Maura Sobreira depôs na condição de investigada e respondeu todas as perguntas feitas pelos deputados durante 2 horas. Ela é investigada na Operação Lectus. - 25/11/2021

CPI da Covid ouve ex-secretária-adjunta de Saúde do RN sobre contratação de leitos de UTI Covid

Por Inter TV Cabugi e g1 RN

Ex-secretária-adjunta da Saúde no RN, Maura Sobreira, em depoimento na ALRN — Foto: Eduardo Maia/ALRN

Ex-secretária-adjunta da Saúde no RN, Maura Sobreira, em depoimento na ALRN — Foto: Eduardo Maia/ALRN

A CPI da Covid ouviu na sessão desta quarta-feira (24) a ex-secretária-adjunta de Saúde do Rio Grande do Norte, Maura Sobreira, sobre contratos firmados para operacionalização de leitos de Covid no estado durante a pandemia. 

Maura é investigada na Operação Lectus, que investiga supostas irregularidades em contratação de UTIs para tratamento de pacientes com a doença. Ela foi exonerada do cargo no início de setembro. 

A ex-secretária-adjunta foi ouvida na condição de investigada. Os pontos referentes à apuração da polícia no caso não foram tratados porque a investigação transcorre em segredo de Justiça. 

A ex-secretária foi a segunda a ser ouvida na sessão e respondeu todas as perguntas dos deputados durante mais de 2 horas. 

Entre os contratos investigados questionados, os dois envolviam uma empresa que possuía um cunhado dela como sócio Num desses acordos para a contratação de 10 leitos de UTI para o Hospital Pedro Germano, da PM, Maura disse que ainda não era secretária-adjunta na época do acordo e desfez o contrato assim que assumiu o cargo. 

O segundo era referente a um contrato para 40 leitos no Hospital João Machado - foram montados 35. A ex-secretária-adjunta disse que não ouve interferência dela nesse acordo. 

 

Segundo a Controladoria Geral da União, esses acordos investigados na Operação Lectus podem ter rendido um prejuízo de até R$ 4 milhões ao Rio Grande do Norte (entenda aqui). 

Faça Seu Comentário:

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Comentários

disse:

em 01/01/1970 - 12:01