Potiguar, que chegou atrasado em primeiro dia de competições após ter passaporte furtado, conquista ouro do Mundial da ISA (Associação Internacional de Sur - 15/09/2019

Após quase perder evento, Ítalo Ferreira vence no Japão com 10 na final, e Brasil é ouro em equipes

Após quase perder evento, Ítalo Ferreira vence no Japão com 10 na final, e Brasil é ouro em equipes

Divulgação/ISA

Ítalo Ferreira não se esforçou em vão para estar presente nos Jogos Mundiais da Associação Internacional de Surfe (ISA), na praia de Kisakihama, no Japão. O potiguar superou problemas com passaporte furtado. Enfrentou um pouso forçado na chegada ao país. Chegou atrasado no primeiro dia de competições. Entrou na água com uma prancha emprestada e de bermuda jeans. E, neste domingo, conquistou a medalha de ouro da competição.

O potiguar enfrentou as condições ruins do mar e ainda conseguiu uma 10 na final para levar o torneio. O bicampeão mundial Gabriel Medina ficou com o bronze, e o norte-americano Kolohe Andino foi o segundo colocado. O resultado de Ferreira e Medina deu ao Brasil o ouro por equipes no torneio, com as pontuações das baterias masculina e feminina.

Filipe Toledo também estava na disputa e mantinha chances de ir à final pela repescagem, mas deixou a disputa. Ele sofreu dores nas costas nos últimos dias e foi poupado.

Confira as pontuações da decisão:

  1. Ítalo Ferreira (BRA): 17,77
  1. Kolohe Andino (EUA): 17,06
  1. Gabriel Medina (BRA): 14,53
  1. Shun Murakami (JAP): 11,74   

Ítalo Ferreira, medalhista de ouro, e Gabriel Medina, medalhista de bronze, no pódio dos Jogos Mundiais da ISA — Foto: Matt Roberts/Getty Images

Faça Seu Comentário:

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Comentários

disse:

em 31/12/1969 - 09:12