Cerimônia de posse teve início por volta das 18h; primeiro ministro a tomar posse foi Sérgio Moro (Justiça); eventos de transmissão de cargos serão realiz - 01/01/2019

Após receber faixa, Bolsonaro dá posse a ministros no Palácio do Planalto

 

Bolsonaro com sua equipe ministerial

 

O presidente Jair Bolsonaro deu posse à equipe ministerial nesta terça-feira, 1º, após receber a faixa presidencial do seu antecessor, o agora ex-presidente Michel Temer, e de discursar à popuçação no parlatório do Palácio do Planalto.

As cerimônias de transmissão de cargo de cada ministério serão realizadas nesta quarta-feira, 2.

A equipe de Bolsonaro será composta por 22 ministros – sete a mais do que os 15 anunciados por ele durante a campanha presidencial. Nesta terça, foram empossados 21 ministros. Além deles, Bolsonaro assinou a indicação de Roberto Campos Neto para a presidência do Banco Central, que precisa ser aprovada pelo Senado.

A posse dos ministros teve início por volta das 18h. Na cerimônia, cada ministro era chamado para assinar o termo de posse, por ordem de criação da pasta.

O primeiro ministro a ser empossado foi Sérgio Moro, ex-juiz federal que comandará o Ministério da Justiça, pasta mais antiga do país. Na sequência, tomou posse o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, um dos nomes mais próximos de Bolsonaro desde a campanha presidencial.

Além da posse dos ministros e da indicação de Campos Neto para o Banco Central, Bolsonaro também assinou a primeira medida provisória de seu governo, que reestrutura a Esplanada dos Ministérios, com a nova composição de ministros.

Às 18h20, Bolsonaro e a equipe ministerial posaram para a tradicional foto oficial do presidente com os ministros de governo. Também participou da foto o vice-presidente, Hamilton Mourão.

Faça Seu Comentário:

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Comentários

disse:

em 31/12/1969 - 09:12