Homem teria tentado violentar enteada, e em fuga invadiu prédio na Ribeira - 19/11/2018

Suspeito de tentativa de estupro é preso na Delegacia da Receita Federal

Agentes da Guarda Municipal do Natal (GMN) conseguiram deter, no sábado (17), um suspeito de tentativa de estupro de uma menor, identificado como Carlos Alberto de Menezes. O suspeito em fuga invadiu o prédio da Delegacia da Receita Federal, situada na Ribeira, onde foi detido e preso pela guarnição da Ronda de Proteção à Saúde da GMN (RondaS).

Os guardas municipais foram acionados pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) para atender a ocorrência de tentativa de estupro. Ao chegar na área os agentes tiveram que conter cerca de 30 pessoas que tentavam invadir o prédio onde Carlos Alberto de Menezes se refugiava. A intenção era de linchar o suspeito. “Primeiramente fizemos a prisão do suspeito dentro da Receita Federal e pedimos apoio de mais viaturas para conter um grupo de pessoas que estava revoltado e queria espancar o detido”, contou um dos guardas.

Na abordagem, os guardas municipais encontraram em poder de Carlos Alberto uma faca que foi apreendida. O detido estava com algumas escoriações ocasionadas pela tentativa de fuga do grupo de pessoas que o perseguiram até o prédio da Receita Federal. A acusação realizada pela mãe da vítima é de que Carlos Alberto tentou estuprar a própria enteada e não conseguiu devido a mesma gritar e ser socorrida pelos irmãos.

Carlos Alberto de Menezes foi conduzido pelos guardas municipais à Delegacia de Plantão Zona Sul onde foi realizado os procedimentos de prisão em flagrante delito. Na ocasião foram colhidos os depoimentos da vítima e das testemunhas. O detido vai responder criminalmente com base no artigo 217A do Código Penal Brasileiro (CPB), que tipifica o crime de ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos. Se condenado a pena é de reclusão de oito a 15 anos.Fonte Portal Noar.

 

Faça Seu Comentário:

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Comentários

disse:

em 31/12/1969 - 09:12