De acordo com a investigação, o detido e a vítima eram amigos e discutiram em conveniência de Ceará-Mirim - 14/06/2024

Homem suspeito de matar amigo na Grande Natal é preso na Paraíba

Capturar                                                              suposto autor foi para casa, pegou uma arma de fogo e retornou à conveniência, de carro, disparou quatro vezes contra a vítima - Foto: reprodução/PCRN                                                                                                                                                                                                                                                                   Policiais civis da 14ª Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP/Ceará-Mirim) e da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Campina Grande/PB (DHPP/PCPB), deram cumprimento a um mandado de prisão contra um homem, de 32 anos, suspeito de ter praticado o homicídio de Irimar Batista da Silva, conhecido como “Galeguinho”, de 36 anos, ocorrido no dia 3 de abril, em Ceará-Mirim, na Grande Natal. A prisão ocorreu na cidade de Campina Grande, no Estado da Paraíba. 

De acordo com a investigação, o detido e a vítima eram amigos e passaram a madrugada do dia 3 de abril bebendo juntos em uma conveniência localizada às margens da BR-406, em Ceará-Mirim. Em um determinado momento da noite, ambos se desentenderam e começaram a discutir. O suposto autor foi para casa, pegou uma arma de fogo e retornou à conveniência, de carro, onde estava bebendo com Irimar, momento em que disparou quatro vezes contra a vítima, a qual, atingida no coração, faleceu no local. 

Além do mandado de prisão preventiva expedido pela 3ª Vara da Comarca de Ceará-Mirim pelo crime, o detido possuía contra si, desde o ano de 2021, um mandado de prisão definitiva, expedido pela Vara de Execução Penal de Campina Grande. Na ocasião, o foragido também foi preso em flagrante, pois foi encontrado em sua residência uma pistola Taurus 380, calibre semelhante ao que foi utilizado para matar Irimar, e maconha. 

Faça Seu Comentário:

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Comentários

disse:

em 01/01/1970 - 12:01