Geral Prefeito diz que Rio não terá carnaval fora de época em julho

21/01/2021

Folia no segundo semestre havia sido aprovada por deputados estaduais

Agência Brasil 30 Anos - Desfile das escolas de samba do Grupo Especial no Sambódromo da Marquês de Sapucaí

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, decidiu suspender o carnaval fora de época que havia sido planejado para julho. A criação de um carnaval anual no início do segundo semestre foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro e sancionada pelo governador em exercício, Claudio Castro. 

A decisão da Prefeitura do Rio de Janeiro foi anunciada na tarde de hoje (21), no perfil de Eduardo Paes no Twitter: 

Imagem

Paes explicou que o carnaval exige uma grande preparação por parte dos órgãos públicos e das agremiações e instituições ligadas ao samba, o que ele não considera possível fazer nesse momento.   

"Dessa forma, gostaria de informar que não teremos carnaval no meio do ano em 2021", disse o prefeito, que completou: “certamente em 2022 poderemos (todos devidamente vacinados) celebrar a vida e nossa cultura com toda a intensidade que merecemos". 

O projeto que prevê a realização anual de um carnaval fora de época em julho foi sancionado na semana passada pelo governo do estado, que ainda não definiu a data da celebração. Na época, o governo esclareceu que a lei visa a estimular o turismo, o lazer e a economia, mas apenas possibilita que o evento seja realizado, o que irá depender das recomendações das autoridades sanitárias. 

A celebração foi batizada de CarnaRio e, segundo a lei, a organização deve ser discutida entre a Secretaria de Estado de Cultura, as ligas de Escolas de Samba, agremiações e blocos carnavalescos. 

Antes da aprovação da lei, o adiamento do carnaval para julho já havia sido anunciado pela Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) e por grupos que representam blocos de carnaval tradicionais da cidade. As escolas de samba do grupo especial já haviam sorteado a ordem dos desfiles, que estavam previstos para ocorrer nos dias 11 (domingo) e 12 (segunda) de julho. 

Apesar disso, o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, havia reiterado, em dezembro, que a vacinação da população contra a covid-19 seria fundamental para a realização do evento. 

Nota Sebastiana 

A Associação de Blocos de Rua do Rio (Sebastiana) divulgou uma nota de apoio à medida, em que afirma "receber com alívio" a decisão do prefeito. A associação representa parte dos blocos tradicionais da zona sul e do centro do Rio, como o Escravos da Mauá, o Carmelitas e o Simpatia é Quase Amor. 

"A decisão do prefeito Eduardo Paes vem ao encontro do posicionamento da Sebastiana anunciado anteriormente, que reitera a não realização dos desfiles dos seus blocos em 2021. O retorno dos blocos às ruas só poderá se dar quando houver vacina e imunização de toda a população, condição essa que assegure a segurança de todos". 

A Sebastiana reconhece que a decisão afeta "uma legião de trabalhadores", mas afirma que a cidade "não tem condições de organizar e financiar a estrutura necessária para um evento do tamanho do carnaval". 

 

"Para nós, o mais importante nesse momento é o cuidado com as pessoas, o controle da pandemia e o respeito à vida e ao luto das famílias. Além disso, iniciar conversas com as secretarias de cultura tanto da prefeitura quanto do estado para que sejam criados editais de emergenciais de ajuda aos trabalhadores do carnaval".  Agencia Brasil.

Comente

Vacinas da Índia devem chegar no fim da tarde de amanhã ao Rio

21/01/2021

Foram contratadas duas milhões de doses

um tubo de ensaio etiquetado com a vacina é visto na frente do logotipo da AstraZeneca

As vacinas contra a covid-19 desenvolvidas em parceria entre a AstraZeneca e a Universidade de Oxford devem chegar ao Brasil, vindas da Índia, nesta sexta-feira (22). A informação foi dada pelo Ministério das Comunicações por meio de nota oficial na tarde de hoje (21). 

As doses serão enviadas por meio de um voo comercial da companhia aérea Emirates. A previsão é que a carga chegue ao Rio de Janeiro no fim da tarde de amanhã. O voo da Emirates primeiro pousa no Aeroporto Internacional de Guarulhos, e em seguida a carga será embarcada em outro avião que segue para o Aeroporto Internacional do Galeão. 

Foram contratadas duas milhões de doses, fabricadas pelo laboratório indiano Serum. 

O governo brasileiro tenta desde a semana passada trazer a carga de imunizantes do país asiático. A previsão inicial era que elas estariam aqui no domingo passado (17). Contudo, o governo da Índia recuou e as autoridades brasileiras passaram a dialogar para liberar a carga. 

A Índia anunciou nesta semana a exportação de vacinas para seis países, sem incluir o Brasil. Na noite de ontem, o secretário de Relações Exteriores da Índia, Harsh Srhinglaconfirmou à Agência Reuters a liberação da exportação. 

O presidente Jair Bolsonaro publicou nas suas redes sociais sobre a liberação das exportações da vacina e cumprimentou o ministro das relações exteriores Ernesto Araújo e os servidores do Itamaraty pelo trabalho. 

Imagem

 

Comente

RN quer vacina russa para imunização dos potiguares contra a covid-19 Fonte: Portal Grande Ponto

21/01/2021

Covid-19

Pavel Korolyov/AFP

O Governo do Rio Grande do Norte também espera contar com a vacina russa Sputnik V para imunização dos potiguares contra o coronavírus. A informação é da secretária-adjunta de Saúde do Estado, Maura Sobreira. 

“Nós estamos no aguardo de uma reunião que a governadora [Fátima Bezerra] deverá participar para que a gente possa acompanhar a tramitação de todo esse processo”, declarou a secretária-adjunta Maura Sobreira em entrevista à 91.9 FM nesta quarta-feira (20). 

A União Química, farmacêutica brasileira responsável pela produção da vacina experimental Sputnik V no Brasil, fez o pedido do uso emergencial à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no último sábado (16), mas a agência recusou alegando que requisitos mínimos "não foram atingidos". 

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), que preside o Consórcio Nordeste, articula junto aos russos a compra de doses emergenciais da vacina Sputnik para os estados nordestinos. A intenção é que o grupo garanta 50 milhões de doses do imunizante russo para uso emergencial nos nove estados da região.  

“A gente tem realmente muita expectativa que haja um avanço nesse sentido, porque seria outra possibilidade [a vacina russa]. A gente está numa guerra, a pandemia não acabou”, reforçou a secretária-adjunta do RN. 

No último sábado (16), o governo da Bahia recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) com um pedido liminar de autorização para importação e registro emergencial da vacina russa contra a Covid-19, a Sputnik V. O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, disse que não há justificativa para o Brasil recusar a vacina Sputnik, que tem 91,4% de eficácia. 

Maura Sobreira reforçou que o Rio Grande do Norte aderiu ao Programa Nacional de Imunização, que é coordenado pelo Ministério da Saúde, mas que o governo do Estado busca alternativas para dar celeridade ao processo de imunização dos potiguares. 

Fonte: Portal Grande Ponto 

Comente

Porto de Natal fica 4 semanas sem embarque de contêineres em navios por problemas em máquinas, diz Codern

21/01/2021

Informação foi divulgada nesta quinta-feira (21) pela administradora do terminal.

G1 RN

Ao todo, 326 contêineres foram movimentados no Porto de Natal de sábado até esta segunda — Foto: Divulgação

Ao todo, 326 contêineres foram movimentados no Porto de Natal de sábado até esta segunda — Foto: Divulgação

O porto de Natal vai passar pelo menos quatro semanas sem embarque e desembarque de contêineres em navios, segundo informou nesta quinta-feira (21) a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern). De acordo com a administradora do terminal, a paralisação foi motivada por problemas em máquinas do Operador Portuário, que fazem o transporte dos contêineres para os navios. 

A informação preocupa trabalhadores do terminal e o setor produtivo do estado. Os contêineres são usados, por exemplo, para o transporte das frutas frescas como o melão, exportadas pelo Rio Grande do Norte para a Europa e Ásia, mas também na comercialização de outros produtos. 

"A gente ainda está em safra. Essa é uma questão logística que nos preocupa muito, porque as empresas não estão mais querendo que seus navios parem aqui e os produtores têm que procurar outros portos", afirmou o secretário de Agricultura, Guilherme Saldanha. O estado é o maior exportador de melão do país. 

De acordo com Fábio Martins de Queiroga, presidente do Comitê Executivo de Fruticultura do Rio Grande do Norte (Coex), os produtores estão usando como alternativa os portos de Pecém e Mocuripe, no Ceará. "Como é final de safra, eles (os portos) conseguem nos atender. Se fosse na alta safra, seria muito complicado", afirmou. 

De acordo com ele, no período de alta das exportações, somente a fruticultura é responsável por 500 contêineres semanais no porto de Natal, mesmo com parte da carga também sendo destinada para os portos cearenses. 

Por outro lado, o presidente do sindicato dos estivadores de Natal, Silvio Barros de Oliveira, ressalta que os trabalhadores deverão ter dificuldade, uma vez que são autônomos e só contam com pagamento por produção ou diária. 

"É péssimo para o estado e para os trabalhadores. Nossa categoria só recebe pagamento quando trabalha. São estivadores, conferentes, arrumadores, cerca de 200 trabalhadores, fora outras categorias que dependem disso", declarou. "Pelo menos ainda teremos embarque de açúcar nesse período", pontuou. 

Em nota, a Codern informou que o operador portuário já trabalha para substituição dos equipamentos e que o porto vai permanecer aberto com a operação em navios de trigo e com previsão, nos próximos dias, de novo embarque de açúcar. 

Veja nota da Codern 

Certa da importância da precisão e clareza das informações, a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), como Autoridade Portuária e administradora do Porto de Natal, informa que, nas próximas quatro semanas, não realizará o embarque de contêineres devido problemas em máquinas do Operador Portuário, que já está trabalhando para substituí-las. 

Ressalta-se que o Porto de Natal permanecerá aberto, normalmente, com a operação em navios de trigo e com previsão, nos próximos dias, de novo embarque de açúcar. 

A diretoria da CODERN participou de reunião, nesta quinta-feira (21), com representantes dos trabalhadores portuários para reafirmar seu respeito e preocupação com a categoria. 

Por fim, esta Companhia mantém o compromisso inalienável com o desenvolvimento do Brasil, do Estado do Rio Grande do Norte e da Cidade do Natal. 

 

Companhia Docas do Rio Grande do Norte 

Comente

O Rio Grande do Norte registrou 133.174 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia. No total, a doença vitimou 3.203 pessoas no estado. Os dados

21/01/2021

De acordo com a PF, eram 136,6 kg de maconha e 238,4 kg de cocaína, parte de apreensão realizada em São Gonçalo do Amarante, Macaíba e Natal.

Por G1 RN

Polícia Federal incinera 375 kg de drogas no Rio Grande do Norte — Foto: Divulgação

Polícia Federal incinera 375 kg de drogas no Rio Grande do Norte — Foto: Divulgação

A Polícia Federal incinerou nesta quinta-feira (21) aproximadamente 375 kg de drogas apreendidas no Rio Grande do Norte. Eram 136,6 kg de maconha e 238,4 kg de cocaína, além de malas e outros itens utilizados para acondicionar as substâncias ilícitas. 

A PF utilizou, com a autorização da Justiça, o alto-forno de uma usina na zona rural de Arês, a 58 km de Natal. O trabalho de incineração foi acompanhado pelo chefe da Delegacia de Repressão a Drogas da PF, um promotor de Justiça e fiscais da Vigilância Sanitária. 

Ainda segundo a Polícia Federal, o material destruído é parte das apreensões realizadas nos municípios de São Gonçalo do Amarante, Macaíba e Natal nos últimos anos. 

Malas e outros itens também foram incinerados com as drogas — Foto: Divulgação

Malas e outros itens também foram incinerados com as drogas — Foto: Divulgação

 

Comente

RN chega a 133.174 casos confirmados e 3.203 mortes por Covid-19

21/01/2021

Quatro óbitos foram confirmados nas últimas 24 horas, de acordo com a Sesap.

Por G1 RN

RN tem 133.174 casos confirmados de Covid-19 — Foto: Divulgação

RN tem 133.174 casos confirmados de Covid-19 — Foto: Divulgação

O Rio Grande do Norte registrou 133.174 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia. No total, a doença vitimou 3.203 pessoas no estado. Os dados estão no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desta quinta-feira (21) Outros 541 óbitos estão sob investigação. 

Em relação ao boletim do dia anterior, são 880 novos casos e 11 mortes a mais - sendo quatro confirmados nas últimas 24 horas, em Mossoró, Marcelino Vieira, Natal e Caiçara do Rio do Vento. 

O RN tem ainda 73.826 casos suspeitos e outros 304.805 descartados. O número de confirmados recuperados segue em 91.645, e o de inconclusivos, tratados como "Síndrome Gripal não especificada", está em 65.811. 

Sesap informa que 469 pessoas estão internadas por causa da Covid-19 no RN, sendo 323 na rede pública e 146 na rede privada. A taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 57,2% na rede pública e de 48,3% na rede privada. 

O boletim destaca ainda que 351.477 testes para Covid-19 foram realizados no estado até o momento, sendo 187.170 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 164.307 sorológicos. 

Números do coronavírus no RN 

  • 133.174 casos confirmados 

  • 3.203 mortes 

  • 73.826 casos suspeitos 

  • 304.805 casos descartados 

  • 91.645 confirmados recuperados 

Comente

Covid-19: Natal imuniza mais de 7 mil profissionais de saúde em dois dias

21/01/2021

Segundo dia de vacinação na capital potiguar contempla 3.155 trabalhadores da saúde. Secretaria Municipal de Saúde confirma que pontos de drive thru vão fu

Por G1 RN

Pontos de drive thru de vacinação contra Covid-19 vão funcionar nesta sexta (22) em Natal — Foto: Divulgação

Pontos de drive thru de vacinação contra Covid-19 vão funcionar nesta sexta (22) em Natal — Foto: Divulgação

Natal conseguiu imunizar 7.069 profissionais de saúde nos dois dias de vacinação contra a Covid-19. Os pontos de drive thru montados na capital potiguar também funcionarão nesta sexta-feira (22), de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. 

Segundo levantamento da prefeitura, 3.155 trabalhadores da saúde receberam a primeira dose da vacina nesta quinta-feira (21). No dia anterior, foram aplicadas 3.914 doses. 

Os pontos de drive thru funcionam na Arena das Dunas, no Palácio dos Esportes, no Ginásio Nélio Dias e na área externa do Shopping Via Direta, das 8h às 16h. 

A prefeitura intensificou a fiscalização para garantir que apenas o grupo prioritário dessa primeira fase da campanha seja vacinado. "Reforçamos que o profissional de saúde contemplado nessa fase deve levar a sua escala de trabalho do mês atual e documento de identificação. Outro ponto que quero destacar é que temos duas estruturas montadas com sala de vacinação para pedestre, uma no Via Direta e outra no Nélio Dias", contou o secretário de Saúde de Natal, George Antunes. 

 

A SMS Natal reforça que nesta primeira fase serão imunizados os idosos residentes em instituições de longa permanência e todos os profissionais da saúde que estão no enfrentamento à Covid-19, com comprovado exercício de suas funções nas seguintes unidades: Upas, Hospital Giselda Trigueiro, Hospital de Campanha, Pronto Atendimento Odontológico Morton Mariz, Maternidades públicas e privadas, Pronto Socorro públicos e privados, UTIs e os Centros de Enfrentamento à Covid-19 de Natal. 

Aponta ainda que nas unidades do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), Hospital Maria Alice Fernandes, Hospital de Pediatria Nivaldo Júnior e João Machado, somente serão vacinados os profissionais que atuam diretamente na unidade de atendimento ao paciente Covid; e no caso do Samu/Transporte Sanitário, serão vacinados os servidores intervencionistas.

Comente

Lewandowski determina que Anvisa informe sobre uso emergencial da Sputnik V em 72 horas

21/01/2021

Prazo

(Imagem: Nelson Jr/STF)

Nesta quarta-feira, 20, o ministro do STF Ricardo Lewandowski determinou que a Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no prazo de 72h, confirme a afirmação de que foi requerida a autorização emergencial para uso da vacina Sputnik V contra a covid-19. Em caso positivo, a agência deve esclarecer qual o estágio em se encontra a aprovação do referido imunizante, assim como eventuais pendências a serem cumpridas. 

A decisão se deu no âmbito da ADIn 6.661, do governador da Bahia Rui Costa. 

Entenda 

Rui Costa ajuizou ação no Supremo contra dispositivos da MP 1.026/21 que criam restrições para a importação e a distribuição de vacinas contra a covid-19 ainda não registradas pela Anvisa. Segundo o governador, os dispositivos cerceiam a atuação dos Estados no combate à pandemia, ao impedir a importação de vacinas ainda não certificadas segundo as regras da MP, como a Sputnik V, desenvolvida na Rússia. 

O objeto da ação são os artigos 13 e 16 da MP. O primeiro condiciona a aplicação das vacinas à observância do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação. O governador pede que o Supremo confira ao dispositivo interpretação que não impeça que os entes da Federação possam iniciar a imunização em seus respectivos territórios, caso disponham de vacinas. 

Em relação ao artigo 16 da MP, ele sustenta que deve ser declarada inconstitucional a parte que restringe a autorização de importação de vacina sem registro na Anvisa, desde que autorizadas por uma das cinco autoridades sanitárias: dos Estados Unidos, da União Europeia, do Japão, da China e do Reino Unido e Irlanda do Norte. 

Também é solicitada a mesma interpretação ao artigo 3º, inciso VIII, alínea ‘a’, da lei 13.979/20, que igualmente restringe a importação excepcional de materiais e medicamentos para o combate à pandemia aos certificados por determinadas autoridades sanitárias.PUBLICIDADEhttps://961249f88c470f12951793ed447861e3.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html 

Higidez 

O governador defende que seja admitida a compra, pelos Estados, de vacinas que tenham registro em agência reguladora regional de referência certificada pela Organização Panamericana de Saúde ou “outro critério que o valha e assegure a higidez da avaliação”. 

No caso da Sputnik V, Rui Costa assinala que, além de já ter registro de outras autoridades sanitárias, está sendo aplicada em outros países, como Argentina e Paraguai. Ele acrescenta que, diferentemente do expediente adotado por outros laboratórios, o Fundo Russo de Investimentos Diretos e o Centro Nacional de Pesquisa em Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, responsáveis pelo desenvolvimento do imunizante, não exigem qualquer termo de isenção ou limitação de responsabilidade pelo uso da vacina. 

  • Processo: ADIn 6.661 

 

Leia a decisão. 

 

Comente

MPRN obtém condenação de servidora fantasma da Assembleia Legislativa

21/01/2021

condenação Mantida

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) obteve sentença favorável em uma Ação Civil Pública que culminou na condenação de Jéssica Mesquita de Araújo e Antônio Carlos Dantas de Meirelles pelo envolvimento em um esquema de servidores fantasmas na Assembleia Legislativa do RN (ALRN). A sentença é da 6ª Vara da Fazenda Pública de Natal. 

Antônio Carlos Dantas de Meirelles, que é tio materno do ex-deputado estadual Ricardo José Meirelles da Motta e exercia função de chefia em seu gabinete, de maneira informal, foi o responsável pela indicação e pela não observância do cumprimento dos deveres funcionais pela servidora Jéssica Mesquita de Araújo. 

De acordo com a narrativa exposta na ação judicial, que baseou-se em investigação do MPRN, Jéssica Mesquita recebeu remuneração entre os meses de julho de 2011 e fevereiro de 2016, correspondente a função comissionada na Assembleia Legislativa, sem, contudo, desempenhar as atribuições que lhe eram inerentes, configurando hipótese de “servidora fantasma”. 

Eles foram condenados, de forma solidária, ao ressarcimento do valor de R$ 152.229,89, equivalente ao prejuízo suportado pelo erário estadual em decorrência do pagamento da remuneração da promovida, sem a correspondente contraprestação do serviço. O valor da condenação deverá ser atualizado pelo INPC e acrescido de juros de mora, no mesmo percentual que remunera a caderneta da poupança, ambos incidentes desde a data do efetivo prejuízo. 

Além disso, os dois terão suspensos seus direitos políticos e ficarão impedidos de contratarem com o Poder Público ou receberem benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelos prazos de 10 anos (ela) e 5 anos (ele), respectivamente. 

Na sentença, a Justiça destacou os elementos constantes nos autos demonstraram que Jéssica Mesquita de Araújo exercia atividades incompatíveis com a sua jornada de trabalho na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, por meio de: a) graduação em Administração, pela UFRN, com, inclusive, participação em programa de mobilidade estudantil internacional; b) contrato de estágio e de trabalho com a Cosern; c) curso preparatório para o vestibular de Medicina; e d) graduação no curso de Medicina, na Universidade Potiguar (UnP). 

A documentação que instrui a ação de improbidade administrativa demonstrou a baixíssima (senão inexistente) carga horária desempenhada por Jéssica Mesquita de Araújo no Legislativo Estadual, que Jéssica cursava bacharelado em Administração, pela UFRN, quando ingressou nos quadros da Assembleia, que participou de programa de mobilidade estudantil na Instituição de Ensino Superior Universidade de Aveiro, localizada em Portugal, na Cidade de Aveiro, durante o período letivo de 2012.1, ao mesmo tempo em que ocupava o cargo na Assembleia Legislativa. 

Sobre os seus vínculos de estágio e trabalho nos anos de 2013 e 2014, a empresa Cosern informou que Jéssica Mesquita de Araújo exerceu estágio com carga horária de 6 horas/dia, no turno matutino, no período entre 15 de janeiro de 2013 a 6 de janeiro de 2014, e em seguida fora contratada como agente econômico-financeiro, com carga horária de 8 horas/dia, no período entre 7 de janeiro de 2014 a 2 de julho do mesmo ano. 

Por fim, conforme documentação da UnP, ela ingressou no curso de Medicina em 19 de junho de 2015, em tempo integral, tendo sido relatado em depoimento do ex-coordenador do curso que as atividades de graduação têm início por volta das 07h30 e vão até às 12h45, e a tarde das 13h30 às 18h10, havendo, ainda, muitas aulas no turno da noite, de forma que não há como compatibilizar as atividades do curso, durante o dia, com atividades profissionais. 

Para ler a sentença condenatória expedida pela 6ª Vara da Fazenda Pública de Natal na íntegra, clique aqui 

Comente

Criança de 10 anos engravida de gêmeos após ser estuprada pelo padrasto

21/01/2021

Estrupo

A Polícia Civil investiga um caso de estupro contra uma criança de 10 anos, em que o suspeito é o padrasto dela, de 26 anos. O caso aconteceu no bairro Carapina, em Governador Valadares (MG). 

A mãe foi quem denunciou o crime à polícia, após descobrir que a filha está grávida de gêmeos e com 14 semanas de gestação. A mãe da menina também está grávida do suspeito, com 21 semanas. 

Segundo a delegada responsável pelo caso, Adeliana Xavier, a mãe começou a desconfiar quando percebeu que a menstruação da filha estava atrasada e resolveu fazer um exame de gestação. Em depoimento à polícia, a vítima disse que o último abuso foi no dia 7 de janeiro. 

“A mãe explicou que a menstruação da filha já estava atrasada há uns três meses e ela resolveu fazer um exame de gestação, foi quando ela descobriu que a menina estava grávida. Conversando com a filha, a filha teria dito que o autor seria o padrasto. A mãe foi tirar satisfação com o companheiro e ele o agrediu”, explicou. 

De acordo com a polícia, um inquérito foi aberto nesta quarta-feira (20), após a mãe comparecer na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, junto com a filha, nessa terça-feira (19). Segundo a vítima, os abusos teriam começado quando ela ainda tinha 6 anos de idade. 

“Segundo as informações prestadas pela própria menina, ele começou a molestá-la quando ela tinha 6 anos, mas não era frequente. Durante esse período de 6 aos 10 anos de idade, ele a molestou entre quatro e cinco vezes”, disse a delegada. 

A polícia informou ainda que trabalha para apurar os fatos e localizar o autor. Ele é procurado desde a denúncia. 

Com informações do G1 MG 

Comente

Mais 16 pacientes transferidos de Manaus para tratamento da Covid-19 chegam a Natal

21/01/2021

Avião da Força Aérea Brasileira pousou na noite desta quarta-feira (20) em Parnamirim, na região metropolitana. Ao todo, capital potiguar já recebeu 28 pes

Inter TV Cabugi

Avião da FAB pousa em Natal com 16 pacientes de Covid-19 transferidos de Manaus.  — Foto: Reprodução/Prefeitura de Natal

Avião da FAB pousa em Natal com 16 pacientes de Covid-19 transferidos de Manaus. — Foto: Reprodução/Prefeitura de Natal

Natal recebeu mais 16 pacientes com Covid-19 transportados do Amazonas para a capital potiguar pela Força Aérea Brasileira, na noite desta quarta-feira (20). Outros 12 já tinham chegado na madrugada da última segunda-feira (18) em um voo civil. A operação é coordenada pelos ministérios da Saúde e da Defesa por causa da crise da falta de oxigênio e da superlotação dos hospitais de Manaus. 

A aeronave pousou na Base Aérea de Natal, localizada em Parnamirim, região metropolitana, por volta das 20h. Dezoito ambulâncias receberam os pacientes, sendo duas reservas. Ainda na pista do antigo Aeroporto Augusto Severo, eles foram estabilizados. Segundo a Secretaria de Saúde, um dos pacientes é um natalense que mora em Manaus. 

Comente

Bolsonaro cumprimenta Biden e divulga carta enviada ao novo presidente

20/01/2021

Joe Biden tomou posse nesta quarta em Washington

(Brasília - DF, 26/11/2020) Palavras do Presidente da República, Jair Bolsonaro.
Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro cumprimentou Joe Biden pela posse como novo presidente dos Estados Unidos (EUA) em publicação postada nas redes sociais na tarde desta quarta-feira (20). Horas mais cedo, Biden foi empossado no cargo em uma cerimônia ocorrida em Washington, capital norte-americana, tornando-se o 46º presidente do país, sucedendo Donald Trump. 
  
"Cumprimento Joe Biden como 46º Presidente dos EUA. A relação Brasil e Estados Unidos é longa, sólida e baseada em valores elevados, como a defesa da democracia e das liberdades individuais. Sigo empenhado e pronto para trabalhar pela prosperidade de nossas nações e o bem-estar de nossos cidadãos", postou Bolsonaro, que também divulgou, na publicação seguinte, uma carta enviada ao novo presidente dos EUA, na qual o líder brasileiro fala em aprofundar as relações entre os países. 

"É minha convicção que, juntos, temos todas as condições para seguir aprofundando nossos vínculos e agenda de trabalho, em favor da prosperidade e do bem-estar de nossas nações", diz Bolsonaro em um trecho da carta. "Ao desejar a vossa excelência pleno êxito no exercício de seu mandato, pelo que aceite, senhor presidente, os votos de minha mais alta estima e admiração", acrescentou. 

Jair M. Bolsonaro
 
@jairbolsonaro

 

Cumprimento Joe Biden como 46º Presidente dos EUA. A relação
 
🇧🇷
e
 
🇺🇸
é longa, sólida e baseada em valores elevados, como a defesa da democracia e das liberdades individuais. Sigo empenhado e pronto para trabalhar pela prosperidade de nossas nações e o bem-estar de nossos cidadãos

Comércio, meio ambiente e segurança  

Na carta a Biden, Bolsonaro cita sua admiração pelos Estados Unidos e enumera temas que ele considera prioritários na atual agenda bilateral. 

"No campo econômico, o Brasil, assim como empresários de nossos países, tem interesse em um abrangente acordo de livre comércio, que gere mais empregos e investimentos e aumente a competitividade global de nossas empresas. Já temos como base os recentes protocolos de facilitação de comércio, boas práticas regulatórias e combate à corrupção, que certamente contribuirão para a recuperação de nossas economias no contexto pós-pandemia". 

Sobre a questão ambiental, Bolsonaro mencionou, na carta, a renovação das metas do país no Acordo de Paris e pediu diálogo, especialmente na questão energética.  

"Estamos prontos, ademais, a continuar nossa parceria em prol do desenvolvimento sustentável e da proteção do meio ambiente, em especial a Amazônia, com base em nosso Diálogo Ambiental, recém-inaugurado. Noto, a propósito, que o Brasil demonstrou seu compromisso com o Acordo de Paris com a apresentação de suas novas metas nacionais. Para o êxito do combate à mudança do clima, será fundamental aprofundar o diálogo na área energética". 

Imagem

Comente

Governo Fátima deixa de entregar 2 mil doses de vacina contra covid a municípios

20/01/2021

Covid-19

Elisa Elsie/Governo do RN

Os municípios do Rio Grande do Norte receberam cerca de 2 mil doses a menos do que deveriam no primeiro lote de vacinas contra a covid-19. 

De acordo com nota técnica divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), aproximadamente 4 mil doses recebidas pelo RN por meio do Ministério da Saúde poderiam deixar de ser utilizadas pelo que chamou, inicialmente, de “perda operacional”. 

Em um processo de vacinação, a perda na operação está relacionada ao risco de ocorrências que podem ocasionar falhas ou inadequação da vacina. 

De acordo com a 98 FM, a Sesap informou que, na realidade, não houve a distribuição total das doses, e que a Secretaria decidiu fazer uma “reserva operacional” das doses; ou seja, das 41.220 doses que deveriam ter sido encaminhadas aos municípios do RN para a primeira aplicação, somente 39.251 foram enviadas. 

Em nota, a secretaria explicou que essa quantidade reservada, que chega a 5% do total de doses, é estabelecida em normas técnicas do Governo Federal. Ainda segundo a Sesap, se a perda prevista não ocorrer, as doses reservadas serão encaminhadas aos municípios posteriormente. 

Confira a nota na íntegra: 

NOTA 

Natal (RN), 19 de janeiro de 2021 

A Secretaria de Estado da Saúde Pública esclarece que esse valor de perda operacional é estabelecido em norma técnica tanto federal, conforme pode ser consultado no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, como estadual, e que no próprio transporte realizado pelo Ministério da Saúde pode ocorrer. 

Sesap destaca que mesmo sendo considerada, essa perda pode não acontecer, o que permitirá ampliar a distribuição das doses e mais pessoas que estão previstas como prioridade nessa primeira etapa da fase 1 podem ser vacinadas. 

É importante também esclarecer que uma perda operacional pode se dar pela quebra de algum frasco do imunobiológico em caso de transporte inadequado, por acidente em alguma sala de vacina resultando em quebra de frasco, ou em decorrência de oscilação da temperatura de armazenamento, inviabilizando o uso das doses. 

Este percentual em estoque, indicado pelo Programa Nacional de Imunização, torna-se imprescindível para que se possa repor as doses que por ventura possam ser “perdidas”, visando garantir a vacinação do público estimado nesta etapa. Cabe lembrar ainda que o sistema RN+ Vacina prevê o monitoramento e auditoria da perda técnica de imunobiológicos para a Covid-19. 

Fonte: 98 FM Natal 

Comente

Mãe lactante é presa por tráfico de drogas e vai ser encarcerada com bebê de 8 meses em Natal

20/01/2021

Suspeita vai ser transferida para pavilhão feminino do Complexo Penal Dr. João Chaves, que conta com berçário. Conselho Tutelar determinou que ela não foss

Por G1 RN e Inter TV Cabugi

Mulher foi detida e ficará com filho de 8 meses na cadeia — Foto: Reprodução

Mulher foi detida e ficará com filho de 8 meses na cadeia — Foto: Reprodução

Uma mulher de 37 anos foi presa em flagrante na noite de terça-feira (19) no município de Montanhas, no interior do Rio Grande do Norte, e levada para a Central de Flagrantes, em Natal, onde precisou passar a noite antes de ser encaminhada para o sistema penitenciário. Por ser mãe de um bebê de oito meses, que ainda amamenta, o Conselho Tutelar determinou que ela não fosse separada do filho. 

"A criança era lactente. Então, nós não podemos separar o bebê da mãe nesse momento. Ela tem três filhos e foi levada com a criança até o Conselho Tutelar. O de 9 anos e o de 14 ficam com o conselho enquanto ela permanece presa, para entregar a guarda para alguém da família", explicou o delegado Frank Albuquerque. 

"Mas o bebê, eles não aceitaram. O bebê tinha que acompanhar a presa". 

Assim, o bebê precisará ficar com a mãe na detenção. De acordo com a Polícia Civil, a mulher será levada para o Centro de Detenção Provisória Feminino de Parnamirim e em seguida será transferida para cumprir pena no pavilhão feminino do Complexo Penal Dr. João Chaves, na Zona Norte de Natal, que conta com berçário com capacidade para quatro bebês. 

"É um procedimento que existe em todo o Brasil para mulheres que são presas com crianças em estado de amamentação", disse o delegado Frank Albuquerque. 

A mulher foi presa em flagrante em uma ação da Polícia Civil na cidade de Montanhas, distante 103 quilômetros de Natal, e vai responder por tráfico de drogas e associação para o tráfico. 

 

Na casa em que ela e outros suspeitos foram detidos, havia drogas e armas de fogo que foram apreendidas pelos policiais. 

Comente

Justiça Federal determina que Prefeitura de Natal e Iphan restaurem antigo Hotel Central

20/01/2021

Prédio funcionou também como albergue do Município entre 2011 e 2013. Atualmente lugar é ocupado por famílias do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Fav

Por G1 RN

Antigo Hotel Central de Natal, antigo Albergue da Prefeitura de Natal, Ocupação Pedro Melo MLB Ribeira Rua Câmara Cascudo — Foto: Google Street View

Antigo Hotel Central de Natal, antigo Albergue da Prefeitura de Natal, Ocupação Pedro Melo MLB Ribeira Rua Câmara Cascudo — Foto: Google Street View

O juiz federal Ivan Lira de Carvalho, titular da 5ª Vara, determinou que a Prefeitura de Natal e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) restaurem completamente o antigo Hotel Central, prédio histórico da rua Câmara Cascudo, no bairro da Ribeira, zona Leste de Natal. O local também funcionou como abrigo municipal entre 2011 e 2013. 

A sentença do magistrado acolheu pedido formulado pelo Ministério Público Federal. Com isso, o Município e o Iphan devem apresentar em até 60 dias o cronograma de ações para o imóvel, que contemple desde o projeto executivo até a efetiva realização dos serviços. Ambos também precisarão vistoriar o imóvel até que ele seja completamente recuperado. 

Na ação, o MPF indicou que o prédio está contemplado com o PAC das Cidades Históricas. O investimento de R$ 610.400 foi feito há mais de cinco anos. 

Na decisão, o juiz citou que o edifício faz parte do Conjunto Arquitetônico, Urbanístico e Paisagístico do Município de Natal e que o prédio é atualmente ocupado por 16 famílias do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB). A ocupação é chamada de Pedro Melo. 

Uma audiência de mediação chegou a ser feita no Tribunal de Justiça do RN para a desocupação do prédio, mas a Prefeitura de Natal não avançou com as tratativas para reintegração de posse. Segundo a decisão do juiz Ivan Lira, isso "demonstra (por parte da Prefeitura de Natal) pouco compromisso com a solução do problema, com a continuidade da degradação do imóvel integrante do Centro Histórico de Natal". 

Comente

Ministério Público vai apurar casos de pessoas que se vacinaram sem estar nos grupos prioritários no RN

20/01/2021

Após denúncia de que servidores da prefeitura de Natal "furaram a fila" da vacina, MPRN informa que vai analisar se houve o cometimento de crime ou ato de imp

Por G1 RN

MPRN vai apurar casos de "fura fila" na vacinação contra a Covid-19 — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

MPRN vai apurar casos de "fura fila" na vacinação contra a Covid-19 — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

O Ministério Público do Rio Grande do Norte anunciou nesta quarta-feira (20) que vai apurar todos os casos de pessoas que receberam a vacinação contra a Covid-19 mesmo sem se enquadrarem nos grupos prioritários. Cada situação será analisada individualmente para se investigar se houve o cometimento de crime ou ato de improbidade. 

No primeiro dia de vacinação em Natal, houve a denúncia por parte do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Natal (Sinsenat) de que servidores da prefeitura de Natal "furaram a fila" e tomaram a vacina. A Secretaria Municipal de Saúde confirmou o "equívoco" e destacou que "apesar do respaldo legal e institucional, fica a partir de agora terminantemente suspensa a vacinação desse grupo de servidores, em função da quantidade reduzida de doses recebidas nesta etapa inicial". 

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap), esta primeira fase da vacinação no RN contempla profissionais de saúde que estejam na linha de frente de combate ao coronavírus e ainda idosos residentes em instituições de longa permanência. Em nota, o MPRN lembra que "alguns planos municipais autorizam a vacinação de outros grupos de pessoas, o que será observado de forma individualizada".

Para denunciar 

 

O MPRN disponibiliza o Disque Denúncia 127 para o recebimento de denúncias de crimes em geral. A identidade da fonte será preservada. As denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para disque.denuncia@mprn.mp.br. 

Comente

Natal imuniza 3.914 profissionais de saúde em primeiro dia de vacinação contra Covid-19

20/01/2021

Vacinação começou nesta quarta-feira (20) na capital potiguar com quatro pontos de drive thru para trabalhadores da saúde que atuam diretamente no combate a

Por G1 RN

Primeiro dia de vacinação contra Covid-19 em Natal, RN. 20 de janeiro de 2021 — Foto: Divulgação

Primeiro dia de vacinação contra Covid-19 em Natal, RN. 20 de janeiro de 2021 — Foto: Divulgação

Natal imunizou 3.914 profissionais de saúde no primeiro dia de vacinação contra a Covid-19 na capital potiguar, nesta quarta-feira (20). As vacinas foram aplicadas em quatro pontos de drive thru na cidade: Arena das Dunas, Ginásio Nélio Dias, Shopping Via Direta e Palácio dos Esportes. 

A primeira vacina foi recebida pela técnica de enfermagem Ednalva Mauricio da Silva, de 54 anos, que trabalha na UPA Pajuçara e no Hospital Varela Santiago. A aplicação foi feita pelo prefeito Álvaro Dias (PSDB), que é médico. 

Os pontos de vacinação iniciaram suas atividades às 8h e seguiram abertos até às 17h. 

Natal recebeu 12.235 doses da vacina da CoronaVac neste primeiro lote. Por conta do número reduzido em relação ao que era esperado inicialmente, apenas os profissionais de saúde que estão na linha frente do combate à Covid-19 e idosos institucionalizados (que estão em abrigos ou dispensários) receberão a imunização na capital potiguar. 

Nem todos os profissionais da saúde conseguirão ser vacinados. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) estima que o estado tenha cerca de 35 mil trabalhadores da área. 

O primeiro dia ficou marcado ainda pela denúncia do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Natal (Sinsenat) de que servidores municipais que não estão nos grupos prioritários receberam a vacina. 

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou que algumas pessoas que estão trabalhando em um dos pontos de drive thru abertos pelo município para a vacinação foram imunizadas. A Prefeitura de Natal também disse que os servidores vacinados eram integrantes das equipes envolvidas diretamente na campanha de imunização contra a Covid-19 - grupo que tem a imunização recomendada pelo Ministério da Saúde. 

"Apesar do respaldo legal e institucional, fica a partir de agora terminantemente suspensa a vacinação desse grupo de servidores, em função da quantidade reduzida de doses recebidas nesta etapa inicial", disse. 

O Ministério Público Estadual informou que vai investigar os casos denunciados de pessoas que furaram fila na vacinação. 

Quem pode se vacinar? 

Além dos idosos institucionalizados, que receberão as vacinas nos próprios abrigos, podem se vacinar os profissionais da saúde que estão no enfrentamento direto contra a Covid-19 em atividade em locais como as UPAs, Hospital Giselda Trigueiro, Hospital de Campanha, Pronto Atendimento Odontológico Morton Mariz, Maternidades públicas e privadas, prontos socorros públicos e privados, UTIs e os Centros de Enfrentamento à Covid-19 de Natal. 

Já nas unidades do Hospital Universitário (HUOL), Hospital Maria Alice Fernandes, Hospital de Pediatria Nivaldo Júnior e João Machado, somente serão vacinados os profissionais que atuam diretamente na unidade de atendimento ao paciente Covid-19. No caso do SAMU/Transporte Sanitário, serão vacinados os servidores intervencionistas. 

 

Todos os profissionais de saúde precisarão apresentar a escala de trabalho do mês atual para poderem ser vacinados. 

Comente

INSS: prova de vida de aposentados é suspensa até fevereiro

20/01/2021

Portaria foi publicada hoje no Diário Oficial da União

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS),Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia,Previdência Social

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que não fizeram a prova de vida entre março de 2020 e fevereiro deste ano não terão seus benefícios bloqueados. 

Portaria nº 1.266/2021, publicada hoje (20) no Diário Oficial da União, prorroga a interrupção do bloqueio de benefícios para as competências de janeiro e fevereiro, ou seja, para pagamentos até o fim de março. 

A prorrogação vale para os beneficiários residentes no Brasil e no exterior. De acordo com a portaria, a rotina e obrigações contratuais estabelecidas entre o INSS e a rede bancária que paga os benefícios permanece e a comprovação da prova de vida deverá ser realizada normalmente pelos bancos. 

Realizada todos os anos, a comprovação de vida é exigida para a manutenção do pagamento do benefício. Para isso, o segurado ou algum representante legal ou voluntário deve comparecer à instituição bancária onde saca o benefício. O procedimento, entretanto, deixou de ser exigido em março de 2020, entre as ações para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, e a medida vem sendo prorrogada desde então. 

Desde agosto do ano passado, o a prova de vida também pode ser feita por meio do aplicativo Meu INSS ou pelo site do órgão por beneficiários com mais de 80 anos ou com restrições de mobilidade. A comprovação da dificuldade de locomoção exige atestado ou declaração médica. Nesse caso, todos os documentos são anexados e enviados eletronicamente. 

Militares inativos 

Também foi publicada no Diário Oficial da União portaria do Ministério da Defesa que também suspende, até 30 de junho, a atualização cadastral para prova de vida de militares inativos, pensionistas de militares, militares anistiados políticos e dependentes habilitados. De acordo com o texto, nesse caso, o bloqueio de pagamentos por falta de realização da comprovação de vida voltarão a acontecer a partir de 1º de julho. 

A medida também foi adotada em março do ano passado em razão da pandemia de covid-19 e vem sendo prorrogada. Agencia Brasil.

Comente

Cirurgiã pediátrica morre vítima da Covid-19 no RN

20/01/2021

Covid-19

O Rio Grande do Norte perdeu mais uma profissional médica para a Covid-19. A vítima dessa vez foi a Dra. Maria das Graças Borges, que faleceu nesta terça-feira (19). Ela era cirurgiã pediátrica e conhecida entres os profissionais da área e pacientes como Dra. Graça.

 

As informações são do Blog do BG.

 

 

Comente