Governadora Fátima Bezerra e secretários vão receber representantes do Fórum Estadual dos Servidores do RN para tratar a respeito do atraso no pagamento dos - 07/01/2019

Governo e fórum dos servidores se reúnem para tratar pagamento de salários

 

Expectativa dos servidores em torno da reunião é grande, pois o atraso no pagamento é considerado, pela categoria, o principal problema da administração estadual.

A governadora Fátima Bezerra e integrantes do secretariado do governo vão se reunir nesta segunda-feira, 7, com representantes do Fórum Estadual dos Servidores do Rio Grande do Norte para tratar a respeito do atraso no pagamento dos salários. A reunião acontece às 11h, na Governadoria.

Na quinta-feira, 3, membros do Fórum entregaram um ofício ao Governo do Estado, com a seguinte pauta: pagamento do 13º salário de 2017 (para aposentados e pensionistas que recebem acima de R$ 5.000,00) e salários de novembro (para quem recebe acima de R$ 5.000,00), dezembro e 13º salário de 2018 (para todas as categorias), além de critérios de cronologia, isonomia e solidariedade quando da elaboração do calendário destes pagamentos.

Em contato com a reportagem AGORA RN, a presidente do presidente do Sindicato dos Servidores da Administração Direta do Estado, Janeayre Souto, comentou que a expectativa da categoria é que a governadora anuncie o pagamento dos atrasados, principalmente seguindo o critério da cronologia. “Torcemos que possamos sair dessa reunião com algo definido e a nossa expectativa é que a governadora anuncie o pagamento dos atrasados. A única posição certa é que não aceitaremos o parcelamento dos salários atrasados”, declarou.

Em entrevista ao programa Manhã Agora, da AGORA FM (97.9), o secretário estadual de Planejamento e Finanças, Aldemir Freire, ressaltou que o pagamento dos servidores estaduais é a prioridade da atual administração e que “todas as forças estão sendo dispensadas para achar a solução para o problema”.

“Essa é a prioridade da governadora. Mas é preciso se fazer diálogo. Nós temos uma crise muito profunda estabelecida no estado. Ela não se resolve da noite para o dia. É preciso parceria, é preciso acordos, é preciso pactos para que enfrentemos essa questão. Na reunião de logo mais, a governadora fará esse anuncio primeiro aos servidores e depois a imprensa” contou.

No domingo, 6, as decisões proferidas por juízes de primeira instância, que deliberavam pela obrigatoriedade do Estado pagar os salários e gratificações natalinas dos servidores da Polícia Civil, Saúde e dos escrivães, foram suspensas no plantão judiciário.

*Atualizada às 9h34 Fonte Agora RN.

Faça Seu Comentário:

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Comentários

disse:

em 31/12/1969 - 09:12