando as declarações.

Comente

Poço Branco: Parabéns a Nossa Terra pelo seus 56º Anos de Emancipação

26/07/2019

Uma Cidade para Todos.

Resultado de imagem para fotos aeria de Poço Branco

 Poço Branco/RN uma Cidade para Todos em Nome de Todos que Faz o Blog A língua Noticias queremos Parabeniza a Todos pelo Aniversários de Emancipação Política de Nossa Cidade com Fé em Nosso Deus e muitas Felicidades pra Nossos Munícipes. Parabéns 56º Anos de Existência

 

Comente

Raquel Dodge confirma que foi vítima da tentativa de ataque hacker

26/07/2019

Segundo a procuradora, os hackers não conseguiram capturar nenhuma informação; presidente Jair Bolsonaro também foi alvo da mesma ação

Procuradora-geral da República, Raquel Dodge

Agência Brasil

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, confirmou que seu telefone funcional sofreu uma tentativa de ataque de hacker, em maio. Segundo a procuradora, os hackers não conseguiram capturar nenhuma informação. O presidente Jair Bolsonaro também foi alvo da mesma ação, segundo o Ministério da Justiça. 

A tentativa foi descoberta pela própria PGR, que tinha aberto um procedimento interno para apuração de ataques aos celulares de integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba e no Rio de Janeiro. 

Durante o processo de investigação, servidores da PGR descobriram que os ataques não deram certo porque o aparelho funcional usado por Raquel Dodge estava com o serviço de caixa postal desativado. O ataque eletrônico às caixas é uma das formas usadas por hackers para obter código de segurança de aplicativos, como o Telegram, principal alvo dos suspeitos presos pela Polícia Federal (PF), na terça-feira, 23.

Após as tentativas de roubo de mensagens, a PGR determinou a troca de linhas telefônicas e o uso de um sistema interno de mensagens eletrônica mais seguro. 

Presidente do Senado

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, se manifestou nas redes sociais também sobre ter sido vítima do mesmo crime. Alcolumbre, que passou o dia no interior do Amapá, se mostrou indignado com a invasão de privacidade sofrida.

“Recebi a informação de que meu aparelho de celular teria sofrido tentativa de hackeamento. Embora tranquilo, pois não tenho nada a esconder, manifesto minha indignação com a invasão de minha privacidade”, disse o presidente do Senado.

“Não posso deixar de reafirmar minha repulsa às atividades desses criminosos virtuais, pois elas também representam uma afronta aos Poderes da República e à população brasileira. […] Agem movidos por interesses desconhecidos, mas certamente, escusos, pois se valem de meios ilegais e visam o próprio benefício”, acrescentou.

Alcolumbre afirmou ainda que deseja ouvir a opinião de especialistas para ter respostas sobre como impedir esse tipo de invasão, e afirmou que o Legislativo também deve agir, “criando soluções e leis mais transparentes”.

Além da procuradora, do presidente Jair Bolsonaro e de Alcolumbre, de acordo com a PF, os quatro presos, sob a acusação de invasão do celular de Moro, também teriam roubado dados de mil vítimas, entre elas, diversas autoridades do Legislativo, Judiciário e do Executivo.

Comente

Pesquisa do Ministério do Turismo coloca Natal como 3º destino do País

26/07/2019

Os dados apontam para um interesse maior dos turistas na “dupla” sol e praia

A sondagem foi realizada com duas mil agências de viagens do país

Natal é o terceiro destino mais procurado por turistas brasileiros no período considerado como inverno no País. Os números fazem parte de uma pesquisa inédita realizada pelo Ministério do Turismo, que aponta os dez destinos mais buscados em viagens nacionais nos meses de junho e julho deste ano. A sondagem foi realizada com duas mil agências de viagens do país. Fortaleza (CE), Maceió (AL), Natal (RN), Gramado (RS), Rio de Janeiro (RJ), Porto Seguro (BA), Ipojuca (PE), São Paulo (SP), Salvador (BA) e Campos do Jordão (SP) estão nas dez primeiras posições, respectivamente.

“Esses números são muito importantes para a cidade e para o destino turístico. Isso prova que essas ações que estão sendo feitas em parceria com os empresários, no caso a ABIH – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis e com o Governo do Estado, esses “Gold Shows”, essas promoções específicas do destino, que querem comprar o Nordeste, que querem comprar Natal, especificamente interior de Minas, de São Paulo e Centro-Oeste estão dando resultado”, comentou o secretário de Turismo de Natal, Fernando Fernandes.

Um outro dado a ser festejado pela capital potiguar diz respeito ao perfil do turista que está buscando a cidade. De acordo com a pesquisa, na composição do público, os casais com filhos correspondem ao maior número (37%) dos viajantes que utilizam agências de viagens, seguidos dos casais, com 22%, e viagens em família, com 21%. Esse perfil de viajante, em destaque, costuma consumir mais que turistas que viajam sozinhos, dessa forma, o capital circula entre os fornecedores de serviços da cidade.

“Natal está fazendo um trabalho correto. O prefeito Álvaro Dias tem dado total apoio ao turismo. Tem feito outras ações dentro da cidade como a recuperação e melhoria da orla marítima e um tratamento diferenciado para que a gente possa fazer com que as pessoas que vêm para cá sintam que é uma cidade que tem quem olhe por ela, uma cidade onde as pessoas que moram na cidade gostam e consequentemente os turistas irão gostar”, explica Fernandes.

Os dados apontam para um interesse maior dos turistas na “dupla” sol e praia (49%), perfil que se encaixa bem na capital potiguar. Destinos culturais e com títulos de patrimônio histórico ficam com o segundo lugar (16%), enquanto viagens a trabalho (10%) e por ecoturismo (9%) ocupam a terceira e quarta posições.

“Vamos trabalhar cada vez mais forte. A partir desse ano vamos realizar ações como a participação na feira da ABAV que é o maior evento do turismo na América Latina de promoç~so de destinos, onde vamos lançar uma nova campanha em parceria com os empresários (ABIH, Fecomercio, Sebrae, Abrasel), fazendo com que se faça mais com menos, ou seja, focando naqueles mercados que a gente já sabe que gostam de Natal e com isso a gente consegue uym resultado ainda melhor”, revelou o secretário de turismo.

MINAS GERAIS

Natal também aparece bem posicionada em outra pesquisa realizada recentemente pelo Ministério do Turismo. A capital do Rio Grande do Norte está entra as três mais buscadas pelos turistas mineiros para viagens nos meses de junho e julho. As cidades de Porto Seguro (BA), Maceió (AL) e Natal (RN) são os três destinos mais procurados.

A constatação é da Pesquisa de Sondagem Empresarial, realizada pelo Ministério do Turismo com 175 empresas de comércio de viagens do estado. O levantamento trouxe, ainda, que 6 em cada 10 mineiros procuram destinos onde possam aproveitar os momentos de lazer com sol e praia.

Assim como na pesquisa mais abrangente, citada anteriormente, o perfil do público mineiro, também aponta casais com filhos como o maior número (43,7%) dos viajantes que utilizam agências de viagens, seguidos dos casais sem crianças, com 25,8%, e viagens em família, com 21,1%. Agora RN.

Comente

Ministério Público processa prefeito de Macau por improbidade

26/07/2019

MPRN diz que prefeito de Macau empossou Ivoneide de Santana Costa como cargo comissionado sem que ela tivesse capacidade técnica para atuar como diretora da Se

Prefeito de Macau, Túlio Lemos

O Ministério Público do Rio Grande do Norte ingressou com uma ação de improbidade administrativa contra o prefeito de Macau, Túlio Lemos, além de outras duas pessoas, incluindo a mulher dele, Andréa Lemos.

Segundo a investigação, que corre em segredo de Justiça, o prefeito de Macau empossou Ivoneide de Santana Costa como cargo comissionado sem que ela tivesse capacidade técnica para atuar como diretora da Secretaria Municipal de Planejamento e, posteriormente, como assessora especial da Secretaria de Infraestrutura. A funcionária, que tem o ensino fundamental incompleto, ficou nos cargos entre 30 de janeiro de 2017 e 20 de setembro de 2017.

A publicação do MPRN sobre a ação de improbidade administrativa aponta que o cargo na prefeitura foi obtido com o pedido da mulher do prefeito Túlio Lemos. Além disso, antes das eleições, Ivoneide de Santana relatou ter feito compras de remédios, por ordem da futura primeira-dama, para que fossem entregues aos eleitores.

Além de pedir a condenação dos envolvidos por improbidade administrativa, o Ministério Público também pediu a indisponibilidade de bens do trio, em R$ 14.437,21 mil, com vistas a garantir a integral reparação do prejuízo sofrido pelo município de Macau. O valor corresponde aos vencimentos totais da servidora Ivoneide de Santana ao longo do período em que ocupou os cargos de direção e de assessoramento especial. Agora RN.

Comente

MPF confirma denúncia contra Agripino por manter funcionário fantasma

26/07/2019

Ex-senador nomeou suposto assessor, que era gerente de farmácia em Natal, e poderá responder por peculato e associação criminosa

Ex-senador José Agripino Maia (DEM)

O Ministério Público Federal (MPF) ratificou a denúncia contra o ex-senador José Agripino Maia, e outras duas pessoas, por associação criminosa e peculato. A ação penal original havia sido apresentada pela Procuradoria-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal (STF), no final de 2018 quando ele ainda exercia o mandato no Senado. Agora, que não é mais parlamentar, o processo tramitará na Justiça Federal de primeira instância no Rio Grande do Norte.

José Agripino é acusado pelo órgão de nomear e manter como secretário de seu gabinete em Brasília – entre março de 2009 e março de 2016 – o “funcionário fantasma” Victor Neves Wanderley (conhecido como Victor Souza), que era gerente de farmácia em Natal e desde 2017 é presidente da Câmara de Vereadores do Município de Campo Redondo. De acordo com o MPF, ele não prestava serviços e repassava a remuneração recebida do Senado a Raimundo Alves Maia Júnior (conhecido como Júnior Maia, primo de Agripino e que declarou ser sogro de Victor).

Segundo o MPF, o esquema ilegal foi montado já que Júnior Maia, que prestava os serviços em Brasília, era servidor da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte e, assim, não poderia assumir oficialmente a função no Congresso. O ex-senador teria promovido então a nomeação fictícia de Victor Souza e, durante os sete anos, a irregularidade custou quase R$ 600 mil aos cofres públicos.

A denúncia do MPF – ratificada agora em primeira instância pelo procurador da República Fernando Rocha -, além de pedir o ressarcimento do valor com correção e juros, requer indenização por danos morais coletivos em quantia equivalente ao dobro da desviada, bem como a perda do “cargo ou emprego público ou mandato eletivo” que eventualmente os envolvidos estejam ocupando. O processo tramitará na Justiça Federal do Rio Grande do Norte sob o número 0807805-48.2019.4.05.8400.

Gerente – A ação penal destaca que o ex-parlamentar mantinha forte vínculo de amizade e parentesco com Júnior Maia. Entre 2012 e 2014, foram identificadas 905 ligações telefônicas entre os dois. A informação é resultado de quebra de sigilo telefônico autorizada pelo STF. No mesmo período, não foi identificado nenhum contato entre o então senador e Victor Souza, embora ele ocupasse formalmente o cargo de secretário parlamentar.

As investigações revelaram que o funcionário fantasma era, na época, gerente de uma farmácia localizada em Natal e que não costumava ir a Brasília, onde fica o gabinete do senador. As companhias aéreas questionadas durante a investigação não encontraram registros de viagens em nome de Victor, cujo endereço residencial também é na capital potiguar. A análise da frequência nas folhas de ponto revelou simulação no preenchimento, o que reforçou a certeza de que ele não cumpria o expediente de 40 horas semanais no Congresso.

Na ação original, a PGR ressaltou a informação de que Victor Souza confessou ter recebido durante três anos remuneração estadual mensal de mais de R$ 2 mil sem nunca ter trabalhado na Assembleia Legislativa. Os indícios referentes a essa ilegalidade ainda deverão ser encaminhados ao Ministério Público do Estado (MP/RN). Outros fatos relacionados ao esquema, e que possam vir a resultar em novas denúncias, serão avaliados pelo MPF no Rio Grande do Norte. Fonte Agora RN.

Comente

Polícia prende oito por homicídio na zona norte

26/07/2019

Crime ocorreu em 20 de março deste ano no bairro de Pajuçara

A Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deflagrou, nesta sexta-feira (26), a Operação “Malvindos”, resultando na prisão de oito homens. A operação foi desencadeada diante do homicídio de José Carlos Ribeiro da Silva, crime que ocorreu em 20 de março deste ano, por volta das 14h, em um imóvel abandonado no loteamento Nova República, no bairro Pajuçara, na capital Potiguar.

José Carlos foi morar em uma comunidade no loteamento Parque Floresta, no bairro Pajuçara, na zona Norte de Natal. Com somente cinco dias de domicílio na região, no dia 18 de março deste ano, a vítima recebeu uma visita de membros de uma facção criminosa, dois dias depois, no dia 20 de março, foi sequestrado e executado. O crime, praticado por dez membros de uma facção criminosa de atuação estadual, foi motivado pela suspeita de que a vítima integrava uma facção rival.

No dia 25 de março, o corpo foi encontrado em um terreno baldio nas proximidades. Dez homens foram identificados como autores do crime, sendo oito deles presos na operação “Malvindos”.

Foram presos:

Pedro Lucas Fernandes de Oliveira, conhecido como “Açúcar”, 28 anos;
Igor Almeida do Nascimento, 24 anos;
Erivan Pedrozina Nunes, conhecido como “Binho”, 24 anos;
Edmilson Silva Pereira Júnior, conhecido como “Juninho”, 24 anos;
Alyson David da Silva, 20 anos;
Ivanaldo Sales da Silva, conhecido como “Pikachu”, 19 anos;
Luiz Emídio Nunes Filho, conhecido como “Pequeno”, 24 anos
Alisson Pacheco Pereira, conhecido como “Neguinho”, 27 anos, que estava preso no Complexo Penal Dr. João Chaves, zona Norte de Natal.Fonte Portal Noar.

Comente

Policial militar sofre fraturas após tentativa de assalto na zona Norte de Natal

26/07/2019

Militar fraturou a tíbia e a fíbula na reação ao crime

Um policial militar foi vítima de uma tentativa de assalto no bairro da Redinha, na zona Norte de Natal, na noite dessa quinta-feira (25). Ele reagiu e, na ação, acabou fraturando a tíbia e a fíbula.

Segundo a PM, houve troca de tiros, mas o militar não foi atingido. As fraturas se deram por causa de uma queda. Ele foi socorrido e passa bem.

Os criminosos fugiram em um carro. A polícia fez buscas, mas ninguém foi localizado. A corporação acredita que algum criminoso tenha sido atingido no confronto armado. Fonte Portal No Ar.

 

Comente

PF: suspeitos de hackear celular de Moro podem ter feito mil vítimas

25/07/2019

Números telefônicos supostamente atacados ainda serão identificados

Propostas sobre proteção de dados pessoais são debatidas no Congresso

A Polícia Federal (PF) informou hoje (24), em coletiva de imprensa, que mil números telefônicos diferentes podem ter sido alvo da quadrilha suspeita de hackear o aplicativo de mensagens Telegram do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e de outras autoridades. O ministro da Economia, Paulo Guedes, também pode estar entre as vítimas. 

"Aparentemente, mil números telefônicos diferentes foram alvo desse mesmo modus operandi dessa quadrilha. Há possibilidade, ainda não temos uma identificação e nem começamos a fazer isso, mas há possibilidade de um número muito grande de possíveis vítimas desse mesmo tipo ataque que está sendo investigado agora", disse o coordenador geral de Inteligência da PF, João Vianey Xavier Filho.  

A PF investiga se o ministro da Economia foi vítima do mesmo grupo. "No momento da busca e apreensão, no celular de um dos indivíduos estava uma conta no aplicativo de mensagens vinculada com o nome Paulo Guedes. A gente tem que confirmar isso de forma pericial, mas é forte indicativo de que a conta seja realmente a do ministro", explicou o diretor do Instituto Nacional de Criminalística, Luiz Spricigo Júnior.

De acordo com Filho, os números telefônicos supostamente atacados serão identificados para que se possa aferir a extensão exata dos ataques. A PF vai encaminhar ainda nesta quarta-feira um ofício para o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) solicitando uma reunião para buscar formas de sanar as fragilidades encontradas na investigação. 

Atuação 

De acordo com a PF, a investigação é conduzida desde pelo menos abril, quando procuradores da Força Tarefa da Lava Jato passaram a relatar algumas ligações recebidas em seus aparelhos originadas do próprio número. Em junho, Moro e outras autoridades informaram ocorrência semelhante.  

A polícia conseguiu então chegar aos números de IP, que são relacionados à conexão à internet, dos dispositivos que supostamente executaram os ataques. Também foi identificado o tipo de equipamento que os indivíduos usavam. "Um dos equipamentos era um celular exatamente da marca e modelo que foi identificado na posse dos indivíduos", diz Júnior.

De acordo com Filho, na residência de um dos alvos, foi localizado pela PF um computador contendo "atalhos de conexão a várias contas de aplicativo de mensagem". Segundo ele, tudo indica que havia captura sistemática de contas desses aplicativos. "Não há como confirmar, o levantamento é preliminar, mas tudo indica, e aparentemente isso vai ser melhor esclarecido mais adiante, que o conteúdo das mensagens dessas contas capturadas era baixado nos dispositivos, nos computadores dos investigados", diz Filho. 

A PF deverá detalhar as formas de atuação dos investigados em laudo pericial, a ser encaminhado ainda esta semana.

Fraudes bancárias 

De acordo com a PF, o grupo era especializado em fraudes bancárias por meio da internet. "O perfil dessas pessoas é de estelionato bancário eletrônico. Eles estão, 

em vários graus diferentes de envolvimento, de alguma forma ou de outra, vinculados a fraudes bancárias eletrônicas, praticadas mediante internet banking, mediante engenharia social com contato de possíveis vítimas e fraudes em cartões de crédito e débito", diz Filho. Segundo ele, foi localizada na casa de um dos alvos quase R$ 100 mil em espécie.

Twitter

Por meio de seu perfil na rede social Twitter, Moro parabenizou a PF, o Ministério Público Federal (MPF) e a Justiça Federal pelas investigações. 

Fonte Agencia Brasil.

Comente

Obesidade no país aumentou entre 2006 e 2018, diz pesquisa

25/07/2019

A taxa passou de 11,8% para 19,8%

Sedentarismo e obesidade

Enquanto parte dos brasileiros incorporou mais frutas e hortaliças à dieta e tem se exercitado mais, outra parcela da população está ficando mais obesa.

De acordo com a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), divulgada hoje (24) pelo Ministério da Saúde, a taxa de obesidade no país passou de 11,8% para 19,8%, entre 2006 e 2018.

Foram ouvidas, por telefone, 52.395 pessoas maiores de 18 anos de idade, entre fevereiro e dezembro de 2018. A amostragem abrange as 26 capitais do país, mais o Distrito Federal.

Para o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, apesar de ter havido melhora no cardápio, o brasileiro ainda compra muitos itens calóricos e sem tanto valor nutricional. "Temos ainda um aumento maior de obesidade porque ainda há consumo muito elevado de alimentos ultraprocessados, com alto teor de gordura e açúcar." Segundo ele, o excesso de peso é observado sobretudo entre pessoas de 55 e 64 anos e com menos escolaridade.

O estudo mostra que, no período, houve alta do índice de obesidade em duas faixas etárias: pessoas com idade que variam de 25 a 34 anos e de 35 a 44 anos. Nesses grupos, o indicador subiu, respectivamente, 84,2% e 81,1% ante 67,8% de aumento na população em geral.

Sedentarismo e obesidade

A capital com o menor índice de obesidade foi São Luís, com 15,7%. Na outra ponta, está Manaus, com 23% de prevalência.

O ministério destacou que, no ano passado, ocorreu uma inversão quanto ao recorte de gênero. Diferentemente do padrão verificado até então, identificou-se um nível maior de obesidade entre as mulheres. A percentagem foi de 20,7% contra 18,7% dos homens. Fonte Agencia Brasil.

Comente

Motociclista morre após bater em cavalo em rodovia da Grande Natal

25/07/2019

Caso aconteceu na manhã desta quinta-feira (25) na RN-160 entre Macaíba e São Gonçalo do Amarante.

Por G1 RN

Acidente aconteceu na manhã desta quinta-feira (25) na RN-160.  — Foto: Klênyo Galvão/Inter TV Cabugi

Acidente aconteceu na manhã desta quinta-feira (25) na RN-160. — Foto: Klênyo Galvão/Inter TV Cabugi

Um motociclista morreu ao bater em um cavalo na RN-160, entre São Gonçalo do Amarante e Macaíba, na região metropolitana de Natal. O caso aconteceu no começo da manhã desta quinta-feira (25), segundo a Companhia de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE).

A vítima foi identificada como Severino Inácio de Oliveira, 57 anos. O homem seguia no sentido Macaíba ao centro de São Gonçalo do Amarante, quando colidiu com o animal, próximo à entrada para Uruaçu. Ele morreu na hora.

O animal ficou ferido apenas em uma das pata traseira e, mesmo após o acidente, continuou solto às margens da pista. Fonte G1RN.

Comente

Natal deve estar 100% saneada até o final de 2020, diz Caern

25/07/2019

Levantamento divulgado nesta semana pelo Instituto Trata Brasil aponta capital na 84ª posição entre as 100 maiores cidades do país. Para presidente, número

Por G1 RN

Roberto Linhares, diretor presidente da Caern — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Roberto Linhares, diretor presidente da Caern — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Natal caiu cinco posições e ficou na 84ª posição, quando o quesito é saneamento básico, entre as 100 maiores cidades do país. Mossoró, na região Oeste, caiu 11 posições em relação ao ano anterior, mas ainda ficou à frente da capital, como 79ª colocada. O ranking é do levantamento do Instituto Trata Brasil, com base nos dados de 2017, com base nos dados disponibilizados no Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS). O estudo foi divulgado nesta semana.

Porém, para o diretor-presidente da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), Roberto Linhares, os dados estão desatualizados, e dois anos depois, as duas cidades potiguares estão em situação bem melhor e a capital deve estar 100% saneada até o fim do próximo ano. O levantamento considera as ligações de água e o esgotamento sanitário, ou seja, a coleta e tratamento do esgoto.

"A intensidade das obras em Natal foi maior exatamente após esse período (2017). Em Mossoró, já houve milhares de ligações entregues depois de 2017. O SNIS, que é o sistema nacional, traz esses dados de forma bem desatualizada", justifica o diretor, em entrevista concedida ao Bom Dia RN, da Inter TV Cabugi.

Comente

Governo do RN firma acordo para retirar PMs de unidades prisionais

25/07/2019

De acordo com o texto, a retirada será gradual, conforme os novos agentes forem inseridos, e tem previsão para conclusão em 31 de dezembro de 2022

Guaritas de Alcaçuz devem ser preenchidas com agentes penitenciários

O Governo do Estado firmou um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Rio Grande do Norte na intenção de retirar policiais militares que hoje atuam nas guaritas das prisões potiguares. O termo foi publicado na edição desta quinta-feira, 25, do Diário Oficial do Estado, que também contempla a convocação de 56 novos agentes penitenciários.

De acordo com o texto, a retirada será gradual, conforme os novos agentes forem inseridos, e tem previsão para conclusão em 31 de dezembro de 2022. A cada semestre, a Secretaria Estadual da Administração Penitenciária (Seap) deverá substituir, pelo menos, um sétimo do número atual.

A retirada dos policiais e inserção dos agentes penitenciários atende à futura inauguração de novos pavilhões em presídios do município metropolitano de Nísia Floresta, e de Mossoró. Em Nísia, estão as penitenciárias de Alcaçuz (416 vagas) e Rogério Coutinho Madruga (315 vagas); já em Mossoró, são 420 vagas no complexo prisional Mário Negócio.

O TAC determina ainda que a Seap poderá conceder até 20 diárias operacionais por mês ao agente que, em período de folga e independente o regime operacional, desejar trabalhar na custódia de presos e na guarda externa da penitenciária.

Caso a Seap consiga atender às demandas do TAC, o Ministério Público garantiu que não judicializará o Estado por utilizarem os PMs para realizarem as atividades que deveriam ser dos agentes penitenciários. A cláusula, todavia, perderá eficácia se o Executivo estadual deixar de cumprir qualquer uma das obrigações do termo. O ideal, de acordo com o MPRN, é que seja alcançada uma proporação de um agente penitenciário para cada cinco presos. Fonte Agora RN.

Comente