Rogério Marinho quer aprofundar reformas com Bolsonaro

12/12/2018

Deputado foi indicado para a Secretaria Especial de Previdência

Por Estadão Conteúdo

 

Indicado para chefiar a Secretaria Especial de Previdência, o deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) afirmou nesta terça-feira, 11, que vai trabalhar para aprovar uma reforma ainda no primeiro semestre de 2019. Em nota distribuída à imprensa, ele disse que ele e seu time trabalharão para “aprofundar” as discussões já conduzidas pelo grupo técnico.

“Aceitei convite feito pelo ministro Paulo Guedes para participar do governo Bolsonaro e ajudar no desafio da Previdência Social. Vamos agora aprofundar o trabalho já feito por uma competente equipe de técnicos que estão debruçados sobre o tema há algum tempo. Chegamos para trabalhar em equipe e aprovar uma reforma ainda no primeiro semestre de 2019, capaz de contribuir para o equilíbrio fiscal do País, um projeto que permita ao Brasil voltar a crescer e se desenvolver, conforme as propostas de campanha do presidente Jair Bolsonaro”, diz o comunicado.

Marinho disse ainda que vai trabalhar “a favor do povo brasileiro e contra os privilégios”. O combate a privilégios é um termo comumente usado por técnicos para se referir às mudanças nas regras de aposentadoria de servidores públicos, mais benevolentes do que as normais para pedir o benefício pelo INSS.

 

 

 

 

 

 

 

 

Comente

Delatores confirmam na Justiça desvios na Assembleia Legislativa do RN

11/12/2018

Atualizados, os valores chegariam a R$ 9,3 milhões com esquema de folha de funcionários fantasma.

Por G1 RN

Depoimentos aconteceram no Fórum Miguel Seabra, me Natal — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Depoimentos aconteceram no Fórum Miguel Seabra, me Natal — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Prestaram depoimento na Justiça nesta segunda-feira (10) os dois delatores da operação Dama de Espadas, que apurou desvio de R$ 4,4 milhões da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, através de pagamento de servidores fantasmas por meio de cheques salários. Atualizados, os valores chegariam a R$ 9,3 milhões.

A ex-procuradora da Assembleia, Rita das Mercês, e o filho dela, Gutson Reinaldo, que são réus e fecharam acordo de delação premiada, prestaram depoimento durante todo dia. Ela, pela manha e ele, pela tarde, no Fórum Miguel Seabra Fagundes, Zona Sul de Natal. Os dois confirmaram tudo o que disseram nas delações.

Rita das Mercês reafirmou que o atual governador do Estado, Robinson Faria, lhe pedia que o esquema de fantasmas lucrasse, pelo menos, R$ 100 mil por mês, entre 2006 e 2010. Faria ocupava à época a presidência da Casa Legislativa potiguar.

Em nota, o advogado de Robinson Faria afirmou que o cliente tem mais de 40 anos de vida pública, sem qualquer mácula na sua história. "A defesa do governador não teve ciência do teor dos depoimentos, pois não atua nesse feito, mas registra que Robinson Faria sempre pautou sua atuação política baseado na ética e correção", disse José Luis Oliveira Lima.

A ex-procuradora da Assembleia disse ainda que retirava para si a quantia de R$ 2 mil mensais. Ela falou que não tinha quantidade fixa de funcionários fantasmas. O quantitativo desses servidores que não trabalhavam, incluídos por ela indevidamente na folha de pagamento, dependia da quantia de dinheiro que era pretendida pelos participantes do esquema. O somatório dos salários tinha que ser igual ao montante.

Em seu depoimento à Justiça, Gutson Reinaldo disse que ele era responsável por arrecadar parte dos salários dos funcionários dessa folha de fantasmas, e esse dinheiro seria destinado a agentes políticos. Gutson também afirmou novamente que depois da operação Dama de Espadas chegou a ser ameaçado e que até hoje tem medo.

O delator reafirmou em juízo que, no início da operação, foi procurado por duas pessoas que ofereceram vantagens em troca do silêncio dele. Uma delas ofertou R$ 50 mil e estaria a mando do então presidente da Assembleia, Ricardo Motta.

Além de Gutson e Rita, foram interrogadas outras quatro pessoas: um ex-marido de Rita das Mercês, um cunhado e um sobrinho dele, e ainda o então gerente-geral da agência do banco Santander da Assembleia Legislativa.

Todos acusados de se beneficiarem de alguma forma do esquema de funcionários fantasmas. Os depoimentos retomam nesta terça-feira (11), às 9h.

 

Réus

 

A Justiça aceitou em maio de 2017 a denúncia do MP contra 24 pessoas. Dentre elas, Rita das Mercês, o Gutson Johnson Reinaldo Bezerra, a ex-secretária particular dela, Ana Paula de Macedo Moura Fernandes, e José de Pádua Martins, o ex-marido de Rita.

De acordo com o MP, ao lado de outros denunciados, eles "constituem o núcleo de uma organização criminosa que atuou no âmbito da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte no período de 2006 a 2015, que desviou recursos públicos mediante a inserção de fraudulenta de pessoas na folha de pagamento do órgão legislativo e outras forma de desvios".

Segundo a defesa de Rita das Mercês, a ré tem evitado sair de casa e prefere se manter reservada para evitar pressões de servidores, deputados e outros políticos que ela delatou. Deputados e outros políticos com fórum privilegiado não são réus nessa ação de primeira instância.

Comente

Poço Branco: Os Parabéns Hoje Vai pra o Jovem Victor

11/12/2018

Parabéns e quer Deus te Abençoe

 

 

os Parabéns Hoje vão para O Jovem Victor um Jovem que vem se destacado no cenário Político da Cidade de Poço Branco/RN Parabéns Irmão e Quer  Deus Te Abençoe

Comente

Novo procurador-geral de Contas é nomeado e posse acontece sexta-feira, 14

11/12/2018

A nomeação consta na edição desta terça-feira do Diário Oficial do Estado (DOE). Guterres vai exercer o cargo no biênio 2019/2020.

 

Ele já exerceu o cargo de procurador-geral no biênio 2011/2012. A posse para este novo mandato acontece sexta-feira, 14.

O procurador Thiago Martins Guterres foi nomeado procurador-geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas do Estado (MPjTCE).

A nomeação consta na edição desta terça-feira do Diário Oficial do Estado (DOE). Guterres vai exercer o cargo no biênio 2019/2020.

Ele já exerceu o cargo de procurador-geral no biênio 2011/2012. A posse para este novo mandato acontece sexta-feira, 14.

Comente

Prefeituras de Poço Branco e João Câmara paga a 2ª Parcela do Decimo Terceiro nesta terça aos Funcionários.

11/12/2018

Decimo Terceiro em Dias de duas Prefeitura na Região do Mato Grande

Imagem relacionada

As Prefeituras de Poço Branco e João Câmara pagar hoje o decimo terceiro aos seus Funcionários com o Pagamento da segunda parcela do Decimo Terceiro sendo  assim fica quitado o Decimo dos Funcionários destas Prefeituras no Ano de 2018.

Comente

Operação da PF foi autorizada por ministro do STF

11/12/2018

Senador José Agripino é um dos alvos da operação

A operação Ross, que cumpre nesta terça-feira, 11, 24 mandados de busca e apreensão na casa do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e aliados, foi autorizada pelo ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal. A ação é um desdobramento da Patmos, deflagrada em maio de 2017, quando um pedido de prisão chegou a ser feito pela Procuradoria-Geral da República ao tucano, mas negado pelo STF.

Além de Aécio, alvos da operação, segundo apurou o jornal O Estado de S. Paulo, os senadores Antonio Anastasia (PSDB-MG) e Agripino Maia (DEM-RN) e os deputados federais Paulinho da Força (SD-SP), Cristiane Brasil (PTB-RJ) e Benito Gama (PTB-BA)

As vantagens teriam sido solicitadas por parlamentares ao Grupo J&F, que teria efetuado o pagamento a pretexto da campanha presidencial de 2014. Os mandados se destinam a aprofundar a investigação dos supostos crimes de corrupção passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

 

 

Comente

Operação da PF mira José Agripino, Aécio e aliados

11/12/2018

Ação investiga o recebimento de vantagens indevidas

 

 

A Polícia Federal faz buscas nesta terça-feira, 11, em endereços ligados ao senador Aécio Neves (PSDB-MG). A investigação está relacionada à delação premiada de executivos do Grupo J&F. Ao todo, a PF cumpre 24 mandados de busca em investigação envolvendo parlamentares na Operação Ross.

A operação foi a um apartamento da família do senador em Ipanema, zona sul do Rio. As buscas alcançam mais cinco parlamentares: os deputados Paulinho da Força (SD-SP), Cristiane Brasil (PTB-RJ), Benito Gama (PTB-BA) e senadores Agripino Maia (DEM-RN) e Antonio Anastasia (PSDB-MG).

O objetivo da ação é investigar o recebimento de vantagens indevidas por parte de três senadores da República e três deputados federais, entre os anos de 2014 e 2017. As vantagens teriam sido solicitadas a um grande grupo empresarial do ramo dos frigoríficos que teria efetuado o pagamento, inclusive para fins da campanha presidencial de 2014. A ação de hoje é um desdobramento da Operação Patmos, deflagrada em maio de 2017.

Os valores investigados, que teriam sido utilizados também para a obtenção de apoio político, ultrapassam os R$ 100 milhões, Suspeita-se que os valores eram recebidos por meio da simulação de serviços que não eram efetivamente prestados e para os quais eram emitidas notas fiscais frias.

Aproximadamente 200 policiais federais dão cumprimento aos mandados expedidos pelo Supremo Tribunal Federal. Eles realizam 48 intimações para oitivas. As medidas estão sendo cumpridas no Distrito Federal e nos Estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul, Tocantins, e Amapá. Fonte Conteudo Estadão

 

Comente

Corregedor do CNJ arquiva procedimento contra Moro

10/12/2018

Arquivado

O corregedor nacional de Justiça, Humberto Martins, arquivou um dos procedimentos contra Sergio Moro no CNJ, pelo episódio envolvendo o desembargador Rogério Favreto, que quase levou à soltura de Lula, em julho.

Martins decidiu arquivar a investigação sobre os dois, por considerar que não houve desvio de conduta no caso. Num mesmo dia, Favreto deu diversas ordens à Polícia Federal para soltar Lula e Moro questionou o relator da Lava Jato no TRF-4, Gebran Neto, sobre a legalidade do ato.

O Antagonista

Comente

Filho do jornalista esportivo Chico Lang morre ao cair de prédio

10/12/2018

Via Instagram, Chico Lang comentou o ocorrido. 'Meus amigos. Paulinho morreu. A ordem natural das coisas se inverteram'

Paulo Lang completaria 24 anos no próximo dia 16

O filho do jornalista esportivo Chico Lang, Paulo Lang, de 23 anos, morreu na noite de domingo (09) após cair do sexto andar de um prédio localizado na Zona Oeste de São Paulo. O óbito foi caracterizado pelos Bombeiros como suicídio.

Via Instagram, Chico Lang comentou o ocorrido. “Meus amigos. Paulinho morreu. A ordem natural das coisas se inverteram. Um pai enterrar um filho é antinatural e dói demais no corpo e na alma. Gostaria sinceramente que fosse ao contrário. Deu um fim à própria vida com 23 anos. Dia 16 próximo faria 24. O dia mais feliz da minha existência foi quando ele nasceu, 16 de dezembro de 1994. O mais triste, quando faleceu, 9 de dezembro de 2018”, publicou.

“Ficam os bons momentos, os beijos carinhosos, o sorriso alegre e espontâneo, o abraço amigo, os cigarros cubanos, os bons vinhos, os debates políticos, filosóficos e psicológicos. E uma saudade imensa. Todo o resto é bobagem. Poder, dinheiro, inveja, ciúme, vaidade e cobiça. Que Deus o tenha. Amém.”

 

 

Fonte: Notícias ao Minuto

 

Comente

MP ingressa com ação contra Robinson por abuso de poder político e econômico

10/12/2018

Segundo o MP, atual governador ampliou irregularmente gastos em programas do governo e foi indevidamente beneficiado por publicidade institucional antes e duran

Robinson Faria, governador do RN

Uma ação de investigação judicial eleitoral (Aije) foi impetrada pelo Ministério Público Eleitoral contra o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Mesquita de Faria; seu candidato a vice na última eleição, Sebastião Filgueira do Couto; o prefeito de Santo Antônio, Josimar Custódio Ferreira, e mais quatro integrantes e ex-integrantes da gestão de Robinson Faria.

Eles deverão responder por abuso de poder político e econômico, a partir de irregularidades que foram alvo de ações eleitorais anteriores, como o uso promocional de programas sociais – “restaurante popular”, “café do trabalhador” e “sopa cidadã” – e a doação de duas ambulâncias no município de Santo Antônio.

Também são temas da Aije as propagandas do governo em outdoors no anel viário do aeroporto de São Gonçalo, assim como a inauguração de leitos de UTI no Hospital Regional de Currais Novos (embora ainda não estivessem em funcionamento), a veiculação de publicidade institucional do Detran e finalmente os gastos elevados com publicidade institucional em pleno ano eleitoral.

Além dos candidatos e do prefeito, são alvos da ação ainda o secretário estadual de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas), Francisco Vagner Gutemberg de Araújo; o assessor de Comunicação do Governo do RN, Pedro Ratts de Ratis; o ex-secretário de Saúde Pedro de Oliveira Cavalcanti Filho; e sua esposa e possível assessora da Secretaria de Saúde, Ana Valéria Barbalho Cavalcanti. Os sete podem ser submetidos à pena de inelegibilidade pelo prazo de oito anos.

“Todas essas ações e procedimentos preparatórios eleitorais evidenciam, de forma inconteste, o uso indevido de programas sociais, órgãos e bens públicos pelo investigado em benefício de sua candidatura à reeleição”, resume a procuradora regional eleitoral, Cibele Benevides, autora da Aije.

Ilícitos
Em relação aos programas sociais, foi constatada uma ampliação incomum não só dos investimentos, em pleno ano eleitoral, como também o uso publicitário das ações envolvendo tais programas, sobretudo a inauguração dos chamados restaurantes populares. Informações da própria Sethas apontaram que, em 2018, foram inauguradas 41 novas unidades desses restaurantes (e outros 20 em fase implantação). Em 2017 foram somente 18, em 2016 apenas dois e, em 2015, nenhum.

Isso tudo apesar de o cenário de crise ter se acentuado desde 2014 e sempre com ampla divulgação nas redes sociais do governo e do próprio Robinson Faria. Já no que diz respeito às ambulâncias, o então secretário de Saúde Pedro Cavalcanti e sua esposa, Ana Valéria Cavalcanti, estiveram em Santo Antônio em 25 de agosto, já dentro do período de campanha, para realizar a doação de dois desses veículos, promovendo a candidatura do chefe do executivo estadual.

Nas imagens da solenidade, o prefeito Josimar Custódio usa camisa da cor da campanha do governador e faz com as mãos, junto dos demais presentes, o número 55, exatamente o do candidato. “(…) não se tratou de um simples ato institucional ou regular de governo, mas foi realizada em circunstâncias de exaltação e favorecimento à então candidatura do governador”, destaca o MP. Em postagens na sua rede social, Valéria utilizou a hashtag #todoscomrobinson55.

De forma semelhante, o governador inaugurou leitos de UTI no Hospital Mariano Coelho, em Currais Novos, embora o serviço não estivesse em funcionamento. Houve divulgação no site do governo, com repercussão nos perfis do instagram e facebook, fazendo uso promocional do evento em prol do chefe do Executivo. Para o MP, a atitude evidencia “a má-fé do investigado, mas também a promoção indevida de sua candidatura, por meio de divulgação de falsa propaganda”.

Outdoors
Outro ponto da Aije trata da fixação de nove outdoors no anel viário que leva ao aeroporto de São Gonçalo do Amarante, com intenção promocional e já em período vedado. A inauguração do anel viário ocorreu em 4 de julho, porém os outdoors permaneceram após 7 de julho, quando não seriam mais legalmente aceitos. Ressaltando o que seria a “maior obra viária da história do RN” ou a “obra do século”, os outdoors – na avaliação do MP Eleitoral – tinham o “inevitável efeito de promover pessoalmente o candidato às custas de recursos públicos”.

Somado aos demais fatos, o governador ainda veiculou publicidade institucional em período vedado, por meio do Departamento de Trânsito e utilizando televisão, rádio e outdoor eletrônico. Robinson chegou a ser condenado ao pagamento de multa pela justiça eleitoral. Além disso, houve um elevado uso de recursos financeiros em publicidade por parte do estado, “a despeito de atualmente encontrar-se em grave crise econômica e financeira, inclusive com atraso nos pagamentos dos salários e 13ª salário dos servidores estaduais”.

Foram destinados R$ 5,4 milhões em publicidade institucional somente no primeiro semestre de 2018. “Ou seja, mesmo inserido num contexto calamitoso, em segurança, saúde e funcionalismo público, o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, presidido pelo investigado Robinson Faria, optou por gastar milhões de reais com publicidade institucional, não somente de forma contrária à legislação eleitoral, mas também com claro intento promocional em favor da sua candidatura”.

A Aije foi protocolada sob o número 0601608-90.2018.6.20.0000, confira a íntegra.

 

Comente

Comissão pede desaprovação das contas da governadora eleita Fátima Bezerra

10/12/2018

Caso as contas da petista sejam reprovadas, ela enfrentará novo processo que pode até resultar na cassação de seu diploma e perda do mandato; Ministério P

Fátima Bezerra, governadora eleita do RN

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE), por meio da 
Comissão de Análise de Contas Eleitorais, opinou pela desaprovação das contas da campanha da governadora eleita Fátima Bezerra (PT).

Em parecer técnico anexado ao processo de prestação de contas da petista, a comissão apontou 13 irregularidades. Segundo o documento, os erros “comprometem a integralidade e a confiabilidade das contas”.

Até o momento, o Ministério Público Eleitoral ainda não se posicionou sobre o assunto. Caso as contas de Fátima sejam reprovadas, ela enfrentará novo processo que pode até resultar na cassação de seu diploma.

Confira abaixo as irregularidades encontradas na prestação de contas da governadora eleita:

1) Descumprimento de prazos

Relatório financeiros indicando a origem de algumas receitas não foram entregues no prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral.

2) Doação financeira acima de R$ 1.064,10

A lei diz que só pode ser por transferência eletrônica para identificar a origem. Houve um depósito de R$ 2.000,00. A defesa de Fátima alega que o doador identificou o CPF.

3) Omissão de movimentação financeira em patrimônio não declarado

Uma SW4 adquirida por Fátima em 2018 não foi declarada entre os bens que registrou para disputar o governo, mas foi utilizada na campanha, com valor estimável de serviço prestado em mais de R$ 17 mil. A lei diz que bem dos candidatos só pode ser usado se foi adquirido em período anterior ao pedido de registro de candidatura.

4) Recursos estimáveis em dinheiro

O TRE questiona uma doação de R$ 4 mil em serviços prestados a campanha que não foi acompanhada pela avaliação de mercado. A defesa alega que se trata de serviço de contabilidade e que não há, para o trabalho em questão, parâmetro para definir o valor, que foi fixado sobre contrato feito no primeiro turno das eleições.

5) Diferenças no valor pago ao Facebook

A comissão do TRE que analisa as contas constatou que há uma diferença, mesmo que irrisória, entre o que foi contratado e pago ao Facebook, gerando uma diferença de R$ 1,04.

6) Omissão de gastos

A omissão se deu na contratação de serviços diversos. Desde postos de gasolina a salas de eventos. As notas fiscais não batem com a base de dados da Justiça Eleitoral, indicando omissão de gastos.

7) Contratação da militância

Um único beneficiário aparece como credor de mais de R$ 90 mil, mas prestou outro serviço alheio à militância. Outras cinco pessoas aparecem como beneficiárias de R$ 108 mil e o TRE quer saber os critérios para tanto.

8) Gastos com pesquisas eleitorais

Foram declarados gastos de R$ 38.945,00 em nome da Autoinforme Comunicação para pesquisas eleitorais internas. Mas o TRE contesta porque a empresa não tem registro junto à Justiça Eleitoral para realização de pesquisas.

9) Locação de veículos

Foram gastos de R$ 262.003,87. Mas a Justiça Eleitoral é bem minuciosa e quer saber onde estão os contratos dos motoristas. Pois os carros alugados não se dirigiram sozinhos. Se o contrato de locação inclui motorista isso deveria ter sido informado, o que não aconteceu.

10) Programas de rádio de tv

Eles somaram R$ 4,4 milhões e foram rateados entre duas empresas, a Brasil de Todos Comunicação e Valter Cortez de Almeida. O TRE diz que não ficou comprovada a capacidade técnicas das empresas. O TRE basicamente está dizendo que não está esclarecido se o alto preço que foi pago equivale realmente ao serviço prestado.

11) Doação para outros candidatos

Da conta eleitoral de Fátima Bezerra saíram mais de R$ 156 mil para candidatos do PCdoB. A defesa alega que foi para custear despesas vinculadas à divulgação da candidatura de Fátima, mas não foram apresentadas provas da divulgação.

12) Doação extemporânea

Foi detectada doação de R$ 200 mil da direção nacional do PT para a campanha de Fátima em período no qual tal doação deveria ter constado imediatamente na primeira prestação parcial de contas.

13) Despesas extemporâneas

Assim como as receitas extemporânas, foram realizadas despesas de quase R$ 400 mil que deviam ter constado na primeira prestação de contas parcial da campanha e que não foram esclarecidas. Fonte Agora RN.

Comente

Em diplomação, Bolsonaro pede confiança dos que não votaram nele

10/12/2018

Presidente eleito diz que voto popular é "compromisso inquebrantável"

Por Luiza Damé / Da Agência Brasil

No discurso de diplomação, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, prometeu hoje (10) governar para todos, sem qualquer distinção ou dicriminaçao. Bolsonaro pediu a confiança daqueles que não votaram nele. Também afirmou que o voto popular é um “compromisso inquebrantável”. Segundo ele, a construção de uma nação mais justa depende da “ruptura de práticas que retardaram o progresso no país”, como mentiras e manipulação.

“A partir de 1º de janeiro, serei o presidente dos 210 milhões de brasileiros. Governarei em benefício de todos sem distinção de origem social, raça, sexo, cor, idade ou religião”, afirmou o presidente eleito durante a cerimônia de diplomação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Bolsonaro disse que a diplomação representa o reconhecimento da decisão do eleitorado brasileiro, em “eleições livres e justas”. Agradeceu o trabalho da Justiça Eleitoral, o apoio da família e os 57 milhões de votos. Em primeiro lugar, agradeceu a Deus por estar vivo, após ter sido esfaqueado no início da campanha eleitoral.

Afirmou que cumprirá sua determinação de transformar o país em um local de justiça social. “Eu me dedicarei dia e noite a um objetivo que nos une: a construção de um Brasil justo, seguro e que ocupe o lugar que lhe cabe no mundo.”

 

Democracia

O presidente eleito lembrou que o Brasil deu um exemplo de respeito à democracia nas eleições de outubro. “Em um momento de profundas incertezas, somos um exemplo que a transformação pelo voto popular é possível. Este processo é possível. O nosso compromisso com o voto popular é inquebrantável. Os desejos de mudanças foram expressos nas eleições.”

Bolsonaro disse ainda que só com rupturas de algumas práticas haverá avanços. “A construção de uma nação mais justa e desenvolvida requer uma ruptura com práticas que retardaram o nosso progresso, não mais violência, não mais as mentiras, não mais manipulação ideológica, não mais submissão de nosso destino.”

 

Novas tecnologias

Para o presidente eleito, as novas tecnologias demonstraram sua força nas urnas. “As eleições de outubro revelaram uma realidade distinta das práticas do passado. O poder popular não precisa mais de intermediação. As novas tecnologias permitiram uma eleição direta entre o eleitor e seus representantes. Esse novo ambiente, a crença na liberdade, é a melhor garantia dos ideiais que balizam a nossa Constituição.”

 

Família

Bolsonaro agradeceu o apoio da família, citou a mulher Michelle, os cinco filhos e a mãe Olinda, de 91 anos. Ao mencionar o nome da caçula, Laura, 8 anos, acenou para a menina que estava sentada na plateia.

 

Comente

Polícia e MP de Goiás vão apurar denúncias contra médium João de Deus

10/12/2018

Denuncia

A Polícia Civil e o Ministério Público de Goiás (MP-GO) criarão forças-tarefas especiais para apurar as denúncias de abuso sexual envolvendo o médium João Teixeira de Faria, conhecido internacionalmente como João de Deus.

A Polícia Civil deve definir a quantidade de delegados e agentes que atuarão no caso durante reunião convocada pelo delegado-geral André Fernandes para as 16h30 de hoje (10), em Goiânia.

A assessoria de imprensa confirmou à Agência Brasil que a instituição já havia instaurado inquéritos para investigar acusações apresentadas por frequentadoras da Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO), mas que as denúncias se avolumaram depois que o caso se tornou público, sendo divulgado na imprensa. A criação da força-tarefa se deve à complexidade do caso.

Já o Ministério Público goiano pretende atuar em conjunto com promotores de outras unidades da federação onde residam mulheres que afirmem ter sido vítimas de abusos sexuais supostamente cometidos pelo médium. As primeiras denunciantes devem começar a ser ouvidas amanhã (11).

O escândalo envolvendo João de Deus veio à tona na última sexta-feira (7), quando o programa Conversa com Bial, da TV Globo, veiculou o relato de várias mulheres que afirmam terem sido vítimas do médium. Segundo os relatos, João de Deus as teria levado para cômodos isolados do centro espírita e as molestado, acariciando seus corpos. Algumas mulheres garantem que o médium chegou a expor seu pênis, forçando-as a tocá-lo a pretexto de curá-las.

A reportagem ainda não conseguiu contato com o médium e com seus advogados. Desde ontem (9), ninguém atende os telefones de contato divulgados na página da Casa Dom Inácio de Loyola, na internet.

Em nota divulgada no sábado (8), a Federação Espírita Brasileira afirma que o espiritismo orienta que o serviço espiritual não deve ocorrer isoladamente, apenas com a presença do médium e da pessoa assistida. Além disso, a entidade informa que “não recomenda a atividade individual de médiuns que atuem por conta própria” que, portanto, “não estão vinculados ao movimento espírita, nem seguindo sua orientação”. Fonte Agencia Brasil.

Comente

Fim de semana com 08 paredões apreendidos e 02 presos por receptação em Natal

10/12/2018

apreensão

 

Uma ação conjunta que contou com Fiscais Ambientais da SEMURB, Guarda Municipais do Grupamento de Ações Ambientais (GAAM) e Policiais Militares da Companhia Independente de Policia Ambiental (CIPAM) realizada entre a noite de sexta-feira (07/12) e a madrugada desse domingo (09/12), resultou na apreensão de 08 equipamentos de som veicular (Paredão de Som), interdição de 02 estabelecimentos comerciais que promoviam poluição sonora e de 03 eventos que estavam sendo realizados sem a Licença de Uso de Espaço Público (LUEP). Duas pessoas flagradas em posse de baterias de Estação Base de Celular, foram detidas por receptação de produto roubados, e conduzidos para a Plantão Zona Sul.

A Operação “Arrasta Paredão”, que é coordenada pela Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (SEMURB), percorreu nas noites de sexta-feira e sábado, até a madrugada deste domingo, bairros das quatro zonas da Capital, resultando na apreensão de 08 equipamentos de som veicular (paredões de som) nos bairros de Petrópolis (01), Pitimbu (03), Candelária (01), Lagoa Nova (02) e Bom Pastor (01).

Alguns carros tinham seus equipamentos ligados a baterias de Estação Base (bateria de torre de celular), e estas foram apreendidas pelas equipes, resultando na prisão de dois cidadãos que foram conduzidos para a delegacia de Plantão da ZS, e deverão responder por crime de receptação de carga roubada.

Segundo a Comandante do Grupamento de Ações Ambientais da Guarda Municipal, CGA Francineide Maria, “nas abordagens em veículos equipados com som automotivo, é comum ser encontrado irregularidades, tais como a presença das baterias de Estação Base (torre de celular), resultando ao portador destes produtos de roubo, em responsabilização criminal por receptação”.

Além dos paredões apreendidos, as equipes da força tarefa interditaram ainda dois estabelecimentos que realizavam eventos de música ao vivo, com promoção de poluição sonora, sendo a primeira no bairro de Dix Sept Rosado e o segundo no bairro da Redinha. Proprietários foram multados pela SEMURB.

Licença de Uso de Espaço Público – LUEP

Na noite de sexta-feira, as equipes da força tarefa interditaram 02 eventos realizados ilegalmente em área pública sem a devida autorização do município, que em Natal se dá mediante a obtenção da Licença de Uso do Espaço Público (LUEP).

Os eventos interditados foram 01 no Bairro Planalto (ZO), 01 na Vila de Ponta Negra e 01 no bairro da Cidade da Esperança.

O Supervisor de Fiscalização de Poluição Atmosférica e Sonora da SEMURB, Gustavo Szilagyi, comentou que “diferentemente dos Paredões de Som, que são proibidos em Natal pela Lei Municipal 6246/2011, a realização de eventos em área pública são permitidas e incentivadas no Município do Natal, com politicas públicas estabelecidas para este fim, coordenada pela FUNCART, como é o Exemplo a Lei Câmara Cascudo”.

Entretanto, ressalta Szilagyi, faz-se mister que o idealizador do evento obtenha antes a Licença de Uso do Espaço Público (LUEP) junto a SEMURB. “A LUEP é a garantia que o evento está sendo realizado dentro das normas estabelecidas pela municipalidade, e envolve o controle na manutenção da limpeza do espaço público, oferecimento de banheiros ao público e segurança aos frequentadores do evento”, finaliza.

A população pode realizar denúncias de perturbação do sossego nos telefones 190 (Policia Militar) e no 3232.6389. (SEMURB), ou ainda pelo email da Ouvidoria ouvidoria@natal.rn.gov.br.

Comente

Motorista de aplicativo é encontrado esfaqueado dentro da mala do próprio carro na Grande Natal

10/12/2018

Segundo a PM, motorista foi vítima de um assalto na madrugada desta segunda-feira (10), e depois carro foi abandonado em São Gonçalo do Amarante.

Por G1 RN

Veículo foi abandonado na comunidade de Santo Antônio dos Barreiros, em São Gonçalo do Amarante  — Foto: PM/Divulgação

Veículo foi abandonado na comunidade de Santo Antônio dos Barreiros, em São Gonçalo do Amarante — Foto: PM/Divulgação.

Um homem que trabalha como motorista de um aplicativo de transporte de passageiros foi encontrado esfaqueado dentro do seu carro na madrugada desta segunda-feira (10), em São Gonçalo do Amarante, região metropolitana de Natal.

De acordo com a Polícia Militar, ele foi rendido por assaltantes e forçado a dirigir para eles algumas horas, antes de sofrer as cutiladas.

Ainda segundo a PM, o homem atendeu a um chamado para uma corrida por volta de 0h30, mas ao chegar aos supostos passageiros, teve o assalto anunciado.

Mesmo tendo entregado o que possuia e obedecido ao comando dos criminosos, ele sofreu cutiladas na barriga e foi deixado na mala do carro na comunidade de Santo Antônio dos Barreiros.

A vítima foi encontrada por volta das 3h dentro do carro e foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel (Samu) ao hospital. A polícia ainda não encontrou nenhum suspeito do crime.

 

Comente

Novos tremores de terra no Oeste potiguar tiveram magnitude de 1.5 e 1.7, diz Laboratório de Sismologia da UFRN

10/12/2018

Tremores registrados na manhã e na noite de domingo (9) tiveram epicentro em Campo Grande e foram considerados leves pelo LabSis. Cientistas não conseguem pre

Por G1 RN

Cidade de Campo Grande, no Oeste potiguar  — Foto: Diego Moicano

Cidade de Campo Grande, no Oeste potiguar — Foto: Diego Moicano

 

Os dois novos tremores de terra sentidos no domingo (9), pelos moradores do município de Campo Grande, região Oeste potiguar, tiveram magnitude de 1.5 e 1.7 na escala Richter, respectivamente, conforme o Laboratório de Sismologia da UFRN. O primeiro tremor aconteceu às 08h17, enquanto o segundo foi registrado às 22h29 (ambos no horário local). O epicentro dos novos tremores foi no próprio município.

Os dois abalos foram registrados pelas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) espalhadas pela região Nordeste e operadas pelo Laboratório Sismológico (LabSis).

Conforme a equipe do laboratório, a partir desta segunda-feira (10), quando a transmissão de dados via satélite da estação localizada no município de Paraú for iniciada, será possível estabelecer o acompanhamento em tempo real da atividade sismológica na região, mas não é possível prever novos tremores.

"Como sempre afirmamos, não é possível prever como essa atividade sísmica vai evoluir. É possível que termine logo assim como é possível que novos tremores venham a ser sentidos pela população, inclusive de magnitudes maiores que as até agora observadas", informou o laboratório.

Estrela mostra local do epicentro dos tremores, próximo ao centro do município de Campo Grande, RN — Foto: LabSis/Divulgação

Estrela mostra local do epicentro dos tremores, próximo ao centro do município de Campo Grande, RN — Foto: Campo Grande foi o epicentro de um tremor ocorrido na última quarta-feira (5). Na ocasião, o laboratório registrou uma magnitude de 2.5 na escala Richter, que é considerado leve.

Na região, tremores de terra foram registrados pela última vez nos anos de 1990 e 1991. Na época, com abalos de 2.1 e 2.3.

De acordo com o IBGE, o município possui cerca de 10 mil habitantes.

 

 

 

Comente

Polícia prende em Natal foragido que atuava como vocalista de banda de forró

10/12/2018

Roberto Anderson da Silva, que possuía mandado de prisão em aberto por condenação pelo crime de roubo majorado, foi preso no bairro Gramoré, zona Norte de

Ao ser abordado pelos policiais, o foragido se entregou sem esboçar nenhuma reação

A equipe de policiais civis da Delegacia de Assú durante as ações da “Operação 60 Horas”, numa ação integrada com policiais militares do 10oº Batalhão de Polícia, conseguiu capturar o foragido da Justiça Roberto Anderson da Silva, 33 anos, no último sábado, 8.

Ele, que possuía mandado de prisão em aberto por condenação pelo crime de roubo majorado, foi preso no bairro Gramoré, zona Norte de Natal.

O serviço de inteligência da Delegacia de Assú localizou o foragido na cidade de Natal e descobriu que ele atuava como vocalista de uma banda de forró. Ao ser abordado pelos policiais, o foragido se entregou sem esboçar nenhuma reação. Fonte Agora RN.

 

Comente

Ex-procuradora detalha funcionamento de esquema na Assembleia Legislativa

10/12/2018

Rita das Mercês contou ao juiz Ivanaldo Bezerra de que maneira eram feitos os desvios em operações financeiras descobertas em investigações do Ministério

 

Rita foi o principal alvo do trabalho desencadeado pelo Ministério Público Estadual, em agosto de 2015

 

Em depoimento prestado na 6ª Vara Criminal de Natal, a ex-procuradora da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN), Rita das Mercês Reinaldo, detalhou como funcionava o esquema para burlar a folha de pagamento do Poder Legislativo estadual.

Delatora do esquema criminoso descoberto durante a operação Dama de Espadas, ela contou ao juiz Ivanaldo Bezerra de que maneira eram feitos os desvios em operações financeiras.

Rita foi o principal alvo do trabalho desencadeado pelo Ministério Público Estadual, em agosto de 2015, e que revelou o uso de funcionários “fantasmas” no âmbito da ALRN.

Outro depoimento aguardado para esta segunda-feira, 10, é o de Gutson Johnson Reinaldo Giovany, filho de Rita das Mercês e denunciado na Operação Candeeiro, que descobriu irregularidades na autarquia estadual da qual ele ocupava o cargo de diretor.

Nos depoimentos iniciados na semana passada, já foram ouvidos Gustavo Vilarroel (filho), Mariana Morgana (neta), Maria Nilza (tia), Tangriany Reinaldo (nora), e Maria Lucien Reinaldo de Oliveira. Todos parentes de Rita das Mercês.

*Mais informações em instantes. Fonte Agora RN.

Comente

Loja de Natal dá desconto para quem doar bolsa escolar usada

10/12/2018

Material arrecadado será recuperado e doado a crianças carentes

Com o objetivo de fazer o fim de ano das crianças carentes mais feliz e, ao mesmo tempo, motiva-las a se esforçar nos estudos em busca de um futuro melhor, uma loja de Natal está realizando mais uma edição do ‘Casa Sarmento Solidário’.

Até o final do ano, o cliente que doar uma mochila escolar usada receberá 10% de desconto na compra de uma nova. O material arrecadado será recuperado na oficina da própria loja e doado para as crianças do Instituto Educar Golandim, localizado em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal.

“Esta foi uma das formas que encontramos de ajudar ao próximo e ao mesmo tempo colaborar com o futuro destas crianças, lhes dando um motivo a mais para se dedicar aos estudos. As mochilas serão recuperadas para que possam ser utilizadas novamente”, disse Derneval de Sá Júnior, diretor da Casa Sarmento.

A promoção segue até o dia 31 de dezembro em todas as unidades da loja, que hoje está localizada no Alecrim (em frente ao relógio), Praia Shopping e no Nordestão da Salgado Filho. Os descontos não são acumulativos.

O Instituto Educar Golandim é uma organização não governamental que atende atualmente a 37 crianças. Para mais informações basta acessar o perfil da instituição no Instagram.

 

Comente

Natal tem previsão de mais chuva para os próximos dias

10/12/2018

Meteorologista explica as causas da chuva que cai na capital

FOTO: ARQUIVO/ALBERTO LEANDRO/PORTAL NO AR

 

chuva que cai sobre Natal entre esse domingo e esta segunda-feira deve se estender pelos próximos dias. A previsão do tempo repassada ao PORTAL NO AR pelo meteorologista Gilmar Bistrot é de que o tempo chuvoso predomine, pelo menos, até a próxima quarta, 12.

De acordo com Bistrot, essas pancadas de chuva se originam de “sistemas meteorológicos que atuam nesta época do ano, quando vórtices ciclônicos e associam à frente frias e causam estas chuvas”.Os vórtices ciclônicos, citados pelo meteorologista, são sistemas atmosférico de baixa pressão, com ventos associados que giram no sentido horário no hemisfério Sul. A influência desse fenômeno é comum no clima do Nordeste Brasileiro.

Além de concordar com a previsão de Bistrot de que vai chover em Natal até a quarta-feira, o site Climatempo, que oferece serviços de meteorologia, prevê chuvas até a sexta.

Comente