"Ceará" já tinha mandado de prisão em aberto por roubo e integrar organização criminosa - 11/09/2019

Polícia Civil diz que mentor de ataque a carro-forte em Bom Jesus morreu em confronto nesta quarta-feira

O principal suspeito de planejar e comandar o ataque a um carro-forte em Bom Jesus, na última sexta-feira (6), morreu em confronto com a polícia nesta quarta-feira (11). A informação foi confirmada pela Polícia Civil do RN.

Segundo a polícia, Francisco Emerson Gomes da Rocha, mais conhecido por “Ceará”, de 31 anos, é apontado nas investigações como o mentor do roubo. Em desfavor dele, já havia um mandado de prisão em aberto pelos crimes de roubo e por integrar organização criminosa.

A ação policial começou em uma residência no bairro Cajupiranga, em Parnamirim, onde Ceará entrou em confronto com os policiais. Além dele, outro homem, ainda não identificado, foi baleado e não resistiu aos ferimentos.

No local, a Polícia Civil prendeu uma mulher identificada como Laranda Oliveira dos Santos, de 24 anos. Ela foi presa pelos crimes de posse irregular de arma de fogo, receptação e associação criminosa. Além disso, os policiais apreenderam R$ 3.486 em dinheiro, inclusive com cédulas queimadas e danificadas, dois revólveres calibre .38, um carregador de fuzil e dois veículos.

Continuação

Em seguida, os agentes se deslocaram para uma granja em Lagoa Azul, na zona rural de Nísia Floresta, local onde os suspeitos se reuniam antes do crimes, de acordo com a Polícia Civil. No imóvel, foram apreendidas uma espingarda e munições calibre .12, além de uma máquina de contar cédulas que estava queimada.

Na granja, foram presos Thiago Henrique de Oliveira, 32 anos, natural de Santa Rita/RN, e Maciel Sales, 30 anos, natural de Natal/RN. Ambos foram autuados em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo, receptação e associação criminosa.

Investigação

De acordo com as investigações, o grupo é responsável por realizar diversos crimes nos estados de Alagoas, Ceará, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte. A ação realizada pela DEICOR, nesta quarta-feira (11), é uma continuação da operação deflagrada no domingo (08), em conjunto com Delegacia de Roubos e Furtos de Pernambuco (DRF/PE), quando foram presos José Bonifácio Nascimento de Barros e Rômulo Silva dos Santos. A prisão aconteceu em uma pousada, no município de Recife, no Estado de Pernambuco.

 

No domingo (08), foram apreendidos mais de R$ 40 mil reais, inclusive algumas notas queimadas, provenientes do roubo ao carro-forte. Os dois homens foram autuados por lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, associação criminosa entre outros.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181 ou através número do Disque Denúncia da DEICOR: (84) 3232-2862.

* Com informações da Polícia Civil do Rio Grande do Norte

Faça Seu Comentário:

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Comentários

disse:

em 31/12/1969 - 09:12