Entre março e abril, 209 morreram à espera de leitos de UTI Covid no RN

13/04/2021

Covid-19

Governo do RN

 

No Rio Grande do Norte, 209 pacientes que morreram antes de serem regulados para leitos públicos de atendimento à covid-19, entre março e o dia 12 de abril deste ano. As informações são do Regula RN. Em média, aproximadamente cinco pessoas morreram diariamente sem serem internadas em leitos públicos do estado. 

Desde o começo da pandemia, a maior quantidade de solicitações de internação canceladas por óbito do paciente aconteceu em 16 e 18 de março, com 14 pessoas morrendo sem chegarem aos leitos. No ano passado, o maior número de cancelamentos devido a óbitos ocorreu em 7 de junho, com 12. 

Agora, o RN tem 393 leitos críticos para a covid-19, com ocupação de 97%. No total, 29 leitos estão bloqueados por manutenção geral, falta de insumos e manutenção de rede de gases. 

Às 11h30 desta terça-feira (13), o estado tinha 58 pacientes aguardando por um leito crítico, havendo 11 vagas disponíveis, enquanto 15 esperavam por leito clínico, e o total de vagas abertas era 61. 

Óbitos 

Segundo dados fechados no final da segunda-feira (12), 32 pacientes que estavam em leitos públicos voltados ao atendimento à covid-19 morreram em 24 horas, sendo 30 em leitos críticos e 2 em leitos clínicos. Foi o 2º dia com mais mortes em hospitais públicos, superado somente pelo dia 5 de abril, quando 37 pessoas morreram, das quais 33 estavam em leitos de UTI e 4 em leitos clínicos. 

Fonte: Tribuna do Norte 

Comente

VÍDEO: Sikêra Júnior cobra Fátima Bezerra na TV sobre recursos federais

13/04/2021

Covid-19

O apresentador Sikêra Júnior cobrou ontem (12) a governadora Fátima Bezerra acerca dos recursos federais recebidos pelo Rio Grande do Norte.

 

Em seu programa na Rede TV, ele apontou o valor de R$ 18,3 bilhões enviados estado no ano passado, sendo R$ 5,5 bilhões para benefícios ao cidadão e R$ 1,8 bilhão para o combate à covid-19.

“Deve ter feito muito hospital de campanha e compra de respiradores. Eu quero o extrato desse dinheiro”, afirmou.

 

Fonte: Portal Grande Ponto

 

Comente

Idosa de 78 anos é vítima de golpe de falso sequestro em Natal

13/04/2021

Bandidos teriam se passado por filho e sequestradores e pediram dinheiro a procuradora aposentada. Segundo neto, mulher fez transferência bancária, além de s

Por Inter TV Cabugi

Carro usado pela idosa vítima de falso sequestro em Natal foi interceptado na avenida Prudente de Morais. — Foto: Guarda Municipal/Cedida

Carro usado pela idosa vítima de falso sequestro em Natal foi interceptado na avenida Prudente de Morais. — Foto: Guarda Municipal/Cedida

Uma idosa de 78 anos foi vítima de um golpe de falso sequestro na manhã desta terça-feira (13) em Natal. A procuradora de justiça aposentada recebeu uma ligação de criminosos que se passaram por um de seus filhos e por sequestradores e exigiram dinheiro para poder libertar o suposto sequestrado. 

A vítima chegou a fazer uma transferência bancária e sacou dinheiro para entregar aos bandidos, mas foi interceptada pela polícia e levada para casa. 

Segundo um neto da vítima, que deu entrevista à Inter TV Cabugi, mas pediu para não ser identificado, a mulher recebeu uma ligação no telefone de casa. "Alguém ligou chamando por "mãe" e a secretária acreditou que era um dos filhos e passou para ela (a vítima). Disse que nessa ligação ela começou a ficar nervosa, falando de assalto, pegou o carro e saiu", relatou o neto. 

A família foi informada da atitude e acionou a polícia para procurar a idosa. "Eu recebi uma ligação do meu tio perguntando se a gente estava bem, porque minha avó tinha saído de casa dizendo que alguém tinha sofrido um assalto. A gente falou que estava bem e ligamos para outro tio que também estava bem. Ai já surgiu a suspeita de um golpe", relatou o neto. 

Comente

Municípios do RN relatam frascos de CoronaVac com quantidade menor de doses

13/04/2021

Segundo Sesap, foram registradas pelo menos 3.284 doses a menos, até esta terça-feira (13). Ampolas deveriam ter 10 doses, mas trariam apenas nove.

G1 RN

Produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, CoronaVac em envasada com 10 doses por frasco, mas municípios relatam casos de produto com menos doses — Foto: Instituto Butantan/Divulgação

Produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, CoronaVac em envasada com 10 doses por frasco, mas municípios relatam casos de produto com menos doses — Foto: Instituto Butantan/Divulgação

Pelo menos 3.284 doses da vacina CoronaVac deixaram se ser aplicadas em potiguares porque frascos do imunizante teriam apresentados menos doses que o informado na embalagem, segundo a Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap). Pelo menos 76 municípios relataram terem recebido frascos com 9 e não 10 doses, como informado na bula. Em nota, Instituto Butatan, que fabrica o imunizante no Brasil, atribuiu o problema a "prática incorreta na extração das doses nos serviços de vacinação". 

A Anvisa confirmou "um aumento de queixas técnicas relacionadas à redução de volume nas ampolas da vacina" e afirmou que os relatos estão sendo investigados com prioridade pela área de fiscalização. 

A Secretaria Estadual de Saúde afirmou que vai repor as doses aos municípios por meio da reserva técnica, além de notificar o Ministério da Saúde sobre o problema. Confira no final desta matéria a lista de municípios que notificaram doses a menos nos frascos. 

"Os municípios relataram que, ao invés de 10 doses, estão vindo 9. Isso aconteceu também em outros estados, foram até mais que aqui, mas temos que repor, ou haverá uma defasagem na vacinação. Já fizemos um ofício sobre o assunto e vamos enviar hoje (terça, 13) ao Ministério da Saúde ", afirmou Kelly Maia, coordenadora de Vigilância em Saúde. 

Comente

Dois parques eólicos passam a produzir energia no RN

12/04/2021

Energia Eólica

O Governo do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (Idema), emitiu Licenças de Operação (LO) para o Grupo Elecnor, por meio da sua filial Enerfin, para dois parques eólicos do Complexo Eólico São Fernando, nos municípios de São Bento do Norte e Caiçara do Norte, que juntos somam 265 MW de capacidade instalada. O documento tem validade de seis anos. 

O Rio Grande do Norte possui grande potencial do recurso natural, condições favoráveis do vento. De acordo com o diretor-geral do Idema, Leon Aguiar, o Instituto está comprometido com o desenvolvimento econômico do estado, mas de forma sustentável. “Estamos trabalhando para, cada vez mais, otimizar os processos no âmbito do Idema. E os resultados são positivos, mesmo diante dos desafios. Temos uma gestão que prima pela responsabilidade e alia as necessidades empresariais, ao fortalecimento da economia primando pelo respeito ao meio ambiente”, informou o gestor. 

O Complexo Eólico São Fernando agora conta com quatro parques eólicos em operação comercial. O coordenador de Projetos e Sistemas da Enerfín, Herbert Laier Júnior, afirma que “as contratações dos financiamentos, junto aos bancos BNB/FNDE e BB/SUDENE, possibilitaram a antecipação das obras, e somam-se ao apoio que a empresa vem recebendo do Governo do RN, assim como dos municípios em que atua. A ação colaborativa, técnica e diligente tem sido fundamental para o sucesso desse projeto e dos futuros investimentos no Estado”, declarou o coordenador. As obras ocorreram em um prazo de 22 meses, mesmo em meio à pandemia de covid-19, o que evidencia a responsabilidade do Grupo com os compromissos já assumidos para a entrega de energia. 

O diretor técnico do Idema, Werner Farkatt, esclarece que a empresa estava funcionando com autorização para fazer os testes. “A partir de agora os parques estão autorizados para produzir, comercializar e entregar a energia para a concessionária responsável. São duas instalações desse Complexo que foram liberadas ao funcionamento.  A energia eólica tem sido utilizada em larga escala por gerar energia elétrica de forma renovável, abundante e competitiva, o Rio Grande do Norte se destaca como fonte dessa energia”, explicou Farkatt. 

A licença garante a operação ambientalmente segura do empreendimento, e entre uma série de condicionantes estabelecidas pelo Idema para a operação do empreendimento estão: o empreendedor deverá continuar executando os seguintes Programas Ambientais de Gestão Ambiental; para Construção - PAC; Educação Ambiental e Comunicação Social; Gerenciamento Resíduos Sólidos e Efluentes Líquidos; Sinalização de Estradas, Acessos e Estruturas; Controle de Processos Erosivos e Monitoramento dos Sistemas de Drenagens; Emergência Ambiental; Capacitação, Contratação e Desmobilização da Mão-de-Obra Local; recuperação de Áreas Degradadas; Monitoramento de Equipamentos urbanos; Controle e Monitoramento de Emissões Atmosféricas; e Programa de Monitoramento de Ruídos. 

Unidades 

Além dos 256 MW em operação, a empresa conta com uma carteira de projetos em desenvolvimento superior a 500 MW no Rio Grande do Norte, visando não só os futuros leilões promovidos pelo Governo Federal, como também as novas oportunidades oferecidas pela abertura do mercado livre de energia. 

Parque Eólico São Fernando IV, está localizado na Fazenda São Fernando, Zona Rural, municípios de São Bento do Norte e Caiçara do Norte. É composto por 24 (vinte e quatro) aerogeradores, com potência nominal de 3,465 KW, totalizando 83,16 MW de potência instalada em uma área de 23,73 hectares. 

Já o Parque Eólico São Fernando I, está localizado na Rodovia RN 129, Km 9,5, Fazenda São Fernando, Zona Rural do município de São Bento do Norte. É composto por 22 (vinte e dois) aerogeradores, modelo Acciona AW-132, com potência nominal de 3,465 MW, totalizando 76,20 MW de potência instalada em uma área de aproximadamente 2.433,44 hectares. 

Fonte: Portal Grande Ponto 

Comente

Estudo exime Bolsonaro de crime de responsabilidade por Orçamento

12/04/2021

Responsabilidade Fiscal

Pedro França/Agência Senado

 

A Consultoria de Orçamento do Senado divulgou nota técnica com uma análise da situação da proposta orçamentária de 2021 (PLN 28/2020). O estudo exime o presidente da República, Jair Bolsonaro, de crime de responsabilidade caso sancione ou vete trechos da lei, que apresenta problemas, como dotações insuficientes para o cumprimento de despesas obrigatórias ou discricionárias. 

Os consultores lembram que cabe ao Poder Executivo a iniciativa exclusiva para deflagrar o processo orçamentário, mas compete ao Poder Legislativo a prerrogativa de emendá-lo, respeitadas as normas cabíveis. Em comum, ambos os Poderes devem cuidar para que haja dotações suficientes à satisfação das obrigações da União.  

Todavia, diz o estudo, apesar de eventuais divergências com relação às despesas aprovadas no projeto da Lei Orçamentária de 2021, não se identifica conduta tipificada como crime de responsabilidade em razão de sanção ou veto da lei.  

"Segundo a jurisprudência do STF, tanto a sanção quanto o veto são atos do caráter político do processo legislativo que evidenciam a conjugação da vontade do Parlamento com a vontade do chefe do Poder Executivo. Por sua vez, quanto aos crimes de responsabilidade, parece haver consenso de que se trata de julgamento político-administrativo que requer a tipificação de tais infrações em lei federal. Desse modo, por se tratar de ato político e, por não constar do rol de tipificações da Lei 1.079/1950 [que define os crimes de responsabilidade], a sanção não poderia isoladamente ser considerada crime de responsabilidade, devendo atos seguintes, devidamente tipificados, serem observados na execução orçamentária". 

Correção de rumo 

Para os especialistas do Senado, ainda que a lei orçamentária contenha imperfeições, como a subestimativa de dotações destinadas a despesas necessárias ao cumprimento dos objetivos estatais, pode o Poder Executivo adotar diferentes medidas corretivas. Eles apontam quatro possibilidades: 

. Apresentação de projeto de lei de crédito suplementar que permita recompor as dotações que sofreram cortes no Congresso Nacional, oferecendo como contrapartida o cancelamento, parcial ou integral, de emendas de comissão, de relator-geral ou de parcelas de emendas de bancada não impositiva; 

. Suplementação de despesas primárias obrigatórias e discricionárias por meio de cancelamento de dotações, excesso de arrecadação e superavit financeiro; 

. Veto a programações ou dotações, abrindo espaço para o envio de projeto de lei de crédito suplementar para realocar recursos no Orçamento; 

. Encaminhamento de projeto de lei para ampliar as possibilidades de o Poder Executivo abrir crédito suplementar por ato próprio, alterando as restrições sobre o cancelamento de dotações relativas a emendas. 

Câmara  

A consultoria da Câmara também apresentou uma nota avaliando a situação do Orçamento deste ano. Os consultores apresentaram duas alternativas.  

O governo poderia vetar a destinação de verbas para algumas despesas não obrigatórias e recompor as despesas obrigatórias com um projeto de lei (PLN) e/ou abertura de crédito suplementar por ato próprio (decreto).  

Outra opção seria a sanção sem vetos, em que a recomposição seria por projeto de lei (PLN) e/ou abertura de crédito adicional por ato próprio (decreto). 

Os consultores da Câmara dizem ainda que o Executivo deve suprir os créditos necessários ao atendimento da subestimativa de despesas obrigatórias, deixando claras as providência a serem adotas, de acordo com o previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2021.  

"Nas alternativas ora apresentadas, o presidente estaria adotando todas as medidas necessárias para o ajuste e a execução de todas as despesas obrigatórias, bem como o fiel cumprimento de todas as regras fiscais, inclusive às referentes ao teto de gastos e a meta fiscal, não incorrendo em crime de responsabilidade, salvo melhor juízo", conclui o documento.  

Prazo 

O projeto da Lei Orçamentária de 2021 foi aprovado, com atraso, pelo Congresso Nacional em março. O presidente Jair Bolsonaro tem até o dia 22 de abril para sancionar ou vetar o texto. Se ele não se manifestar, ocorre a sanção tácita de toda a norma.  

Fonte: Agência Senado 

Comente

TCE esclarece informações sobre uso de recursos federais para pagar folha no RN

12/04/2021

Uso de Recursos

O Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte (TCE-RN) divulgou nesta segunda-feira (12) um esclarecimento acerca da repercussão das informações do Boletim Extraordinário 01/2021 e de entrevista à 98FM em que o auditor do tribunal Evandro Alexandre Raquel afirma que o Governo do RN usou recursos ordinários no valor de R$ 900 milhões para custear a folha de pessoal dos servidores da Saúde em 2020. Confira: 

"Sobre a repercussão das informações divulgadas no Boletim Extraordinário 01/2021, levantamento que traz uma avaliação dos impactos da pandemia do coronavírus nas finanças do Rio Grande do Norte e dados consolidados sobre as transferências federais feitas para o Estado em 2020, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN) esclarece: 

1. No dia 31 de março, o Auditor de Controle Externo Evandro Alexandre Raquel, Diretor de Administração Direta, concedeu entrevista ao programa Repórter 98, na rádio 98 FM. Na ocasião, ele informou que o Governo do Estado realizou, dentro da rubrica de recursos ordinários, Fonte 100, pagamentos na ordem de R$ 900 milhões para custear a folha de pessoal dos servidores da Saúde no ano de 2020. 

2. Em nenhum momento, o Auditor afirmou que esse valor de R$ 900 milhões foi pago com recursos enviados pela União exclusivamente para auxiliar o Estado diretamente no enfrentamento à Covid-19, uma vez que dentro dos recursos enviados existiam valores de livre alocação, conforme disposição legal, além de que a fonte 100 engloba também arrecadação própria. 

3. Conforme mostra o Boletim Extraordinário, o Estado recebeu do Governo Federal R$ 1,1 bilhão em transferências extraordinárias em 2020, destinados às ações de saúde, assistência social e compensação financeira em razão da queda na arrecadação. Do total de recursos, a maior parte (R$ 750,9 milhões) é de livre alocação. 

4. Esse valor de R$ 750,9 milhões foi incorporado à Fonte 100, que congrega os recursos ordinários do Estado, incluindo a arrecadação própria, e foi transferido por força da Lei Complementar 173/2020, que estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus, bem assim, pela Medida Provisória nº. 938/2020, que dispôs sobre o apoio financeiro para compensar a queda no repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE). 

Confira a íntegra do Boletim Extraordinário 01/2021 no link abaixo:  

Fonte: Portal Grande Ponto 

Comente

PRF apreende em Natal moto de luxo roubada em Minas Gerais

12/04/2021

Veículo foi roubado em 2014 no município de Tiradentes. Ele estava em uma oficina mecânica para reparo e tinha chassi, motor e placa adulterados.

Por G1 RN

Moto da marca Harley-Davidson roubada foi encontrada em oficina em Natal — Foto: Divulgação

Moto da marca Harley-Davidson roubada foi encontrada em oficina em Natal — Foto: Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou na Zona Sul de Natal uma moto de luxo da marca Harley-Davidson, de cor preta, que havia sido roubada no estado de Minas Gerais em 2014. 

A Central de Comando e Controle da PRF no Rio Grande do Norte recebeu denúncias de uma moto da marca estacionada há alguns dias em frente a uma oficina mecânica na Avenida Ayrton Senna, na capital potiguar. A denúncia alertava ainda que possivelmente o veículo era clonado. 

A equipe, então, verificou o chamado no sábado (10) e, durante a identificação do veículo, constatou indícios de adulteração nos elementos identificadores do chassi e do motor. 

Assim, os policiais verificaram que se tratava de um veículo roubado há sete anos na cidade de Tiradentes, no interior de Minas Gerais. A moto estava com uma placa pertencente a outro veículo com características semelhantes. 

Indagado sobre a origem do veículo, o dono da oficina informou que um cliente havia deixado a motocicleta há cerca de 20 dias para realização de reparos mecânicos. A moto foi encaminhada à Delegacia de Plantão da Polícia Civil na Zona Sul de Natal. 

Comente

IPVA de veículos com placas finais 3, 4 e 5 vence nesta terça-feira (13) no RN

12/04/2021

Há a opção para o pagamento do imposto com desconto de 5% em caso de cota única ou em até cinco parcelas sem acréscimos.

Por G1 RN

Trânsito em Natal — Foto: Bruno Vital/G1

Os potiguares proprietários de veículos com placas terminadas em 3, 4 e 5 têm até esta terça-feira (13) para pagar o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) nas duas duas formas: tanto de uma vez só (com desconto de 5%), como para quem optar pelo parcelamento em até cinco vezes, sem acréscimos. 

O calendário de pagamentos do IPVA 2021 no RN está sendo seguido normalmente. Quem perder as datas, que são organizadas pelas placas finais dos veículos (veja o calendário completo), paga o tributo com juros. 

Os boletos para pagamento estão disponíveis no site do Detran não há mais o envio do carnê aos contribuintes. A guia pode ser gerada a qualquer momento e, mesmo após o vencimento, o documento é automaticamente corrigido e os valores são atualizados. Isso vale também os condutores que parcelaram o IPVA no mês passado e que agora vão quitar a segunda parcela. 

O subdiretor de controle de IPVA da Secretaria Estadual de Tributação (SET-RN), Carlos Alberto Gomes, explica ainda que no boleto já vem deduzido o desconto oferecido aos participantes da campanha Nota Potiguar, que concede uma redução de até 10% no valor integral do imposto para quem acumulou pontos no ano passado, independente da opção pelo pagamento em cota única ou parcelado. 

Para acessar o boleto: 

  • Acesso o site do Detran 

  • Clique na opção "Consulta de Veículos" 

  • Insira a placa do veículo e o Renavam, sem pontos e hífens 

  • Selecione para gerar a guia 

Para os usuários do aplicativo Nota Potiguar, a geração também é simples. Basta abrir o app e escolher a opção IPVA, que fica na tela inicial, e o documento é gerado no próprio dispositivo. 

O calendário completo também pode ser visto no site da SET-RN, no menu superior do portal. O cronograma de vencimentos segue até julho. Em todo o estado, cerca de 530 mil veículos estão aptos a pagar o IPVA deste ano. Desse total, 30,2 mil condutores foram contemplados com os descontos oferecidos pela Nota Potiguar, o que representa um valor total de descontos da ordem de R$ 2,5 milhões. 

Comente

VÍDEO: Conselheira Federal da OAB no RN detona compra de vacinas para advogados: “me recuso a fazer parte de uma casta”

12/04/2021

Covid-19

A conselheira federal da OAB no RN, Ana Beatriz Presgrave fez um duro discurso contra a possibilidade da advocacia adquirir vacina na iniciativa privada. 

Na sua fala, ela destacou que existem as prioridades do plano de imunização da Covid, e caso os advogados não seguissem a fila seriam uma casta, “eu me recuso a fazer parte de uma casta que quer se vacinar primeiro que os outros…” 

 

Comente

Maternidade desmente versão do Governo do RN sobre motivo de superlotação

12/04/2021

Desmente

O superintendente da Maternidade Janunário Cicco, Dr. Murilo Britto, desmentiu uma nota da Secretaria de Saúde do RN (Sesap) acerca da superlotação em maternidades públicas da capital potiguar. Segundo a Sesap, a situação se dá em função da solicitação da Maternidade Escola Januário Cicco em desviar todo o fluxo de alto risco por estar com sua capacidade máxima. As informações são do Blog do BG. 

O superintendente da Januário Cicco, Dr. Murilo Britto, desmentiu a versão: “A Secretaria não deveria nunca dizer isso, que a culpa é da Maternidade Januário Cicco, muito pelo contrário. A gente sempre deu a mão quando precisou. Desde 2013 que a gente atende 40%, 50% acima da nossa capacidade para ajudar o Estado”, disse o superintendente. 

Dr. Murilo diz ainda que existe um número de vagas determinado em contrato entre a secretaria e a Januário Cicco e que a maternidade chega a atender mensalmente 40% e até 50% a mais do que reza o contrato. “Então é por isso que nossos corredores vivem lotados. Nós temos aqui profissionais esgotados porque em casos de superlotação prejudicam nossa programação”, conta. 

Ele também afirmou que esta situação atrapalha a função primordial da instituição que é a de ensino. “A Maternidade Escola comporta várias residências médicas e essa formação de profissionais está sendo prejudicada pela quantidade excessiva de pacientes que a regulação da Sesap nos encaminha”, explicou. “Eu fico pensando se não existisse a Maternidade Januário Cicco nesse estado o que seria das mães do RN”, complementa. 

Dr. Murilo disse também que a Januário Cicco “nunca deixou de ser parceira, a melhor que o Estado tem. Mas a responsabilidade é do próprio secretário de Saúde do Estado e da governadora. Eles têm que resolver essa situação”. Ele questiona também porque a Sesap não amplia o atendimento no Hospital Maria Alice Fernandes e também não busca melhorar o pré-natal das gestantes nas cidades do interior. Murilo conta inclusive que ofereceu a Maternidade para oferecer cursos de capacitação para profissionais que atuam no interior do Estado com o objetivo de melhorar a assistência. 

Neste fim de semana, o Blog do BG publicou imagens do caos vivido nos últimos dias no setor obstétrico do Hospital Santa Catarina, no bairro Potengi, Zona Norte de Natal, ocasionando superlotação na Maternidade Escola Januário Cicco que acaba absorvendo a demanda não só do município mas também do Estado. 

Os profissionais médicos relatam condições desumanas, com gestantes e recém-nascidos no corredor e bebês prematuros fora de UTI Neonatal. Há também relatos de falta de insumos na rede estadual como compressas e jelcos (material usado para introdução de medicação na corrente sanguínea). 

Com informações do Blog do BG 

Comente

VÍDEO: PM é preso após fazer funcionária da GOL refém em aeroporto

12/04/2021

Violência

 

Um policial militar foi preso na noite desse domingo (11) após fazer refém uma funcionária da companhia aérea GOL no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.  

O homem usava uma caneta para ameaçar a vítima e afirmava carregar uma bomba na mochila. 

Após rápida negociação, o agressor se rendeu, liberando a vítima, que não se feriu. Ele foi detido e a polícia apura a motivação das ameaças. 

Em nota, a GOL afirmou que está dando todo o suporte necessário à colaboradora. 

A GRU Airport, concessionária que administra o aeroporto, confirmou o caso e disse que a "ocorrência foi controlada em poucos minutos pela Polícia Federal, em total segurança, e não houve feridos". 

Nota da Gol na íntegra 

"A GOL está ciente do ocorrido no Aeroporto Internacional de São Paulo (GRU Airport) hoje e informa que está dando todo o suporte necessário à colaboradora, que não sofreu quaisquer ferimentos e encontra-se bem.  

A Polícia Federal está no comando das investigações e a Companhia está à disposição para prestar todo o suporte necessário. A ocorrência ficou restrita à sala de embarque do aeroporto e o envolvido no caso não era passageiro da GOL em nenhum dos seus trechos de origem ou destino." 

Nota do Aeroporto de Guarulhos  

"A GRU Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, informa que na noite de 11 de abril os órgãos responsáveis pela segurança do Aeroporto foram acionados para controlar um passageiro que, utilizando uma caneta, fez uma tripulante como refém em um dos portões de embarque do terminal 2. A ocorrência foi controlada em poucos minutos pela Polícia Federal, em total segurança e não houve feridos. O incidente não impactou as atividades e as operações do aeroporto. O passageiro foi encaminhado para delegacia e as causas da ocorrência estão sendo apuradas pelas autoridades competentes." 

CNN Brasil 

Comente

Senador do PT no RN não quer que CPI da Covid investigue governadores

12/04/2021

CPI da Covid

 

Em entrevista à CNN neste domingo (12), o líder da minoria no Senado Jean Paul Prates (PT-RN) disse que não é atribuição do Senado investigar governadores e prefeitos, como pedem requerimentos para ampliar o escopo da CPI da Covid. 

“É preciso ter em conta que não é papel do Senado precipuamente analisar, a não ser em casos muito concretos, governadores de estados e prefeitos. Para isso, estão as Assembleias Legislativas, os TCEs em auxílio a elas e as Câmaras Municipais. Cada instância no seu lugar”, declarou. “O papel aqui é de investigar a situação nacional, que se refletiu no Amazonas como um dos pontos agudos”. 

Ele se referiu ao fato usado como justificativa para abertura do procedimento, o caos em Manaus em janeiro deste ano, quando pacientes morreram por falta de oxigênio suplementar. 

“Acredito que a intenção [dos pedidos] foi passar uma imagem de que há equilíbrio, de que ninguém vai perseguir o presidente em si, o que não é a intenção de jeito nenhum, que é de apurar fatos”, continuou. Para ele, a inclusão de governadores e prefeitos também inviabilizaria o processo. 

“Acho que é desnecessário e acho que é diversionismo, mas entendo. Acho que nenhum governador tem que temer, que o presidente também não devia temer, se todo mundo fez certo, ninguém deve temer CPI nenhuma”, disse. 

Ele disse também discordar das afirmações que agora não seria o momento para abrir esse processo. “Acho que se deixar para depois, como em todas as pandemias na história da humanidade, quando acaba há um clima de euforia natural e de ‘deixa disso’. Mas morreram 350 mil pessoas, não é qualquer coisa, não é para deixar para trás”. 

O senador também ressaltou que a comissão visa apurar a responsabilidade sobre os acontecimentos, e não de um indivíduo em particular. “A investigação é sobre um fato, não sobre pessoas. As pessoas são quem corroboram os fatos. Vamos investigar o governo e todos os envolvidos, empresas, pessoas físicas, governadores. Mas o foco é em quem é o maior responsável por conduzir esse processo, o Ministério da Saúde e, em segunda instância, o governo federal”. 

Com informações da CNN Brasil 

Comente

Fátima sobre R$ 900 mi da Saúde para folha: "Agimos dentro da Constituição"

12/04/2021

Repasse

A governadora Fátima Bezerra (PT) rebateu uma fala de Jair Bolsonaro, repercutida nesse final de semana, em que o presidente afirma ter visto na imprensa que a governadora do RN usou dinheiro do combate à Covid-19 enviado pelo Governo Federal para pagar os salários dos servidores estaduais. A petista afirmou em postagem feita nas redes sociais que acionou o setor jurídico do Governo jurídico “para reposição da verdade”. 

“É deplorável a maior autoridade do país se prestar a esse tipo de ilação, quando, em uma pandemia sem precedentes, deveria estar voltado a viabilizar mais vacinas e a proteger o povo brasileiro. O presidente só pode estar no mínimo mal assessorado, dado o descuido com a checagem das informações que externou sobre o RN.”, escreveu a governadora. 

Ela acrescentou que o Governo do RN não tem o que temer. “Agimos dentro dos princípios da Constituição, com seriedade e honestidade”, disse. 

Bolsonaro se referiu a um relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que aponta que o Rio Grande do Norte gastou aproximadamente R$ 900 milhões de recursos ordinários com a folha de pagamento de servidores da saúde em 2020. Esse valor engloba tanto arrecadação própria do Estado, quanto repasses da União. A cifra é semelhante ao gasto em 2019, que foi um pouco mais de R$ 800 milhões. 

O relatório apontou ainda que o Rio Grande do Norte recebeu do Governo Federal R$ 1,1 bilhão em transferências extraordinárias em 2020, destinados às ações de saúde, assistência social e compensação financeira em razão da queda na arrecadação, por causa da Covid-19. No período, o governo estadual gastou R$ 1,9 bilhão com ações relacionadas à pandemia. 

Segundo o TCE, do total de recursos disponibilizados ao Estado, a maior parte é de livre alocação, ou seja, podem ser usados livremente pelo Estado. Foram R$ 750,9 milhões. Esse valor é incorporado à Fonte 100, onde são centralizados os recursos ordinários do Estado, incluindo a arrecadação própria, e foi transferido por força da Lei Federal que instituiu o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus, e pela Medida Provisória que previu apoio financeiro para compensar a queda no repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE). 

Fonte: Portal Grande Ponto 

Comente

Vacinação contra a gripe começa nesta segunda (12); veja calendário, locais e público-alvo da campanha em Natal

12/04/2021

Primeiro grupo prioritário é de crianças com mais de seis meses e menos de seis anos de idade, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da sa

Por G1 RN

Dose da vacina da gripe — Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde

Dose da vacina da gripe — Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde

Começa nesta segunda-feira (12) em Natal a vacinação contra a gripe. Nesta etapa, serão vacinadas crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes e puérperas. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a imunização será realizada em 20 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e dois pontos de drive-thru para o público-alvo. (Veja os endereços no final desta matéria) 

Em todo o Rio Grande do Norte, a estimativa é de que seja imunizadas 1.319.147 pessoas, segundo a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). Na capital, são 323.842. 

A vacina protege contra três tipos de vírus: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2), mas não contra o novo coronavírus. 

E a vacinação contra a Covid? 

A campanha contra a gripe coincide com a imunização contra a Covid-19. O Ministério da Saúde não recomenda a aplicação das duas vacinas simultaneamente, devido à falta de estudos sobre a coadministração dos imunizantes, e a orientação é priorizar a vacinação contra o novo coronavírus. 

O governo federal recomenda que as pessoas que fazem parte do grupo prioritário tomem primeiro a vacina contra a Covid-19 e depois a vacina contra a gripe, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre elas (veja vídeo acima). 

 

Por isso, os idosos a partir de 60 anos e os trabalhadores da saúde só devem ser imunizados contra a gripe a partir da segunda etapa da campanha, que começa no dia 11 de maio e segue até 8 de junho. 

Comente

Governo enviará SMS a 2,3 milhões que receberam auxílio indevidamente

11/04/2021

Auxilio Emergencial

Marcello Casal Jr./Agência Brasil

 

O governo federal apostará novamente na estratégia de enviar mensagens SMS para quem recebeu auxílio emergencial de forma indevida e pedir o dinheiro de volta. 

Ao todo, 2,38 milhões de mensagens devem ser enviadas, em dois lotes. O governo não informou quanto foi pago a essas pessoas nem quanto espera conseguir de volta com a medida. 

Em dezembro, 1,2 milhão de pessoas receberam as mensagens informando que elas deveriam devolver o benefício ou contestar o cancelamento, mas, segundo os dados oficiais, somente 30.370 fizeram a devolução, isto é, 2,4% do público-alvo. 

De acordo com o governo, na primeira tentativa, foram recuperados R$ 47 milhões. A expectativa do Poder Executivo era recuperar R$ 1,57 bilhão. 

Entre as pessoas que receberam as mensagens em dezembro, estavam: 

 

  • cidadãos com renda superior ao limite previsto nas regras do programa; 

  •  

  • aposentados; 

  •  

  • beneficiários do INSS; 

  •  

  • servidores públicos civis e militares; 

  •  

  • detentos do regime fechado. 

À época, o Ministério da Cidadania não explicou como pessoas que constam na própria folha de pagamentos da União tiveram os cadastros autorizados. 

A TV Globo também questionou o governo sobre os benefícios pagos a presos em regime fechado e sobre a lista de contatos telefônicos utilizada pelo ministério para enviar mensagens a esse grupo, mas não houve resposta. 

Com informações do G1 

Comente

Nova lei de trânsito entra em vigor nesta segunda-feira

11/04/2021

Lei de Transito

© Divulgação/DETRAN-DF/Direitos Reservados

 

As alterações promovidas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) entram em vigor a partir desta segunda-feira (12). As mudanças foram sancionadas pelo presidente Jair Bolsonaro em outubro do ano passado, quando ficou definido que a vigência passaria a ocorrer 180 dias após a sanção. 

A partir de agora, os motoristas devem ficar atentos aos novos prazos de renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), ao número de pontos que podem gerar a suspensão de dirigir e à punição de quem causar uma morte ao conduzir o veículo após ter ingerido bebida alcoólica ou ter usado drogas. 

Os exames de aptidão física e mental para renovação da CNH não serão mais realizados a cada cinco anos. Agora, a validade será de dez anos para motoristas com idade inferior a 50 anos; cinco anos para motoristas com idade igual ou superior a 50 anos e inferior a 70 e três anos para motoristas com idade igual ou superior a 70 anos.  

Sobre a pontuação, a lei agora estabelece uma gradação de 20, 30 ou 40 pontos em 12 meses conforme haja infrações gravíssimas ou não. Atualmente, a suspensão ocorre com 20 pontos, independentemente do tipo de infração. 

Dessa forma, o condutor será suspenso com 20 pontos se tiver cometido duas ou mais infrações gravíssimas; com 30 pontos se tiver uma infração gravíssima; e com 40 pontos se não tiver cometido infração gravíssima no período de 12 meses. 

Os condutores que exercem atividades remuneradas terão seu documento suspenso com 40 pontos, independentemente da natureza das infrações. Essa regra atinge motoristas de ônibus ou caminhões, taxistas, motoristas de aplicativo ou moto-taxistas. Se esses condutores participarem de curso preventivo de reciclagem ao atingir 30 pontos, em 12 meses, toda a pontuação será zerada. 

As novas regras proíbem que condutores condenados por  homicídio culposo ou lesão corporal sob efeito de álcool ou outro psicoativo tenham pena de prisão convertida em  alternativas. 

Cadeirinhas 

O uso de cadeirinhas no banco traseiro passa a ser obrigatório para crianças com idade inferior a 10 anos que não tenham atingido 1,45 metro de altura. Pela regra antiga, somente a idade da criança era levada em conta. 

Recall 

Nos casos de chamamentos pelas montadoras para correção de defeitos em veículos (recall), o automóvel somente será licenciado após a comprovação de que houve atendimento das campanhas de reparo.  

Motociclistas 

Para os motociclistas, a nova lei restringe a circulação de crianças na garupa das motos. Antes, a legislação permitia que crianças maiores de sete anos podiam ir na garupa. Agora, a idade mínima para levar uma criança na moto é 10 anos. 

Andar com o farol da motocicleta apagado passará a ser considerada infração média, sujeita a multa de R$ 130,16. Antes, isso era considerado como infração gravíssima, sujeita a multa e apreensão da CNH e até suspensão do direito de pilotar.  

Pilotar motocicleta sem viseira ou óculos de proteção ou com a viseira levantada passa  ser uma infração média, com multa de R$ 130,16. Antes, era considerada infração gravíssima andar sem viseira e infração leve pilotar com viseira levantada ou danificada. 

Agência Brasil 

Comente

Com 1.803 mortes, Brasil tem pior domingo na pandemia

11/04/2021

Covid-19

© Robson Valverde / SES-SC

O Brasil registrou nas últimas 24 horas 1.803 mortes por Covid e 37.017 novos casos—, informou o Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde). É o pior número de óbitos para um domingo desde o início da pandemia. 

Ainda de acordo com o conselho, o número de vítimas fatais da doença no Brasil chegou hoje a 353.137, e o total de casos aumentou para 13.482.023. 

Aos domingos, os números divulgados são menores do que nos outros dias da semana em razão da redução do número de profissionais que trabalham na coleta dos dados. 

Com informações de O Antagonista 

Comente

Após roubo de vacina em UBS, prefeitura abre novo ponto de vacinação contra a Covid-19 na Vila de Ponta Negra

11/04/2021

Ponto vai funcionar das 8h às 12h a partir de segunda-feira (12).

Por G1 RN

CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) na Vila de Ponta Negra — Foto: Divulgação

CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) na Vila de Ponta Negra — Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal vai abrir a partir de segunda-feira (12) um novo ponto de vacinação contra Covid-19 na Vila de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal. O novo ponto será no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social). 

No último dia 22, na Vila de Ponta Negra, dois bandidos roubaram 20 doses de Covid-19 da Unidade Básica de Saúde da localidade. Os suspeitos foram detidos, mas sem as vacinas. 

“No primeiro momento vamos funcionar de segunda a sexta-feira das 8h às 12h, se houver necessidade vamos ampliar o horário de funcionamento”, explicou o secretário de saúde da capital, George Antunes. 

O local será aberto em parceria com a Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social (Semtas). A SMS Natal irá disponibilizar os vacinadores e a Semtas a logística para acontecer a vacinação. 

Para receber o imunizante é necessário estar na faixa etária de vacinação, comprovante de residência, cartão de vacinação e documento com foto. 

Endereço: 

  • CRAS Vila De Ponta Negra: Rua Antônio Mor 3390 – Vila de Ponta Negra 

Comente

Mulheres de comunidade rural se unem para plantar e produzir em quintal coletivo no RN

11/04/2021

Ao todo, 11 mulheres trabalham na plantação com mais de dez culturas diferentes em um assentamento na zona rural de Mossoró, na região Oeste.

 Inter TV Costa Branca

Mulheres fazem plantação em quintal coletivo em Mossoró — Foto: Hugo Andrade/Inter TV Costa Branca

Mulheres fazem plantação em quintal coletivo em Mossoró — Foto: Hugo Andrade/Inter TV Costa Branca

Mulheres de uma comunidade rural no município de Mossoró, na Região Oeste do Rio Grande do Norte, se uniram para plantar e produzir alimentos em um quintal coletivo. A estratégia é chamada de "quintal produtivo". 

Uma dessas produtoras é a agricultora Eliete Costa, que vive no Assentamento Favela. Todo o espaço disponível na localidade, que tem cerca de 1 hectare, é aproveitado para plantação. "Meu quintal é dividido em várias partes. Uma parte é minha casa, tem a parte do calçadão com a cisterna, e tem essa parte aqui que tem 80 pés de acerola e 40 pés de cajueiro", disse. 

Esse é um dos exemplos de convivência com o semiárido aliado às boas práticas da agricultura familiar. Ao longo dos anos, Eliete Costa foi beneficiada com vários projetos que fortalecem à atividade no campo. No assentamento, por exemplo, eles utilizam caixas d'água para um sistema de reaproveitamento de água - que é usado durante o período mais seco do ano pra irrigar os pomares e as hortaliças. A placa solar ajuda a economizar energia na hora de tirar a água da cisterna do calçadão para a caixa d'água. 

Ainda tem um "minhocário", um dos principais responsáveis pela boa produção. Neste espaço é preparado o húmus, adubo natural que conta com a ajuda das minhocas californianas indispensáveis na preparação de uma bom composto orgânico, como explica o engenheiro agrônomo Ranieri Lira, que atualmente faz parte da equipe de técnicos agrícolas do município que acompanha e orienta a agricultora. 

 

Comente